Preço de CITROPLEX em Fairfield/SP: R$ 18,36

CITROPLEX

NEO QUIMICA

Atualizado em 08/12/2014

Citroplex
ácido ascórbico

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES:
Gotas: Embalagens contendo 1 e 50* frascos com 20 mL.
Comprimido 500mg: Embalagens com 20 e 500* comprimidos.
*Embalagem Hospitalar

USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Composições de Citroplex

Cada mL contém:ácido ascórbico (vitamina1 C) ....................200 mg
veículo q.s.p. ....................1mL
(sacarina2 sódica, corante amarelo TARTRAZINA (FDC nº5), metilparabeno, propilparabeno, álcool etílico 96°GL, hidróxido de sódio, corante caramelo, sorbitol3, bicarbonato de sódio, metabissulfito de sódio, citrato de sódio, tiouréia, essência de laranja e água purificada).

Cada comprimido contém:
ácido ascórbico (vitamina1 C) ....................500 mg
excipientes q.s.p....................1 comprimido
(celulose microcristalina, talco, dióxido de silício, estearato de magnésio, metabissulfito de sódio).

Informações ao Paciente de Citroplex

Citroplex (vitamina1 C) tem ação suplementar vitamínica. Conservar em temperatura ambiente (15°a 30°C). Proteger da luz e umidade. Prazo de validade: VIDE CARTUCHO. Não use medicamento com o prazo de validade vencido, poderá ocorrer diminuição significativa do seu efeito terapêutico.
"Informe seu médico a ocorrência de gravidez4 na vigência do tratamento ou após o seu término". "Informe seu médico se está
amamentando".
"Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento". Não é recomendado a administração em altas doses, ou por períodos prolongados sem controle médico. O tratamento pode ser interrompido a qualquer instante sem provocar danos ao paciente.
"Informe o seu médico a ocorrência de reações desagradáveis, tais como: precipitação de cristais de oxalato de cálcio no trato urinário5, tontura6 ou desmaio; doses altas causam diarréia7, rubor facial, cefaléia8, disúria9, náusea10, vômito11 e cólicas12 estomacais".
Citroplex gotas contém o corante amarelo de TARTRAZINA (FDC nº 5) que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma13 brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico.

'TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS'.
Não fazer uso de Citroplex concomitante a: salicilatos, barbitúricos, primidona, dexferoxamina, dissulfiram e ácido para-aminossalicílico (PAS).
Contra-indicado em pacientes hipersensíveis ao Citroplex ou a quaisquer componentes da fórmula.
"Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando antes do início ou durante o tratamento".

'NÃO TOME MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE14'.

Informações Técnicas de Citroplex

O Citroplex (vitamina1 C) é hidrossolúvel, absorvido por transporte ativo pelo trato gastrintestinal, distribuída por todos os tecidoscorpóreos e eliminada na urina15. Desempenha papel fundamental no metabolismo16 celular, participando dos processos de oxirredução. Através de sua atuação no transporte de elétrons, intervêm em reações metabólicas, tais como: hidroxilação da prolina durante a formação do tecido conjuntivo17; oxidação das cadeias laterais de lisina em proteínas18 para fornecer hidroximetil-lisina para a síntese da carnitina; síntese de noradrenalina19 e de hormônios corticóides pelas supra-renais; conversão do ácido fólico em ácido folínico; metabolismo16 da tirosina20 e metabolização microssomal de drogas; síntese de colágeno21; reconstituição dos tecidos e impedindo a propagação dos radicais livres. O Citroplex (vitamina1 C) também desempenha importante papel na proteção do organismo contra infecções22, aumentando a função bactericida no sangue23, participando ainda da formação de anticorpos24. Tem influência múltipla sobre o sangue23, os órgãos hematopoiéticos e os vasos sangüíneos25. Favorece a adesão das células26 endoteliais dos capilares27, a ativação da trombina28 e estimula a medula óssea29 (produção de trombócitos30, leucócitos31 e eritrócitos32, absorção e aproveitamento do ferro e ativação do ácido fólico). O mau abastecimento orgânico de ácido ascórbico (vitamina1 C) pode ocorrer não só em consequência deficiente, mas também devido a distúrbios de absorção, doenças infecciosas e ao estresse. A carência de ácido ascórbico (vitamina1 C) manifesta-se por cansaço, resistência diminuída a infecções22, sangramentos mucosos e cutâneos, retardo no tempo de cicatrização de feridas, gengivites, perda de dentes, anemia33 e alterações cutâneas34 (hiperceratose, obstrução de folículo piloso35 entre outras).

