BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos

Resultados encontrados para Remédio para Hipertermia Maligna:

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Nova Resolução do CFM: avaliação pré-anestésica passa a ser obrigatória, em consulta médica, antes da realização de qualquer tipo de ato anestésico

III - Monitoração contínua da ventilação, incluindo os teores de gás carbônico exalados nas seguintes situações: anestesia sob via aérea artificial (como intubação traqueal, brônquica ou máscara laríngea) e/ou ventilação artificial e/ou exposição a agentes capazes de desencadear hipertermia maligna. IV Equipamentos (ANEXO II), instrumental e materiais (ANEXO III) e fármacos (ANEXO IV) que permitam a realização de qualquer ato anestésico com segurança, bem como a realização de procedimentos de recuperação cardiorrespiratória. Art. - [Mais...]

ENFLURAN

Ao interromper-se a administração do agente anestésico, convém ventilar o aparelho respiratório do paciente com oxigênio puro, várias vezes, até sua completa recuperação. Contra-Indicações de Enfluran História ou suspeita de hipertermia maligna contra-indica o uso do enflurano. A relação risco- benefício deve ser avaliada nas seguintes situações clínicas: pneumotórax, pneumoencefalografia, embolia gasosa, disfunção hepática, icterícia ou lesão hepática aguda após exposição a anestésicos gerais, arritmias cardíacas, diabetes não controladas, disfunção renal, toxemia gravídica, hipertensão intracraniana, miastenia grave e feocromocitoma. - [Mais...]

ISOFORINE-1fr. 100ml:

Contra-Indicações de Isoforine-1Fr. Sensibilidade conhecida ao isoflurano ou a algum outro agente halogenado. Susceptibilidade genética suspeita ou conhecida à hipertermia maligna. Advertências de Isoforine-1Fr. O isoflurano aumenta consideravelmente o fluxo sangüíneo cerebral, com aumento transitório da pressão do líquor, que é totalmente reversível com hiperventilação. - [Mais...]

DANTROLEN IV

Entretanto nem o fenobarbital nem o diazepam parecem afetar seu metabolismo. A experiência clínica no monitoramento de hipertermia maligna, revelou que a administração de dantroleno sódico intravenoso, combinada com as medidas de suportes indicadas, é efetiva na reversão do processo hipermetabólico da hipertermia maligna. - [Mais...]

XYLESTESIN 5% PESADA-50etj. 2ml(SP)

A Lidocaína deve também ser usada com cautela em pacientes com função cardiovascular alterada, devido a uma menor capacidade de compensar as mudanças funcionais associadas ao prolongamento de condução atrioventricular provocado por essas drogas. absolutamente pouco provável o desenvolvimento de hipertermia maligna com agentes anestésicos locais. Entretanto, em pacientes com histórico familiar é recomendável a existência de um protocolo padrão para monitoramento do paciente. - [Mais...]

SUCCINIL COLIN

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. REAÇÕES ADVERSAS: Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, como: parada cardíaca, hipertermia maligna, arritmia, bradicardia, taquicardia, hipertensão, hipotensão, hipercalemia, depressão respiratória prolongada ou apnéia, aumento da pressão intraocular, fasciculação muscular, rigidez maxilar, dor muscular pós-operatória, rabdomiólise com possível falência renal aguda, mioglobinúria, salivação excessiva e rash. - [Mais...]

ESMERON

Uma vez que Esmeron é sempre utilizado com outros agentes e devido à possibilidade de ocorrência de hipertermia maligna durante a anestesia, mesmo na ausência de agentes sabidamente indutores, antes do início de qualquer anestesia, os médicos devem estar familiarizados com os sinais iniciais, com o diagnóstico confirmatório e com o tratamento da hipertermia maligna. - [Mais...]

Hypnomidate

As injeções de Hypnomidate só devem ser administradas por via intravenosa. A anestesia com Hypnomidate pode ser administrada a pacientes portadores de epilepsia, glaucoma ou porfiria, ou com história de hipertermia maligna sem riscos adicionais. A indução com Hypnomidate pode ser acompanhada de uma queda ligeira e transitória da pressão sangüínea, devido à diminuição da resistência vascular periférica, principalmente após administração prévia de outros agentes hipotensores (especialmente após a administração prévia de droperidol). - [Mais...]

SEVORANE

Lactação: não se sabe se o sevoflurano é excretado no leite humano. Devido ao fato de que muitas drogas são excretadas no leite humano, deve-se ter cautela quando da administração do sevoflurano a mulheres em fase de amamentação. Hipertermia maligna: assim como outros agentes inalatórios, a anestesia com sevoflurano pode causar um estado hipermetabólico da musculatura esquelética em indivíduos suscetíveis, levando a uma demanda de oxigênio elevada e a uma síndrome clínica conhecida como hipertermia maligna. - [Mais...]

HALOTANO

Não há relação entre a dose ou concentração de HALOTANO HOECHST e esta forma de dano hepatocelular. Trato gastrintestinal: Náusea e vômito ocorrem em cerca de 5 % dos pacientes anestesiados com HALOTANO HOECHST. Hipertermia maligna pode ser acionada por HALOTANO HOECHST, assim como por outros anestésicos, mesmo locais. Além das medidas convencionais de emergência o uso de Dantroleno sódico por via intravenosa é recomendado. - [Mais...]

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).
  • Entrar
  • Cadastrar