Preço de SOLAQUIN em Fairfield/SP: R$ 67,20

SOLAQUIN

VALEANT FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA.

Atualizado em 09/12/2014

Solaquin
Hidroquinona 4%

Forma Farmacêutica e Apresentação de Solaquin

Creme a 4%: Caixa com 1 bisnaga de 30 g.USO ADULTO E CRIANÇAS ACIMA DE 12 ANOS.

Composição de Solaquin

Cada g de creme contém:
Hidroquinona .................... 40 mg
(Excipientes: Padimato O, Oxibenzona, Octil metoxicianamato, álcool estearílico,
monoestearato de glicerila, estearato de polioxila, monoestearato de sorbitol1,
propilenoglicol, metilparabeno, propilparabeno, bissulfito de sódio, EDTA dissódico,
silicato de magnésio e alumínio, água purificada).

Informação ao Paciente de Solaquin

Ação Esperada de Solaquin

Solaquin ® creme é indicado para o clareamento gradual de melasmas2 ou cloasmas3
(manchas provocadas pelo sol ou por fontes artificiais de irradiação, que comprometem
o rosto, sendo comuns em homens e mulheres; nas mulheres, podem estar associadas
à gravidez4 ou ao uso de anticoncepcionais orais), sardas (manchas provocadas pelo
sol, que aparecem em pessoas muito jovens e de pele5 muito clara, normalmente na
face6, comuns já desde a infância), lentigos senis ou melanose solar (manchas
provocadas pelo sol, que aparecem em áreas expostas, como dorso7 das mãos8,
antebraços e colo9, geralmente em pessoas adultas ou idosos que se expuseram muito
ao sol), e em outras condições nas quais ocorrem hiperpigmentação cutânea10 por
produção excessiva de melanina11. Solaquin ® creme possui também três filtros solares
(Padimato O, Oxibenzona e Octilmetoxicinamato) que auxiliam a diminuição da ação
danificadora da luz sobre a pele5 e que conferem ao produto FPS15. Solaquin ® creme
não deve ser utilizado como protetor solar. Evite exposição ao sol após utilizar este
produto.

Cuidados de Armazenamento de Solaquin

Conservar o produto hermeticamente fechado, à temperatura ambiente, ao abrigo da
luz e da umidade.

Prazo de Validade de Solaquin

O produto tem prazo de validade de 24 meses a partir da data de fabricação."NÃO USE MEDICAMENTO COM PRAZO DE VALIDADE VENCIDO, PODE SER
PREJUDICIAL PARA SUA SAÚDE12."

Gravidez4 e Lactação13 de Solaquin

A segurança do produto em gestantes e mulheres em fase de amamentação14 ainda
não foi estabelecida. Nestes casos o produto somente pode ser usado quando for
claramente necessário e sob rigoroso acompanhamento médico.
Em crianças menores de 12 anos a segurança e a eficácia do uso de hidroquinona
não foram determinadas.

Reações Adversas de Solaquin

A hidroquinona pode causar reações, como eritema15, sensação leve de queimaçãoe hipersensibilidade ocasional, como dermatite16 de contato localizada. Outras
reações menos freqüentes como ocronose e manchas marrons reversíveis nas
unhas17 também estão relacionadas ao uso de hidroquinona. Pode ocorrer
hiperpigmentação, especialmente em áreas da pele5 expostas ao sol, se o produto
for utilizado por um longo período. Não foram relatadas reações adversas
sistêmicas advindas do uso de hidroquinona tópica.

Posologia de Solaquin

Aplicar uma fina camada de Solaquin ® creme na área a ser tratada, duas vezes ao
dia, uma de manhã e outra à noite ou a critério médico.
O produto deve ser utilizado até a despigmentação adequada da pele5, devendo ser
aplicado por mais alguns dias como dose de manutenção. Caso não seja observada a
despigmentação esperada após 2 meses de aplicação do produto o tratamento deve
ser descontinuado e o médico notificado.

Superdosagem de Solaquin

Não foram relatadas reações adversas sistêmicas com o uso de hidroquinona tópica.Entretanto, Solaquin ® creme deve ser aplicado em pequenas partes do corpo, visto
que alguns pacientes apresentaram eritema15 transitório e uma leve sensação de
queimação.

Pacientes Idosos de Solaquin

Não existem restrições de uso para pacientes18 idosos.
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.

Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez4 na vigência do tratamento ou após o
seu término. Informar ao médico se está amamentando.