Indlcações de Citroplex

Para rápida correção de estados carenciais de ácido ascórbico (vitamina1 C), como pré-escorbuto36, escorbuto36, doença de Moeller-Barlow. Sintomas37 principais: petéquias38, equimose39, edema40 e sangramento das gengivas, hiperqueratoses, acompanhadas de obstrução dos folículos pilosos e manifestações da síndrome41 de Sjogran; como estimulante das defesas nas épocas de maior perigo da infecção42; para suprir o aumento das necessidades normais (gestação, lactação43, atividade esportista, trabalho intensivo) e patológicos (doenças infecciosas e estados febris). Como suplemento vitamínico para recém-nascidos e prematuros (desenvolvimento de ossos e dentes). Distúrbios de absorção (afecções44 gástricas e intestinais).

Contra-Indicações de Citroplex

CITROPLEX É CONTRA-INDICADO PARA PACIENTES45 PORTADORES DE LITÍASE46 URINÁRIA E OXÁLICA ÚRICA, OUINSUFICIÊNCIA RENAL47; E QUE APRESENTAREM QUALQUER HISTÓRIA DE HIPERSENSIBILIDADE A QUALQUER UM DOS
COMPONENTES DA FÓRMULA.

Precauções de Citroplex

O Citroplex (vitamina1 C) pode interferir com os resultados de alguns exames laboratoriais, e deve ser administrado com cautela
em pacientes portadores de insuficiência renal48.

Interações Medlcamentosas de Citroplex

Salicilatos, barbitúricos ou primidona: podem aumentar a excreção urinária do ácido ascórbico (vitamina1 C).Dexferoxamina: pode potencializar os efeitos tóxicos pelo ferro nos tecidos. Anfetaminas e os antidepressivos tricíclicos: suas proporções ionizadas são aumentadas, diminuindo a reabsorção tubular destas
substâncias, conseqüentemente, seus efeitos. Dissulfiram: o uso especialmente crônico49 ou em altas doses de ácido ascórbico (vitamina1 C), pode interferir com a interação dissulfiramálcool;
Ácido para-aminossalicílico (PAS): em doses elevadas, aumenta a possibilidade de cristalúria pelo PAS sob a forma de ácido livre, sendo esta diminuída quando se utiliza o sal sódico do PAS.

Reações Adversas de Citroplex

Pouco freqüentes e de pequena intensidade, compreendem queixas de perturbações digestivas, principalmente diarréia7,
pirose50, aumento da diurese51, náuseas52 e vômitos53. O uso de doses elevadas do Citroplex (vitamina1 C), por tempo prolongado, pode ocasionar escorbuto36 de rebote. Em pacientes predispostos, o uso de doses de Citroplex acima de 1g/dia, pode desencadear aparição de litíase46 oxálica ou úrica. Citroplex gotas contém o corante amarelo de TARTRAZINA (FDC nº5) que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma13 brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico.
ALTERAÇÕES EM EXAMES CLÍNICOS E LABORATORIAIS
O ácido ascórbico (vitamina1 C) pode interferir com os resultados de alguns exames laboratoriais para a determinação de glicemia54, glicosúria55 e níveis séricos de transaminases, desidrogenase láctica56 e bilirrubina57. Pode ocasionar resultados falsamente negativos em pesquisas de sangue23 oculto nas fezes. É necessário interromper o uso antes desses exames.

Posologia de Citroplex

As quantidades de Citroplex dependem das circunstâncias. Na terapia de substituição, a dose suficiente está compreendida entre 100 e 200mg. No escorbuto36, a dose diária é de 200 a 500mg.As seguintes doses são indicadas na terapia de reposição:
Gotas: - Lactentes58: 100 mg ao dia;
Crianças: 100 mg a 200 mg ao dia;
Adolescentes: 200 mg a 300 mg, 2 vezes ao dia;
Adultos: 300 mg a 400 mg, 3 a 4 vezes ao dia.
Doses maiores, segundo a necessidade.
Comprimidos: - Adultos: 1 comprimido (500 mg), 3 a 4 vezes ao dia.
Crianças: Critério médico.

