Preço de Besivance em Cambridge/SP: R$ 41,98

Besivance

BL INDÚSTRIA OTICA LTDA

Atualizado em 15/01/2020

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

BESIVANCE®
cloridrato de besifloxacino

APRESENTAÇÕES

Suspensão oftálmica estéril 0,6% (6mg/mL): um frasco gotejador com 5 mL.

USO TÓPICO1 OFTÁLMICO
USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 1 ANO

COMPOSIÇÃO

Cada mL de suspensão oftálmica estéril de BESIVANCE® contém 6,63 mg de cloridrato de besifloxacino equivalente a 6 mg de besifloxacino base.
Excipientes: cloreto de benzalcônio, policarbofila, manitol, poloxâmer, cloreto de sódio, edetato dissódico di- hidratado, hidróxido de sódio e água.
Cada mL de BESIVANCE® contém aproximadamente 31 gotas e cada gota2 contém aproximadamente 0,19 mg de cloridrato de besifloxacino.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO FOI INDICADO?

BESIVANCE® é indicado para o tratamento de conjuntivite3 bacteriana causada por bactérias sensíveis ao besifloxacino.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

BESIVANCE® é uma suspensão oftálmica estéril que contém um antibiótico que age contra diversos tipos de bactérias causadoras de infecções4 nos olhos5. Após a instilação do Besivance®, as concentrações mais altas de besifloxacino medidas no fluido lacrimal foram em amostras coletadas após 10 minutos da administração. Os níveis terapêuticos são alcançados nas lágrimas, como confirmado nos estudos clínicos em aproximadamente 90% dos pacientes que tiveram erradicação bacteriana administrando o medicamento por 3 vezes ao dia após 4 a 5 dias.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

BESIVANCE® é contraindicado para pacientes6 com alergia7 ao besifloxacino ou a antibióticos semelhantes ao besifloxacino ou a qualquer um dos componentes da fórmula.

Gravidez8 e Amamentação9: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

O QUE EU DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

BESIVANCE® é somente para uso tópico1 oftálmico e não deve ser injetado por via subconjuntival, nem deve ser introduzido diretamente na câmara anterior10 do olho11.
Assim como outros antibióticos, o uso prolongado de BESIVANCE® pode resultar em crescimento excessivo de organismos não sensíveis, inclusive fungos. Caso ocorra superinfecção12, o uso do medicamento deve ser interrompido e deve ser instituída terapia alternativa. Estudos in vitro demonstraram resistência cruzada entre o besifloxacino e algumas fluoroquinolonas.

Lentes de Contato: Os pacientes não devem usar lentes de contato se apresentarem sinais13 ou sintomas14 de conjuntivite3 bacteriana ou durante o tratamento com BESIVANCE®.
Gravidez8 e Amamentação9: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
BESIVANCE® não foi medido no leite humano, embora se possa presumir que ele seja excretado no leite humano. Deve-se ter cautela quando BESIVANCE® for administrado a mulheres que estejam amamentando.
Crianças: BESIVANCE® é indicado para crianças a partir de 1 ano de idade. A segurança e eficácia do uso de BESIVANCE® em crianças menores de um ano de idade não foi estabelecida.
Idosos: Não foram observadas diferenças gerais na segurança e eficácia entre pacientes idosos e jovens.
Interações Medicamentosas: Não foram realizados estudos de interações medicamentosas com BESIVANCE®. Não foram observadas interações medicamentosas nos estudos clínicos realizados com BESIVANCE®.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde15.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

BESIVANCE® deve ser armazenado a temperatura ambiente (entre 15ºC e 30ºC) e ao abrigo da luz. BESIVANCE® permanece estéril até que o lacre seja rompido. Para evitar contaminação, não toque o conta-gotas em nenhuma superfície. Após aberto, válido por 28 dias.
Número de lote e as datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Aparência: BESIVANCE® é uma suspensão esbranquiçada a levemente amarelada.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.
Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