Cuidados na Administração de Solaquin

Aplicar uma fina camada do produto na área a ser tratada, duas vezes ao dia, ouconforme orientação médica.
Evitar exposição ao sol enquanto estiver fazendo uso de Solaquin ® creme.
Caso haja exposição intensa ao sol (praia, piscina, caminhadas, etc.) é aconselhável
a utilização de um bloqueador solar, conforme orientação de seu dermatologista. Após
o clareamento da pele5 deve-se proteger as áreas tratadas da radiação solar com a
aplicação diária de protetores ou bloqueadores solares ou pelo uso de roupas
protetoras a fim de prevenir a repigmentação das áreas cutâneas19 tratadas.
Após o rompimento do lacre da bisnaga de Solaquin ® creme, e sempre após o uso
do produto, a tampa e o bico devem ser limpos com lenço de papel para evitar o
escurecimento dos mesmos, o que é normal em virtude da oxidação da hidroquinona
quando em contato com o ar. Caso isto ocorra o produto pode ser utilizado
normalmente, tomando-se o cuidado de desprezar a parte escurecida do creme no
bico da bisnaga.
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração
do tratamento.

Interrupção de Tratamento de Solaquin

Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Somente ele sabe
o momento correto de interromper o tratamento.

Reações Adversas de Solaquin

Informe o seu médico o aparecimento de reações desagradáveis como vermelhidão,coceira, inflamação20 excessiva, vesículas21 (bolhas) e sensação leve de queimação.
Outras reações menos freqüentes, como manchas marrons reversíveis nas unhas17,
também estão relacionadas com o uso de hidroquinona. Se o produto for utilizado por
um período muito longo pode ocorrer hiperpigmentação, especialmente em áreas da
pele5 expostas ao sol. Suspender o uso se surgirem irritações e contatar o seu médico.
"TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS."

Utilização Concomitante com Outros Medicamentos de Solaquin

Solaquin ® creme não deve ser utilizado como protetor solar ou para o clareamento
de cílios22 e supercílios.
O uso combinado de hidroquinona com produtos contendo peróxido (peróxido de
benzoíla, água oxigenada) pode provocar um escurecimento transitório da pele5 nas
áreas tratadas. Este escurecimento pode ser removido pela descontinuação do uso
concomitante das preparações e pela limpeza normal das áreas atingidas.

Contra-Indicações e Precauções de Solaquin

Solaquin ® creme é contra-indicado a pessoas hipersensíveis à hidroquinona e aosfiltros solares presentes na formulação.
O produto não deve entrar em contato com os olhos23. Caso ocorra contato acidental,
lavar os olhos23 com bastante água e contatar imediatamente o seu médico. Se o produto
entrar em contato com os lábios pode ocorrer um efeito anestésico e sensação amarga.
Solaquin ® creme não deve ser usado na pele5 irritada e na presença de queimaduras
solares.
Solaquin ® creme não deve ser utilizado durante a gravidez4 e a lactação13 a não ser
quando for claramente necessário e sob rigoroso acompanhamento médico.
Informe o seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início
ou durante o tratamento.

Riscos de Automedicação24 de Solaquin

"NÃO USE MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MEDICO, PODE SER
PERIGOSO PARA A SAÚDE12."

Informações Técnicas de Solaquin

CaracterísticasHavens e Tramposch observaram que a hidroquinona atuaria, não como inibidora datirosinase, mas como um substrato alternativo da enzima25, competindo com a tirosina26
por esta enzima25. Palumbo et al 1992 comprovaram que o efeito inibitório da
hidroquinona na melanogênese seria o resultado de uma competição eficaz da mesma
com a tirosina26 pela enzima25 tirosinase.

Indicações de Solaquin

Solaquin ® creme é indicado no clareamento gradual de manchas como melasmas2,
sardas, lentigos senis, e outras condições em que ocorre hiperpigmentação por
produção excessiva de melanina11.