Superdose de Citroplex

Não existem relatos de intoxicação por superdose do ácido ascórbico ( vitamina1 C). Em caso de reações adversas, suspender o uso do produto e, se necessário, utilizar medicação sintomática59. Removível por hemodiálise60.

Pacientes Idosos de Citroplex

O uso em pacientes idosos (acima de 60 anos) requer prescrição e acompanhamento médico.

CITROPLEX - Laboratório

NEO QUIMICA
Rua VPR 1, Quadra 2-A, Mód. 4
Anápolis/GO - CEP: 75133600
Tel: (62 )316-1055
Fax: (62 )316-1022

Ver outros medicamentos do laboratório "NEO QUIMICA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
2 Sacarina: Adoçante sem calorias e sem valor nutricional.
3 Sorbitol: Adoçante com quatro calorias por grama. Substância produzida pelo organismo em pessoas com diabetes e que pode causar danos aos olhos e nervos.
4 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
5 Trato Urinário:
6 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
7 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
8 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
9 Disúria: Dificuldade para urinar. Pode produzir ardor, dor, micção intermitente, etc. Em geral corresponde a uma infecção urinária.
10 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
11 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
12 Cólicas: Dor aguda, produzida pela dilatação ou contração de uma víscera oca (intestino, vesícula biliar, ureter, etc.). Pode ser de início súbito, com exacerbações e períodos de melhora parcial ou total, nos quais o paciente pode estar sentindo-se bem ou apresentar dor leve.
13 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
14 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
15 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
16 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
17 Tecido conjuntivo: Tecido que sustenta e conecta outros tecidos. Consiste de CÉLULAS DO TECIDO CONJUNTIVO inseridas em uma grande quantidade de MATRIZ EXTRACELULAR.
18 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
19 Noradrenalina: Mediador químico do grupo das catecolaminas, liberado pelas fibras nervosas simpáticas, precursor da adrenalina na parte interna das cápsulas das glândulas suprarrenais.
20 Tirosina: É um dos aminoácidos polares, sem carga elétrica, que compõem as proteínas, caracterizado pela cadeia lateral curta na qual está presente um anel aromático e um grupamento hidroxila.
21 Colágeno: Principal proteína fibrilar, de função estrutural, presente no tecido conjuntivo de animais.
22 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
23 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
24 Anticorpos: Proteínas produzidas pelo organismo para se proteger de substâncias estranhas como bactérias ou vírus. As pessoas que têm diabetes tipo 1 produzem anticorpos que destroem as células beta produtoras de insulina do próprio organismo.
25 Vasos sangüíneos: Órgãos em forma de tubos que se ramificam por todo o organismo. Existem três tipos principais de vasos sangüíneos que são as artérias, veias e capilares.
26 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
27 Capilares: Minúsculos vasos que conectam as arteríolas e vênulas.
28 Trombina: Enzima presente no plasma. Ela catalisa a conversão do fibrinogênio em fibrina, participando do processo de coagulação sanguínea.
29 Medula Óssea: Tecido mole que preenche as cavidades dos ossos. A medula óssea apresenta-se de dois tipos, amarela e vermelha. A medula amarela é encontrada em cavidades grandes de ossos grandes e consiste em sua grande maioria de células adiposas e umas poucas células sangüíneas primitivas. A medula vermelha é um tecido hematopoiético e é o sítio de produção de eritrócitos e leucócitos granulares. A medula óssea é constituída de um rede, em forma de treliça, de tecido conjuntivo, contendo fibras ramificadas e preenchida por células medulares.
30 Trombócitos: Células em formato de discos e que não apresentam núcleo. São formadas no megacariócito e são encontradas no sangue de todos os mamíferos. Encontram-se envolvidas principalmente na coagulação sangüínea. Sinônimos: Trombócitos
31 Leucócitos: Células sangüíneas brancas. Compreendem tanto os leucócitos granulócitos (BASÓFILOS, EOSINÓFILOS e NEUTRÓFILOS) como os não granulócitos (LINFÓCITOS e MONÓCITOS). Sinônimos: Células Brancas do Sangue; Corpúsculos Sanguíneos Brancos; Corpúsculos Brancos Sanguíneos; Corpúsculos Brancos do Sangue; Células Sanguíneas Brancas
