ROXITROM

BIOLABFARMA

Atualizado em 09/12/2014

ROXITROM

Roxitromicina

Uso adulto e pediátrico (crianças acima de 6 anos)

Forma Farmacêutica e Apresentação de Roxitrom

Comprimido revestido 150 mg: Caixa com 10 comprimidos. Comprimido revestido 300 mg: Caixa com 5 comprimidos.

Fórmula de Roxitrom

Cada comprimido revestido contém: Roxitromicina 150 mg ou 300 mg.

Indicações de Roxitrom

No tratamento das infecções1 causadas por microrganismos sensíveis à roxitromicina, principalmente em Otorrinolaringologia, Pneumologia, Dermatologia, nas infecções1 genitais (exceto as causadas por gonococos) e na profilaxia da meningite2 meningocócica em contactantes. Seu espectro antibacteriano alcança: Streptococcus do grupo A, Streptococcus mitis, sanguis e viridans, Streptococcus agalactiae, Pneumococcus, Meningococcus, Gonococcus, Bordetella pertussis, Branhamella catarrhalis, Corynebacterium diphteriae, Listeria monocytogenes, Clostridium, Mycoplasma pneumoniae, Pasteurella multocida  Chlamydia trachomatis e psittaci, Ureaplasma urealyticum. Legionella pneumophila, Campylobacter, Gardnerella vaginalis. Espécies variavelmente sensíveis: Haemophilus influenzae. Bacteroides fragilis. Vibrio cholerae, Staphylococcus aureus. Espécies resistentes: Enterobacteriaceae, Pseudomonas.

Contra-Indicações de Roxitrom

Hipersensibilidade à eritromicina, lincomicina, cloranfenicol, clindamicina e demais antibióticos macrolídeos. Uso concomitante com os alcalóides vasoconstritores do ergot, especialmente a ergotamina e a diidroergotamina.

Posologia de Roxitrom

Adultos e crianças acima de 10 anos: 1 comprimido de ROXITROM 150 mg pela manhã e outro à noite (a cada 12 horas), ou um único comprimido de ROXITROM 300 mg ao dia, preferencialmente em jejum, antes das refeições. O período de tratamento é de 5 a 10 dias ou a critério médico. Crianças de 10 anos: 1 comprimido de ROXITROM 150 mg, em uma única tomada ao dia, de preferência em jejum, antes das refeições. O período de tratamento é de 5 a 10 dias, ou a critério médico.

Superdosagem de Roxitrom

Não existe antídoto3 específico. Em caso de superdosagem proceder à lavagem gástrica4 e tratamento sintomático5.


SANUS Farmacêutica Ltda.

ROXITROM - Laboratório

BIOLABFARMA
Rua Olimpíadas, 242, 3° andar. Vila Olímpia.
São Paulo/SP - CEP: 04551-000
Tel: 55 11 3573-6000

Ver outros medicamentos do laboratório "BIOLABFARMA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
2 Meningite: Inflamação das meninges, aguda ou crônica, quase sempre de origem infecciosa, com ou sem reação purulenta do líquido cefalorraquidiano. As meninges são três membranas superpostas (dura-máter, aracnoide e pia-máter) que envolvem o encéfalo e a medula espinhal.
3 Antídoto: Substância ou mistura que neutraliza os efeitos de um veneno. Esta ação pode reagir diretamente com o veneno ou amenizar/reverter a ação biológica causada por ele.
4 Lavagem gástrica: É a introdução, através de sonda nasogástrica, de líquido na cavidade gástrica, seguida de sua remoção.
5 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.

Tem alguma dúvida sobre ROXITROM?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.