Vitaxon C

AIRELA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA.

Atualizado em 08/06/2020

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Vitaxon C
ácido ascórbico
Comprimido efervescente 1 g

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO:

Comprimido efervescente sabor laranja ou acerola
Tubo com 10, 20 ou 30 comprimidos

USO ORAL
USO ADULTO E PEDIÁTRICO

COMPOSIÇÃO:

Cada comprimido efervescente sabor laranja contém:

ácido ascórbico (vitamina1 C) 1 g
excipientes q.s.p. 1 comprimido

Excipientes: ácido cítrico, bicarbonato de sódio, carbonato de sódio anidro, ciclamato de sódio, sacarina2 sódica, corante laca amarelo nº 6, corante amarelo crepúsculo, sorbitol3, macrogol, benzoato de sódio e aroma sólido idêntico ao natural de laranja.


Cada comprimido efervescente sabor acerola contém:

ácido ascórbico (vitamina1 C) 1 g
excipientes q.s.p. 1 comprimido

Excipientes: ácido adipínico, ácido cítrico, corante amarelo crepúsculo, aroma de acerola, bicarbonato de sódio, óleo de silicone, corante vermelho Bordeaux e sacarose.

Porcentagem da Ingestão Diária Recomendada (IDR):

Composição IDR %
Adultos Gestantes Lactantes4 Crianças
1–6 anos 7–10 anos
Vitamina1 C 2.222,2% 1.818,18% 1.428,57% 3.333,3% 2.857,14%

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Este medicamento é indicado como suplemento vitamínico auxiliar do sistema imunológico5.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

O ácido ascórbico (vitamina1 C), componente ativo de Vitaxon® C, atua no sistema imunológico5, melhorando a resposta das células6 de defesa, principalmente, por seu papel regulador da atuação de leucócitos7. A suplementação8 com vitamina1 C pode trazer benefício clínico para pessoas que apresentam carência desta vitamina1, a qual pode ser decorrente de baixa ingestão, e para àquelas que apresentam a necessidade aumentada desta vitamina1.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

O medicamento Vitaxon® C não deve ser utilizado nos casos de litíase9 urinária oxálica e úrica (cálculos renais ou pedras nos rins10) e insuficiência renal11 (deficiência no funcionamento dos rins10). Também não deve ser utilizado por pessoas que apresentem alergia12 aos componentes da formulação.

Este medicamento é contraindicado para uso por pacientes portadores de cálculos renais ou pedras nos rins10 e insuficiência renal11.

Este medicamento é contraindicado para menores de 1 ano.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. Vitaxon C sabor laranja: não contém açúcar13.

Vitaxon C sabor acerola: Atenção diabéticos: este medicamento contém açúcar13.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES

Pacientes diabéticos, hipoglicêmicos (baixos níveis de glicose14 no sangue15), hipertensos e cardíacos devem procurar orientação médica antes de utilizarem Vitaxon® C devido ao seu conteúdo de carboidratos (açúcares) e sódio. Este medicamento contém corantes que podem, eventualmente, causar reações alérgicas.

Não existem advertências ou restrições específicas do uso do produto para pacientes16 idosos.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Informações importantes sobre um dos componentes do medicamento

Vitaxon C sabor laranja: NÃO CONTÉM AÇÚCAR13

Vitaxon C sabor acerola: Atenção diabéticos: este medicamento contém AÇÚCAR13.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

Este produto não deve ser utilizado concomitantemente com barbitúricos (fenobarbital, hexobarbital), já que pode ocorrer um aumento da necessidade diária do ácido ascórbico.

O uso simultâneo de vitamina1 C e deferoxamina pode levar a um aumento dos efeitos tóxicos ocasionados pelo ferro.

A utilização concomitante de vitamina1 C e salicilatos (ácido acetilsalicílico) pode aumentar a excreção desta vitamina1 pela urina17.

A vitamina1 C pode interferir com o resultado de alguns exames laboratoriais, como determinação de glicemia18, glicosúria19, níveis séricos de transaminases, desidrogenase lática20 e bilirrubina21. Além disso, podem ocorrer resultados falso negativos em pesquisa de sangue15 oculto nas fezes. Antes de realizar estes exames, é necessário interromper o uso do medicamento Vitaxon® C.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cuidados de conservação

Conservar em temperatura ambiente (temperatura entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade. Manter o tubo sempre bem fechado.