32 Eritrócitos: Células vermelhas do sangue. Os eritrócitos maduros são anucleados, têm forma de disco bicôncavo e contêm HEMOGLOBINA, cuja função é transportar OXIGÊNIO. Sinônimos: Corpúsculos Sanguíneos Vermelhos; Corpúsculos Vermelhos Sanguíneos; Corpúsculos Vermelhos do Sangue; Glóbulos Vermelhos; Hemácias
33 Anemia: Condição na qual o número de células vermelhas do sangue está abaixo do considerado normal para a idade, resultando em menor oxigenação para as células do organismo.
34 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
35 Folículo Piloso: Invaginação (forma de tubo) da EPIDERME, a partir da qual se desenvolve o folículo piloso e se abrem as GLÂNDULAS SEBÁCEAS. O folículo é revestido por uma bainha (radicular interna e externa) de células de origem epidérmica e revestido por uma bainha fibrosa originada da derme. (Tradução livre do original
36 Escorbuto: Doença aguda ou crônica causada pela carência de vitamina C, caracterizada por hemorragias, alteração das gengivas e queda da resistência às infecções.
37 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
38 Petéquias: Pequenas lesões da pele ou das mucosas, de cor vermelha ou azulada, características da púrpura. São lesões hemorrágicas, que não desaparecem à pressão, cujo tamanho não ultrapassa alguns milímetros.
39 Equimose: Mancha escura ou azulada devido à infiltração difusa de sangue no tecido subcutâneo. A maioria aparece após um traumatismo, mas pode surgir espontaneamente em pessoas que apresentam fragilidade capilar ou alguma coagulopatia. Após um período de tempo variável, a equimose desaparece passando por diferentes gradações: violácea, acastanhada, esverdeada e amarelada.
40 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
41 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
42 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
43 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
44 Afecções: Quaisquer alterações patológicas do corpo. Em psicologia, estado de morbidez, de anormalidade psíquica.
45 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
46 Litíase: Estado caracterizado pela formação de cálculos em diferentes regiões do organismo. A composição destes cálculos e os sintomas que provocam variam de acordo com sua localização no organismo (vesícula biliar, ureter, etc.).
47 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
48 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
49 Crônico: Descreve algo que existe por longo período de tempo. O oposto de agudo.
50 Pirose: Sensação de dor epigástrica semelhante a uma queimadura, ela pode ser acompanhada de regurgitação de suco gástrico para dentro do esôfago; azia.
51 Diurese: Diurese é excreção de urina, fenômeno que se dá nos rins. É impróprio usar esse termo na acepção de urina, micção, freqüência miccional ou volume urinário. Um paciente com retenção urinária aguda pode, inicialmente, ter diurese normal.
52 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
53 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
54 Glicemia: Valor de concentração da glicose do sangue. Seus valores normais oscilam entre 70 e 110 miligramas por decilitro de sangue (mg/dl).
55 Glicosúria: Presença de glicose na urina.
56 Láctica: Diz-se de ou ácido usado como acidulante e intermediário químico; lática.
57 Bilirrubina: Pigmento amarelo que é produto da degradação da hemoglobina. Quando aumenta no sangue, acima de seus valores normais, pode produzir uma coloração amarelada da pele e mucosas, denominada icterícia. Pode estar aumentado no sangue devido a aumento da produção do mesmo (excesso de degradação de hemoglobina) ou por dificuldade de escoamento normal (por exemplo, cálculos biliares, hepatite).
58 Lactentes: Que ou aqueles que mamam, bebês. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
59 Sintomática: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
60 Hemodiálise: Tipo de diálise que vai promover a retirada das substâncias tóxicas, água e sais minerais do organismo através da passagem do sangue por um filtro. A hemodiálise, em geral, é realizada 3 vezes por semana, em sessões com duração média de 3 a 4 horas, com o auxílio de uma máquina, dentro de clínicas especializadas neste tratamento. Para que o sangue passe pela máquina, é necessária a colocação de um catéter ou a confecção de uma fístula, que é um procedimento realizado mais comumente nas veias do braço, para permitir que estas fiquem mais calibrosas e, desta forma, forneçam o fluxo de sangue adequado para ser filtrado.

Tem alguma dúvida sobre CITROPLEX?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.