Centroliv Homem +50

KRESS FARMACEUTICA LTDA

Atualizado em 12/08/2020

INFORMAÇÃO AO CONSUMIDOR

Centroliv Energy
Suplemento vitamínico e mineral
Comprimidos

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO:

Comprimido 
Frasco com 30 comprimidos

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL:

Cada comprimido (1,26 g) contém:

Valor energético 0 kcal – 0 kJ
Carboidratos, dos quais: 0 g
    Açúcar1 0 g
Vitamina2 A 210 mcg
Vitamina2 D3 5,0 mcg
Vitamina2 E 5,0 mg
Ácido Fólico 120 mcg
Vitamina2 B5 3,8 mg
Vitamina2 B3 8,0 mg
Vitamina2 B1 1,2 mg
Vitamina2 B12 2,4 mcg
Vitamina2 B2 1,3 mg
Vitamina2 B6 1,3 mg
Vitamina2 C 45 mg
Vitamina2 K1 16 mcg
Cobre 495 mcg
Cromo 26 mcg
Iodo 65 mcg
Magnésio 65 mg
Manganês 2,3 mg
Molibdênio 27 mcg
Selênio 27 mcg
Zinco 5,6 mg
excipiente q.s.p. 1 comprimido

Não contém quantidades significativas de valor energético, carboidratos, proteínas3, gorduras totais, gorduras saturadas4, gorduras trans5, fibra alimentar e sódio.

Porcentagem da Ingestão Diária Recomendada (IDR) na posologia de 1 comprimido:

Conteúdo IDR (%)
Vitamina2 A 35%
Vitamina2 D3 100%
Vitamina2 E 50%
Ácido Fólico 50%
Vitamina2 B5 75%
Vitamina2 B3 50%
Vitamina2 B1 100%
Vitamina2 B12 100%
Vitamina2 B2 100%
Vitamina2 B6 100%
Vitamina2 C 100%
Vitamina2 K1 25%
Cobre 50%
Cromo 75%
Iodo 50%
Magnésio 25%
Manganês 100%
Molibdênio 60%
Selênio 80%
Zinco 80%

Finalidade de uso

Centroliv® Homem +50 é um suplemento vitamínico e mineral desenvolvido para atender as necessidades nutricionais específicas dos homens a partir dos 50 anos.

Componentes

Centroliv® Energy contém em sua formulação:

Vitamina2 A (betacaroteno): contribui para o desenvolvimento e manutenção do tecido epitelial6, dos órgãos de reprodução7, ação protetora na pele8 e mucosas9, papel essencial na função da retina10 e no desenvolvimento normal dos dentes. Ajuda no funcionamento adequado do sistema imunológico11 e confere elementos de defesa contra as infecções12.

Vitamina2 B1 (tiamina): auxilia no metabolismo13, especialmente dos carboidratos. Indispensável para o funcionamento do sistema nervoso14.

Vitamina2 B2 (riboflavina): é necessária para a produção de energia. Indispensável para a pele8 e os nervos.

Vitamina2 B3 (niacinamida): estimula a circulação15, importante nas funções cerebrais e revitalização da pele8, também na manutenção do sistema nervoso14 e do aparelho digestório16.

Vitamina2 B5 (ácido pantotênico): auxilia no metabolismo13 em geral, apresentando papel essencial na regulação dos processos de suprimento de energia.

Vitamina2 B6 (piridoxina): além de essencial para o funcionamento do sistema nervoso14, contribui para o metabolismo13 de aminoácidos, formação das células sanguíneas17 e produção de anticorpos18.

Vitamina2 B12 (cianocobalamina): ajuda no crescimento normal das hemácias19. Sua falta provoca anemia20.

Vitamina2 B9 (ácido fólico): é essencial para o crescimento correto e para o funcionamento adequado do sistema nervoso14 e da medula óssea21.

Vitamina2 C (ácido ascórbico): antioxidante, auxilia na defesa contra infecções12, ajuda na produção e manutenção do colágeno22, contribui para o desenvolvimento dos ossos, favorece a cicatrização e a absorção do ferro.

Vitamina2 D3 (colecalciferol): regula os níveis de cálcio e fósforo no sangue23, indispensáveis para a formação de ossos e dentes sadios.

Vitamina2 E (tocoferol): antioxidante, protege as membranas celulares. Importante para o funcionamento normal de nervos e músculos24. É fundamental para o funcionamento dos órgãos reprodutores do homem e da mulher, auxiliando a fertilidade.

Vitamina2 K1 (fitomenadiona): é importante para a coagulação25 do sangue23 e função protetora na saúde26 dos ossos. Existem evidências de que a vitamina2 K1 atue tanto no desenvolvimento precoce do esqueleto27 quanto na manutenção do osso maduro sadio.

Cobre (Cu): é essencial para diversas funções orgânicas, como a mobilização de ferro para a síntese da hemoglobina28 e a formação dos tecidos conjuntivos.

Cromo (Cr): é um co-fator da insulina29, por isso está associado ao metabolismo13 da glicose30 e na regulação de suas taxas.

