Nizonazol

KLEY HERTZ S.A - Indústria e Comércio

Atualizado em 09/12/2014

Nizonazol®

Cetoconazol
20mg/ml
Shampoo    

Hertz®

Formas Farmacêuticas e Apresentações de Nizonazol

Shampoo em embalagem contendo frasco de 80 e 100 ml de shampoo.

USO TÓPICO1

USO ADULTO

Composição de Nizonazol

Cada ml contém:
cetoconazol .................... 20 mg
Veículo q.s.p. .................... 1 ml
Veículo: laurileter sulfato de sódio; cocoanfoacetato de sódio; edetato dissódico; diazolinidil uréia2; butilcarbamato de iodopropinil; propilenoglicol; dietanolamina 90; N-dodecil-2-pirrolidona; poliquaternium 55; ácido clorídrico3; trolamina; corante vermelho FD&C 3; cloreto de sódio; água deionizada.

Informações ao Paciente de Nizonazol

Ação Esperada de Nizonazol

O cetoconazol age sobre fungos e leveduras causadores da pitiríase versicolor, dermatite4 seborréica e caspa, aliviando o prurido5 e a descamação6.

Cuidados de Armazenamento de Nizonazol

Conservar Nizonazol® shampoo em temperatura ambiente (15 a 30 ºC). Proteger da luz.

Prazo de Validade de Nizonazol

Não use o medicamento com prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do medicamento.

Gravidez7 e Lactação8 de Nizonazol

Você pode usar Nizonazol® shampoo se estiver grávida ou amamentando, pois o princípio ativo do medicamento não penetra na pele9

Cuidados de Administração de Nizonazol

Você deve aplicar Nizonazol® shampoo nas partes afetadas, e deixar agir por 3 a 5 minutos antes de enxaguar. Normalmente, a palma da mão10 cheia de shampoo é o suficiente para uma lavagem. Tenha certeza de que aplicou o medicamento no couro cabeludo e não somente no cabelo11.

Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas12, procure orientação médica.

Aspecto Físico de Nizonazol

Nizonazol® shampoo é um líquido viscoso de coloração rosa a avermelhado.

Interrupção do Tratamento de Nizonazol

Não interrompa o tratamento antes do completo desaparecimento das lesões13. Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Reações Adversas a Medicamentos de Nizonazol

Nizonazol® shampoo é geralmente bem tolerado.
Pode ocorrer uma sensação de ardência local, coceira ou vermelhidão ou irritação. Raramente pode ocorrer oleosidade e ressecamento dos cabelos. Em caso de intolerância ao shampoo, não continue o tratamento. Pode ocorrer descoloração, principalmente se o seu cabelo11 for grisalho tingido ou com permanente.
Caso ocorra algum destes sintomas12, informe seu médico imediatamente

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Uso Concomitante com Outras Substâncias de Nizonazol

Se você estiver utilizando corticosteróide na forma de creme, loção ou pomada, pode iniciar o tratamento com Nizonazol® shampoo conjuntamente, mas devese observar que a retirada do corticosteróide deve ser feita passo a passo. Caso contrário a pele9 pode apresentar vermelhidão ou prurido5. Você deve fazer a interrupção da seguinte forma:- aplicar as mesmas quantidades por 1 semana;- fazer a retirada gradual do corticosteróide, durante o período de uma a duas semanas;- em seguida, interromper o tratamento com corticosteróide por completo.Não há contra-indicação relativa a faixas etárias. Informe ao médico o aparecimento de reações indesejáveis

Contra-Indicações de Nizonazol

Você não deve usar Nizonazol® shampoo se apresentar maior sensibilidade (alergia14) ao cetoconazol ou aos excipientes da formulação. Os sintomas12 da maior sensibilidade são a coceira e a vermelhidão da pele9 após a aplicação.

Advertências de Nizonazol

A dermatite4 seborréica e a caspa estão freqüentemente associadas com queda de cabelo11. QuandoNizonazol® shampoo é utilizado nestas condições, isto também pode ocorrer.

Precauções de Nizonazol

Evite o contato com os olhos15, se isso ocorrer, enxágüe os olhos15 com água.

NÃO TOME MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PREJUDICIAL À SUA SAÚDE16.

Superdose de Nizonazol

Não são esperadas reações com o uso tópico1 exacerbado do Nizonazol® shampoo. Em geral, não é séria a ingestão de Nizonazol® shampoo, se isto ocorrer, você deve procurar o seu médico.

Informações Técnicas de Nizonazol

Características de Nizonazol

Nizonazol® (cetoconazol) é um derivado imidazólico sintético, com potente atividade contra dermatófilos (Trichophyton sp, Epidermophyton sp, Microsporum sp) e leveduras, como Cândida sp e Malassezia furfur (Pityrosporum ovale).Nizonazol® shampoo promove o alívio do prurido5 e da descamação6 normalmente associados à dermatite seborreica17, caspa e pitiríase versicolor. Mesmo após a administração prolongada, ausência de absorção percutânea e consequentemente ausência de ação sistêmica.

Indicações de Nizonazol

Tratamento e profilaxia de infecções18 nas quais esteja envolvida a Malassezia furfur, tais como pitiríase versicolor, dermatite4 seborréica e caspa.

Contra-Indicações de Nizonazol

Hipersensibilidade ao cetoconazol ou aos excipientes da formulação.

Advertências e Precauções de Nizonazol

Em pacientes submetidos a um tratamento prolongado com corticosteróides tópicos, recomenda-se que a terapia com o esteróide seja gradualmente descontinuada por um período de 2 a 3 semanas, durante o uso de Nizonazol® shampoo, para prevenir um potencial efeito rebote. Dermatite4 seborréica e a caspa são freqüentemente associadas com o aumento da queda de cabelos que também foi relatada, embora em casos raros, com o uso de Nizonazol® shampoo.
Evitar que o medicamento entre em contato com os olhos15. Entretanto, se isto ocorrer, os olhos15 devem ser lavados com água.