Número de lote, datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas do produto

O medicamento Vitaxon® C é apresentado em forma de comprimido efervescente de coloração laranja (sabor laranja) ou comprimido efervescente de coloração rosa (sabor acerola) e odor característico.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Uso oral. Utilizar um comprimido efervescente ao dia, dissolvido em água (dose diária de 1 g de ácido ascórbico). Utilizar apenas a via oral. O uso deste medicamento por outra via, que não a oral, pode causar a perda do efeito esperado ou mesmo provocar danos à saúde22.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas23, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista. Este comprimido não deve ser partido, aberto ou mastigado.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Caso haja esquecimento da ingestão de uma ou mais doses deste medicamento, a posologia indicada deverá ser retomada, não havendo necessidade de repor as doses esquecidas.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

As reações adversas são pouco frequentes e de pequena intensidade, compreendendo problemas digestivos, principalmente diarreia24, pirose25 (sensação de calor ou queimação no estômago26), aumento da diurese27 (aumento do volume urinário), náuseas28 (enjoos) e vômitos29.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

O uso de doses elevadas de vitamina1 C, por tempo prolongado, pode ocasionar o escorbuto30 de rebote.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS


Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas23 procure orientação médica.
 

M.S.: 1.4493.0031
Farmacêutica Responsável: Gisele Fuchter Filipi – CRF/SC 5201

AIRELA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA.
Rodovia SC 440, km 01, nº 500 – Bairro: Ilhota/Distrito Industrial
Pedras Grandes/SC – CEP: 88720-000
CNPJ: 01.858.973/0001-29
Indústria Brasileira


SAC 0800 646 2010

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
2 Sacarina: Adoçante sem calorias e sem valor nutricional.
3 Sorbitol: Adoçante com quatro calorias por grama. Substância produzida pelo organismo em pessoas com diabetes e que pode causar danos aos olhos e nervos.
4 Lactantes: Que produzem leite; que aleitam.
5 Sistema imunológico: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
6 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
7 Leucócitos: Células sangüíneas brancas. Compreendem tanto os leucócitos granulócitos (BASÓFILOS, EOSINÓFILOS e NEUTRÓFILOS) como os não granulócitos (LINFÓCITOS e MONÓCITOS). Sinônimos: Células Brancas do Sangue; Corpúsculos Sanguíneos Brancos; Corpúsculos Brancos Sanguíneos; Corpúsculos Brancos do Sangue; Células Sanguíneas Brancas
8 Suplementação: Que serve de suplemento para suprir o que falta, que completa ou amplia.
9 Litíase: Estado caracterizado pela formação de cálculos em diferentes regiões do organismo. A composição destes cálculos e os sintomas que provocam variam de acordo com sua localização no organismo (vesícula biliar, ureter, etc.).
10 Rins: Órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.
11 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
12 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
13 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
14 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
15 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
16 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
17 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
18 Glicemia: Valor de concentração da glicose do sangue. Seus valores normais oscilam entre 70 e 110 miligramas por decilitro de sangue (mg/dl).
19 Glicosúria: Presença de glicose na urina.
20 Lática: Diz-se de ou ácido usado como acidulante e intermediário químico; láctica.
21 Bilirrubina: Pigmento amarelo que é produto da degradação da hemoglobina. Quando aumenta no sangue, acima de seus valores normais, pode produzir uma coloração amarelada da pele e mucosas, denominada icterícia. Pode estar aumentado no sangue devido a aumento da produção do mesmo (excesso de degradação de hemoglobina) ou por dificuldade de escoamento normal (por exemplo, cálculos biliares, hepatite).
22 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
23 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
24 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
25 Pirose: Sensação de dor epigástrica semelhante a uma queimadura, ela pode ser acompanhada de regurgitação de suco gástrico para dentro do esôfago; azia.
26 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
27 Diurese: Diurese é excreção de urina, fenômeno que se dá nos rins. É impróprio usar esse termo na acepção de urina, micção, freqüência miccional ou volume urinário. Um paciente com retenção urinária aguda pode, inicialmente, ter diurese normal.
28 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
29 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
30 Escorbuto: Doença aguda ou crônica causada pela carência de vitamina C, caracterizada por hemorragias, alteração das gengivas e queda da resistência às infecções.

Tem alguma dúvida sobre Vitaxon C?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.