  • Usar BESIVANCE® exclusivamente nos olhos5.
  • Lavar as mãos16 cuidadosamente antes de usar BESIVANCE®.
  • Não encostar a ponta do frasco gotejador nos olhos5, dedos ou qualquer outra superfície para evitar contaminação do frasco.
  • Inverta o frasco fechado e agite antes de usar.
  • Remover a tampa com o frasco ainda na posição invertida.
  • Inclinar a cabeça17 e, com o frasco invertido, apertá-lo com cuidado para instilar uma gota2 no(s) olho11(s) afetado(s) 3 vezes ao dia, por 5 dias, podendo ser estendido para 7 dias conforme critério médico.
  • Fechar bem o frasco depois de usar.
  • Embora seja comum sentir-se melhor no início da terapia, o medicamento deve ser administrado exatamente conforme prescrito. Pular doses ou não concluir todo o tratamento pode reduzir a eficácia do tratamento imediato e aumentar a probabilidade de que a bactéria18 desenvolva resistência e não possa ser tratada com BESIVANCE® ou outro medicamento antibacteriano no futuro.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Se esquecer de usar BESIVANCE®, instile assim que possível. Entretanto, se tiver perto da próxima dose, desconsidere a dose que esqueceu e instile BESIVANCE® no horário correto da próxima dose. Não dobre a dose.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou do seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Reação adversa comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): vermelhidão na conjuntiva19 foi relatada em aproximadamente 2% dos pacientes. Outras reações adversas relatadas que ocorreram em aproximadamente 1 – 2% dos pacientes incluíram: visão20 embaçada, dor no olho11, irritação do olho11, coceira no olho11 e dor de cabeça17.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento. Atenção: este produto é um medicamento que possui nova molécula no país e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer eventos adversos imprevisíveis ou desconhecidos. Nesse caso, informe seu médico.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Se você colocar uma grande quantidade de BESIVANCE® nos olhos5 de uma só vez, lave imediatamente com bastante água. Caso desenvolva irritação ou desconforto, procure orientação médica.
Se você derramar BESIVANCE® na sua pele21, lave com água e sabão. Caso desenvolva irritação ou desconforto, procure orientação médica.
Se você tomar BESIVANCE®, LIGUE PARA O SEU MÉDICO. Não induza vômito22. Nunca induza vômito22 ou dê diluentes (leite ou água) a pessoas inconscientes, com convulsões ou que não estejam em condições de engolir. Se o paciente estiver convulsionando, mantenha a entrada de ar aberta e peça ajuda médica imediatamente.
Se você inalar BESIVANCE® não é necessário nenhum tratamento específico, pois este produto não é perigoso se inalado. Entretanto, se exposto a uma grande quantidade, tome ar fresco e procure por orientação médica se desenvolver sintomas14 de tosse.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou a bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS

 

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA

 

Reg. MS. - 1.1961.0017.001-1
Farm. Resp.: Patrícia Helena Weber - CRF-RS 11.640

Importado e distribuído por:
BL Indústria Ótica Ltda.
R. Dona Alzira, 139 – Porto Alegre – RS
CNPJ 27.011.022/0001-03
Indústria Brasileira

Fabricado por:
Bausch & Lomb Inc. Tampa, Flórida - EUA

 

SAC 0800 702-6464

 

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
2 Gota: 1. Distúrbio metabólico produzido pelo aumento na concentração de ácido úrico no sangue. Manifesta-se pela formação de cálculos renais, inflamação articular e depósito de cristais de ácido úrico no tecido celular subcutâneo. A inflamação articular é muito dolorosa e ataca em crises. 2. Pingo de qualquer líquido.
3 Conjuntivite: Inflamação da conjuntiva ocular. Pode ser produzida por alergias, infecções virais, bacterianas, etc. Produz vermelhidão ocular, aumento da secreção e ardor.
4 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
5 Olhos:
6 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
7 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
8 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
9 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
10 Câmara Anterior: Espaço localizado no olho, preenchido com humor aquoso, limitado anteriormente pela córnea e uma pequena porção da esclera, e posteriormente por uma pequena porção do corpo ciliar, pela íris e pela parte do cristalino que se apresenta através da pupila.
11 Olho: s. m. (fr. oeil; ing. eye). Órgão da visão, constituído pelo globo ocular (V. este termo) e pelos diversos meios que este encerra. Está situado na órbita e ligado ao cérebro pelo nervo óptico. V. ocular, oftalm-. Sinônimos: Olhos
12 Superinfecção: Geralmente ocorre quando os antibióticos alteram o equilíbrio do organismo, permitindo o crescimento de agentes oportunistas, como os enterococos. A superinfecção pode ser muito difícil de tratar, porque é necessário optar por antibióticos eficazes contra todos os agentes que podem causá-la.
13 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
14 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
15 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
16 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
17 Cabeça:
18 Bactéria: Organismo unicelular, capaz de auto-reproduzir-se. Existem diferentes tipos de bactérias, classificadas segundo suas características de crescimento (aeróbicas ou anaeróbicas, etc.), sua capacidade de absorver corantes especiais (Gram positivas, Gram negativas), segundo sua forma (bacilos, cocos, espiroquetas, etc.). Algumas produzem infecções no ser humano, que podem ser bastante graves.
19 Conjuntiva: Membrana mucosa que reveste a superfície posterior das pálpebras e a superfície pericorneal anterior do globo ocular.
20 Visão: 1. Ato ou efeito de ver. 2. Percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista; sentido da vista. 3. Algo visto, percebido. 4. Imagem ou representação que aparece aos olhos ou ao espírito, causada por delírio, ilusão, sonho; fantasma, visagem. 5. No sentido figurado, concepção ou representação, em espírito, de situações, questões etc.; interpretação, ponto de vista. 6. Percepção de fatos futuros ou distantes, como profecia ou advertência divina.
21 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
22 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.

Tem alguma dúvida sobre Besivance?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.