Gravidez7 e Lactação8 de Nizonazol

Nizonazol® shampoo não é absorvido através da pele9 após aplicação tópica, sendo assim, gravidez7 e lactação8 não são contra-indicações para o uso do medicamento.

Interações Medicamentosas de Nizonazol

Até o momento não foram descritas interações medicamentosas com o uso de Nizonazol® shampoo.

Reações Adversas a Medicamentos de Nizonazol

Nizonazol® shampoo é geralmente bem tolerado. Assim como outros shampoos, uma sensação deardência local, coceira ou dermatite4 de contato (devido à irritação ou alergia14) podem ocorrer nas áreas expostas. Oleosidade e ressecamento dos cabelos foram raramente relatados com o uso de Nizonazol® shampoo. Em casos raros pode ocorrer descoloração dos fios, principalmente naqueles pacientes com cabelo11 grisalho ou que submetam os cabelos à ação de substâncias químicas (tinturas, descolorações, permanentes etc.). Caso ocorra algum destes sintomas12, informe seu médico imediatamente.

Posologia de Nizonazol

Aplicar Nizonazol® shampoo nas áreas afetadas da pele9 ou no couro cabeludo, deixando-o agir por 3 a 5 minutos antes de enxaguar. Manter o frasco bem fechado.
Tratamento de:- pitiríase versicolor: 1 aplicação ao dia, durante 5 dias.- dermatite4 seborréica e caspa: 1 aplicação, duas vezes por semana, por 2 a 4 semanas.Profilaxia de:- pitiríase versicolor: 1 aplicação ao dia, durante 3 dias consecutivos antes do verão.- dermatite4 seborréica e caspa: 1 aplicação a cada 1 ou 2 semanas.

Superdose de Nizonazol

Não são esperadas reações quando do uso tópico1 exacerbado do Nizonazol® shampoo.No caso de ingestão acidental, medidas de suporte devem ser tomadas. Para evitar aspiração, não se deve provocar vômito19 nem fazer lavagem gástrica20.

Uso em Idosos, Crianças e Grupo de Risco21 de Nizonazol

A eficácia e segurança do uso de Nizonazol shampoo em crianças não está estabelecida.

Armazenagem de Nizonazol

Conservar o frasco em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz.

VENDA SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA

SAC 0800 704 9001

KLEY HERTZ S.A - Indústria e Comércio
Rua Com. Azevedo, 224 - Porto Alegre - RS
Farmacêutica Resp.: Paula Carniel Antonio
CRF-RS 4228 - Reg. no M.S. n º1.0689.0124
C.N.P.J. nº 92.695.691/0001-03 - Indústria Brasileira

Nizonazol - Laboratório

KLEY HERTZ S.A - Indústria e Comércio
Rua Comendador Azevedo, 224
Porto Alegre/RS
Tel: 0800512517
Site: http://www.grupohertz.com/

Ver outros medicamentos do laboratório "KLEY HERTZ S.A - Indústria e Comércio"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
2 Ureia: 1. Resíduo tóxico produzido pelo organismo, resulta da quebra de proteínas pelo fígado. É normalmente removida do organismo pelos rins e excretada na urina. 2. Substância azotada. Composto orgânico cristalino, incolor, de fórmula CO(NH2)2 (ou CH4N2O), com um ponto de fusão de 132,7 °C.
3 Ácido clorídrico: Ácido clorídrico ou ácido muriático é uma solução aquosa, ácida e queimativa, normalmente utilizado como reagente químico. É um dos ácidos que se ioniza completamente em solução aquosa.
4 Dermatite: Inflamação das camadas superficiais da pele, que pode apresentar-se de formas variadas (dermatite seborreica, dermatite de contato...) e é produzida pela agressão direta de microorganismos, substância tóxica ou por uma resposta imunológica inadequada (alergias, doenças auto-imunes).
5 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.
6 Descamação: 1. Ato ou efeito de descamar(-se); escamação. 2. Na dermatologia, fala-se da eliminação normal ou patológica da camada córnea da pele ou das mucosas. 3. Formação de cascas ou escamas, devido ao intemperismo, sobre uma rocha; esfoliação térmica.
7 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
8 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
9 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
10 Mão: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
11 Cabelo: Estrutura filamentosa formada por uma haste que se projeta para a superfície da PELE a partir de uma raiz (mais macia que a haste) e se aloja na cavidade de um FOLÍCULO PILOSO. É encontrado em muitas áreas do corpo.
12 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
13 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
14 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
15 Olhos:
16 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
17 Dermatite seborreica: Caracterizada por descamação da pele e do couro cabeludo. A forma que acomete couro cabeludo é a mais comum e conhecida popularmente por caspa. É uma doença inflamatória, não contagiosa, possui caráter crônico e recorrente. O fungo Pityrosporum ovale pode ser considerado um possível causador da dermatite seborreica. As manifestações clínicas mais comuns são descamação, vermelhidão e aspereza local. As escamas podem ser secas ou gordurosas, finas ou espessas, geralmente acinzentadas ou amareladas, quase sempre aderentes, podendo ser acompanhadas ou não de coceira.
18 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
19 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
20 Lavagem gástrica: É a introdução, através de sonda nasogástrica, de líquido na cavidade gástrica, seguida de sua remoção.
21 Grupo de risco: Em medicina, um grupo de risco corresponde a uma população sujeita a determinados fatores ou características, que a tornam mais susceptível a ter ou adquirir determinada doença.

Tem alguma dúvida sobre Nizonazol?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.