Stongel comprimido

CAZI QUIMICA FARMACEUTICA INDUSTRIA E COMERCIO LTDA

Atualizado em 15/07/2020

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

STONGEL
hidróxido de alumínio
hidróxido de magnésio

Apresentação

Comprimidos mastigáveis – Caixa com 20 comprimidos mastigáveis

USO ORAL
USO ADULTO

COMPOSIÇÃO

Cada comprimido mastigável contém:

Hidróxido de alumínio 400 mg
Hidróxido de magnésio 400 mg
Excipiente q.s.p. 1 comprimido mastigável
Excipientes: manitol, sacarose, sacarina1 sódica, essência de menta, estearato de magnésio e água purificada.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

STONGEL é indicado em casos de hiperacidez associados ao diagnóstico2 de úlcera péptica3 ou outras doenças gastrintestinais, onde é necessário neutralizar o elevado grau de acidez estomacal.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

STONGEL tem atividade antiácida, promovendo o alívio dos sintomas4 associados à hiperacidez.
O hidróxido de alumínio é um dos mais efetivos neutralizadores do ácido clorídrico5. Por não ser absorvível não ocasiona alcalose6 no organismo.
O hidróxido de alumínio possui excelente capacidade de neutralização da acidez e o magnésio é dificilmente absorvível.
Sais de magnésio promovem suave efeito laxativo7 que contra-balança a tendência do hidróxido de alumínio de causar prisão de ventre.
O início da ação do produto depende da solubilização no estômago8 e sua posterior reação com o ácido clorídrico5 estomacal.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Contraindicações
STONGEL é contraindicado nos seguintes casos:

  • Hipersensibilidade aos componentes da fórmula;
  • Insuficiência renal9 severa;
  • Pacientes submetidos a dietas com baixos níveis de fósforo;
  • Gravidez10;
  • Lactação11;
  • Obstrução intestinal.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Informe ao médico se estiver amamentando.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Precauções
O uso do produto deve ser feito em pacientes com insuficiência renal9 sob vigilância médica, uma vez que o hidróxido de magnésio pode causar depressão do sistema nervoso central12 em presença deste tipo de distúrbio. O hidróxido de alumínio, na vigência de dietas hiperfosforadas, pode provocar uma deficiência de fósforo.

Pacientes idosos
Produtos contendo alumínio podem agravar problemas ósseos e também o quadro da doença de Alzheimer13.

Uso em crianças
O uso pediátrico do produto deve ser feito sob prescrição médica, para crianças acima de 06 anos de idade. É necessário um diagnóstico2 preciso antes de começar o uso do antiácido14.
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. Informe ao médico se estiver amamentando.

Reações adversas
Caso ocorram reações desagradáveis, tais como reações alérgicas, edema15 de lábios, face16, língua17 e/ou garganta18, erupção19 cutânea20, vômitos21, desconforto abdominal, avise o seu médico.

Interações medicamentosas
Os antiácidos22 orais podem reduzir a absorção de certos fármacos, particularmente tetraciclinas, fenitoína, digoxina, agentes hipoglicêmicos e antagonistas H2. Desta forma STONGEL deve ser administrado pelo menos uma hora antes ou depois da administração destes medicamentos.

Interferência em exames laboratoriais
Em exames de secreção gástrica, pode ocorrer antagonização do efeito pentagastrina e histamina23, recomenda- se não usar medicamentos do efeito pentagastrina e histamina23 e antiácidos22 no dia do exame.
Concentrações séricas de gastrina24 no soro25 podem parecer aumentadas.
Concentrações séricas de fosfato podem parecer aumentadas pelo uso excessivo e prolongado do alumínio.
O pH da urina26 pode apresentar-se aumentado durante o tratamento com alumínio e magnésio.

Informe ao médico a ocorrência de gravidez10 durante ou após o seu término ou se estiver amamentando.

Atenção diabéticos: Este medicamento contém açúcar27.
Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

ONDE E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Este medicamento deve ser conservado em sua embalagem original em temperatura ambiente (15ºC a 30ºC). Proteger da luz e umidade. Armazenado nestas condições o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade de 36 meses a partir da data de fabricação indicada na embalagem.
Número de lote e data de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas do produto: Comprimido circular, branco uniforme, isento de partículas estranhas, com sabor e odor característicos de menta.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.
“TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.”

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Posologia
Tratamento sintomático28: 1 a 2 comprimidos mastigáveis por dia.
Tratamento de úlceras29: 2 comprimidos mastigáveis, 3 vezes ao dia, às refeições, mastigados lentamente.

Cuidados de administração
Os comprimidos devem ser mastigados, não degluti-los por inteiro.
Limite máximo diário de administração do medicamento:
O limite máximo diário de administração do medicamento é de 6 comprimidos.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas4, procure orientação médica ou do cirurgião-dentista.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Caso haja esquecimento da ingestão de uma dose deste medicamento, retome a posologia prescrita sem a necessidade de suplementação30.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Informe o médico caso apareçam reações desagradáveis como: regurgitações, náuseas31, vômitos21 ou diarréia32.
Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Na eventualidade da ingestão acidental de doses muito acima das preconizadas recomenda-se adotar as medidas habituais de controle das funções vitais.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou a bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001 se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS

 

Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas4 procure orientação médica.