Contra-Indicações de Solaquin

Solaquin ® creme é contra-indicado a pacientes hipersensíveis à hidroquinona e
aos filtros solares presentes na formulação.
Precauções e advertências
A segurança do produto em gestantes e mulheres em fase de amamentação14
ainda não foi estabelecida e, portanto, a relação risco - benefício deve ser
avaliada para o uso do produto nestas condições. Em crianças menores de 12
anos a segurança e a eficácia do uso da hidroquinona não foram determinadas.
Solaquin ® creme não deve ser utilizado em grandes áreas do corpo.
O produto não deve entrar em contato com os olhos23. Se o produto entrar em
contato com os lábios pode ocorrer um efeito anestésico e uma sensação
amarga.
Solaquin ® creme não deve ser usado na pele5 irritada e na presença de
queimaduras solares.
Solaquin ® creme não deve ser utilizado como protetor solar ou para clareamento
de cílios22 e supercílios.
Após o clareamento da pele5 deve-se evitar exposição das áreas tratadas ao sol
com a aplicação de protetores ou bloqueadores solares, ou pelo uso de roupas
protetoras a fim de prevenir a repigmentação.
Para avaliar a hipersensibilidade do paciente ao produto sugere-se aplicá-lo
inicialmente em uma pequena parte de pele5 íntegra, na área que apresenta as
manchas ou próximo a ela, por 24 horas. O aparecimento de leve vermelhidão
não é necessariamente uma contra-indicação, mas o tratamento deve ser
suspenso se ocorrerem reações como prurido27, inflamação20 excessiva ou
formação de vesículas21 (bolhas).
Interações medicamentosas
O uso combinado de hidroquinona com produtos contendo peróxido (peróxido
de benzoíla, água oxigenada) pode provocar um escurecimento transitório da
pele5 nas áreas tratadas. Este escurecimento pode ser removido pela descon-tinuação
do uso concomitante das preparações e pela limpeza normal das áreas
atingidas.

SOLAQUIN - Laboratório

VALEANT FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA.
Rua Mário Junqueira da Silva, 736/766
Campinas/SP
Tel: 0800 16 6116

Ver outros medicamentos do laboratório "VALEANT FARMACÊUTICA DO BRASIL LTDA."

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sorbitol: Adoçante com quatro calorias por grama. Substância produzida pelo organismo em pessoas com diabetes e que pode causar danos aos olhos e nervos.
2 Melasmas: Manchas escuras na face. O seu surgimento está relacionado à gravidez. Além dos fatores hormonais e da exposição solar, a tendência genética e características raciais também influenciam o seu surgimento. O cloasma gravídico pode desaparecer espontaneamente após a gravidez, não exigindo, às vezes, nenhum tipo de tratamento.
3 Cloasmas: Manchas escuras na face. O seu surgimento está relacionado à gravidez. Além dos fatores hormonais e da exposição solar, a tendência genética e características raciais também influenciam o seu surgimento. O cloasma gravídico pode desaparecer espontaneamente após a gravidez, não exigindo, às vezes, nenhum tipo de tratamento.
4 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
5 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
6 Face: Parte anterior da cabeça que inclui a pele, os músculos e as estruturas da fronte, olhos, nariz, boca, bochechas e mandíbula.
7 Dorso: Face superior ou posterior de qualquer parte do corpo. Na anatomia geral, é a região posterior do tronco correspondente às vértebras; costas.
8 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
9 Colo: O segmento do INTESTINO GROSSO entre o CECO e o RETO. Inclui o COLO ASCENDENTE; o COLO TRANSVERSO; o COLO DESCENDENTE e o COLO SIGMÓIDE.
10 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
11 Melanina: Cada uma das diversas proteínas de cor marrom ou preta, encontrada como pigmento em vegetais e animais.
12 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
13 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
14 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
15 Eritema: Vermelhidão da pele, difusa ou salpicada, que desaparece à pressão.
16 Dermatite: Inflamação das camadas superficiais da pele, que pode apresentar-se de formas variadas (dermatite seborreica, dermatite de contato...) e é produzida pela agressão direta de microorganismos, substância tóxica ou por uma resposta imunológica inadequada (alergias, doenças auto-imunes).
17 Unhas: São anexos cutâneos formados por células corneificadas (queratina) que formam lâminas de consistência endurecida. Esta consistência dura, confere proteção à extremidade dos dedos das mãos e dos pés. As unhas têm também função estética. Apresentam crescimento contínuo e recebem estímulos hormonais e nutricionais diversos.
18 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
19 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
20 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
21 Vesículas: Lesões papulares preenchidas com líquido claro.
22 Cílios: Populações de processos móveis e delgados que são encontrados revestindo a superfície dos ciliados (CILIÓFOROS) ou a superfície livre das células e que constroem o EPITÉLIO ciliado. Cada cílio nasce de um grânulo básico na camada superficial do CITOPLASMA. O movimento dos cílios propele os ciliados através do líquido no qual vivem. O movimento dos cílios em um epitélio ciliado serve para propelir uma camada superficial de muco ou fluido.
23 Olhos:
24 Automedicação: Automedicação é a prática de tomar remédios sem a prescrição, orientação e supervisão médicas.
25 Enzima: Proteína produzida pelo organismo que gera uma reação química. Por exemplo, as enzimas produzidas pelo intestino que ajudam no processo digestivo.
26 Tirosina: É um dos aminoácidos polares, sem carga elétrica, que compõem as proteínas, caracterizado pela cadeia lateral curta na qual está presente um anel aromático e um grupamento hidroxila.
27 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.

Tem alguma dúvida sobre SOLAQUIN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.