 

Registro MS nº 1.0715.0046.001-8
Farmacêutico Responsável: João Carlos S. Coutinho – CRF-SP 30.349

CAZI QUÍMICA FARMACÊUTICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Rua Antonio Lopes, 134 – Jandira – São Paulo
CEP: 06612-090 – Tel. (11) 4707-5155
CNPJ: 44.010.437/0001-81
Indústria Brasileira

 

SAC 0800-7706632

 

 

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sacarina: Adoçante sem calorias e sem valor nutricional.
2 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
3 Úlcera péptica: Lesão na mucosa do esôfago, estômago ou duodeno. Também chamada de úlcera gástrica ou duodenal. Pode ser provocada por excesso de ácido clorídrico produzido pelo próprio estômago ou por medicamentos como antiinflamatórios ou aspirina. É uma doença infecciosa, causada pela bactéria Helicobacter pylori em quase 100% dos casos. Os principais sintomas são: dor, má digestão, enjôo, queimação (azia), sensação de estômago vazio.
4 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
5 Ácido clorídrico: Ácido clorídrico ou ácido muriático é uma solução aquosa, ácida e queimativa, normalmente utilizado como reagente químico. É um dos ácidos que se ioniza completamente em solução aquosa.
6 Alcalose: Desequilíbrio do meio interno, produzido por uma diminuição na concentração de íons hidrogênio ou aumento da concentração de bases orgânicas nos líquidos corporais.
7 Laxativo: Mesmo que laxante. Que laxa, afrouxa, dilata. Medicamento que trata da constipação intestinal; purgante, purgativo, solutivo.
8 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
9 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
10 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
11 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
12 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
13 Doença de Alzheimer: É uma doença progressiva, de causa e tratamentos ainda desconhecidos que acomete preferencialmente as pessoas idosas. É uma forma de demência. No início há pequenos esquecimentos, vistos pelos familiares como parte do processo normal de envelhecimento, que se vão agravando gradualmente. Os pacientes tornam-se confusos e por vezes agressivos, passando a apresentar alterações da personalidade, com distúrbios de conduta e acabam por não reconhecer os próprios familiares e até a si mesmos quando colocados frente a um espelho. Tornam-se cada vez mais dependentes de terceiros, iniciam-se as dificuldades de locomoção, a comunicação inviabiliza-se e passam a necessitar de cuidados e supervisão integral, até mesmo para as atividades elementares como alimentação, higiene, vestuário, etc..
14 Antiácido: É uma substância que neutraliza o excesso de ácido, contrariando o seu efeito. É uma base que aumenta os valores de pH de uma solução ácida.
15 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
16 Face: Parte anterior da cabeça que inclui a pele, os músculos e as estruturas da fronte, olhos, nariz, boca, bochechas e mandíbula.
17 Língua:
18 Garganta: Tubo fibromuscular em forma de funil, que leva os alimentos ao ESÔFAGO e o ar à LARINGE e PULMÕES. Situa-se posteriormente à CAVIDADE NASAL, à CAVIDADE ORAL e à LARINGE, extendendo-se da BASE DO CRÂNIO à borda inferior da CARTILAGEM CRICÓIDE (anteriormente) e à borda inferior da vértebra C6 (posteriormente). É dividida em NASOFARINGE, OROFARINGE e HIPOFARINGE (laringofaringe).
19 Erupção: 1. Ato, processo ou efeito de irromper. 2. Aumento rápido do brilho de uma estrela ou de pequena região da atmosfera solar. 3. Aparecimento de lesões de natureza inflamatória ou infecciosa, geralmente múltiplas, na pele e mucosas, provocadas por vírus, bactérias, intoxicações, etc. 4. Emissão de materiais magmáticos por um vulcão (lava, cinzas etc.).
20 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
21 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
22 Antiácidos: É uma substância que neutraliza o excesso de ácido, contrariando o seu efeito. É uma base que aumenta os valores de pH de uma solução ácida.
23 Histamina: Em fisiologia, é uma amina formada a partir do aminoácido histidina e liberada pelas células do sistema imunológico durante reações alérgicas, causando dilatação e maior permeabilidade de pequenos vasos sanguíneos. Ela é a substância responsável pelos sintomas de edema e irritação presentes em alergias.
24 Gastrina: Hormônio que estimula a secreção de ácido gástrico no estômago. Secretada pelas células G no estômago e no duodeno. É também fundamental para o crescimento da mucosa gástrica e intestinal.
25 Soro: Chama-se assim qualquer líquido de características cristalinas e incolor.
26 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
27 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
28 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
29 Úlceras: Feridas superficiais em tecido cutâneo ou mucoso que podem ocorrer em diversas partes do organismo. Uma afta é, por exemplo, uma úlcera na boca. A úlcera péptica ocorre no estômago ou no duodeno (mais freqüente). Pessoas que sofrem de estresse são mais susceptíveis a úlcera.
30 Suplementação: Que serve de suplemento para suprir o que falta, que completa ou amplia.
31 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
32 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.

Tem alguma dúvida sobre Stongel comprimido?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.