Iodo (I): age na formação dos hormônios da tireóide. Auxilia no desenvolvimento físico e mental.

Magnésio (Mg): é necessário para o metabolismo13 de carboidratos, síntese de proteínas3 e ácidos nucléicos, contração muscular e transmissão de impulsos nervosos.

Manganês (Mn): ativa numerosas enzimas implicadas na síntese do tecido conjuntivo31, na regulação da glicose30, na proteção das células32 contra os radicais livres e nas atividades neuro-hormonais.

Molibdênio (Mo): é um componente essencial como ativador de várias enzimas do organismo.

Selênio (Se): é antioxidante, associado ao metabolismo13 de gorduras e de vitamina2 E. É indispensável em todas as situações de estresse orgânico que ocorrem nas mais diversas patologias.

Zinco (Zn): é conhecido por sua função antioxidante e desempenha importante papel na manutenção do sistema imunológico11 e na reparação celular.

Modo de usar

Uso interno.

Ingerir 01 (um) comprimido ao dia.

Consumir este produto conforme a recomendação de ingestão diária constante da embalagem. Gestantes, nutrizes33 e crianças de até 03 (três) anos, somente devem consumir este produto sob orientação de nutricionista34 ou médico.

Cuidados de conservação

Conservar em temperatura ambiente (15–30°C). Proteger da luz e umidade.

ISENTO DE CALORIAS35 - NÃO CONTÉM AÇÚCARES.
NÃO CONTÉM GLÚTEN36.
ALÉRGICOS: PODE CONTER DERIVADOS DE SOJA.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
2 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
3 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
4 Gorduras saturadas: Elas são encontradas principalmente em produtos de origem animal. Em temperatura ambiente, apresentam-se em estado sólido. Estão nas carnes vermelhas e brancas (principalmente gordura da carne e pele das aves e peixes), leite e seus derivados integrais (manteiga, creme de leite, iogurte, nata) e azeite de dendê.
5 Gorduras trans: Tipo específico de gordura formada por um processo de hidrogenação natural (ocorrido no rúmen de animais) ou industrial. Esta hidrogenação industrial transforma óleos vegetais líquidos em gordura sólida à temperatura ambiente e são utilizadas para melhorar a consistência dos alimentos e também aumentar a vida de prateleira de alguns produtos. Mas o consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras trans pode causar aumento do colesterol total e do colesterol ruim (LDL-colesterol) e também redução dos níveis de colesterol bom (HDL-colesterol).
6 Tecido epitelial: Tecido epitelial ou epitélio é um tecido constituído por células justapostas, ou seja, intimamente unidas entre si. Sua principal função é revestir a superfície externa do corpo, os órgãos e as cavidades corporais internas. Os epitélios são eficientes barreiras contra a entrada de agentes invasores e a perda de líquidos corporais. Eles têm também funções secretoras, sensoriais e de absorção. O tecido epitelial é um dos quatro tipos de tecidos básicos do nosso organismo, juntamente com os tecidos conjuntivo, muscular e nervoso.
7 Reprodução: 1. Função pela qual se perpetua a espécie dos seres vivos. 2. Ato ou efeito de reproduzir (-se). 3. Imitação de quadro, fotografia, gravura, etc.
8 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
9 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
10 Retina: Parte do olho responsável pela formação de imagens. É como uma tela onde se projetam as imagens: retém as imagens e as traduz para o cérebro através de impulsos elétricos enviados pelo nervo óptico. Possui duas partes: a retina periférica e a mácula.
11 Sistema imunológico: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
12 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
13 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
14 Sistema nervoso: O sistema nervoso é dividido em sistema nervoso central (SNC) e o sistema nervoso periférico (SNP). O SNC é formado pelo encéfalo e pela medula espinhal e a porção periférica está constituída pelos nervos cranianos e espinhais, pelos gânglios e pelas terminações nervosas.
15 Circulação: 1. Ato ou efeito de circular. 2. Facilidade de se mover usando as vias de comunicação; giro, curso, trânsito. 3. Movimento do sangue, fluxo de sangue através dos vasos sanguíneos do corpo e do coração.
16 Aparelho digestório: O aparelho digestório ou digestivo realiza a digestão, processo que transforma os alimentos em substâncias passíveis de serem absorvidas pelo organismo. Os materiais não absorvidos são eliminados por este sistema. Ele é composto pelo tubo digestivo e por glândulas anexas.
17 Células Sanguíneas: Células encontradas no líquido corpóreo circulando por toda parte do SISTEMA CARDIOVASCULAR.
18 Anticorpos: Proteínas produzidas pelo organismo para se proteger de substâncias estranhas como bactérias ou vírus. As pessoas que têm diabetes tipo 1 produzem anticorpos que destroem as células beta produtoras de insulina do próprio organismo.
19 Hemácias: Também chamadas de glóbulos vermelhos, eritrócitos ou células vermelhas. São produzidas no interior dos ossos a partir de células da medula óssea vermelha e estão presentes no sangue em número de cerca de 4,5 a 6,5 milhões por milímetro cúbico, em condições normais.
20 Anemia: Condição na qual o número de células vermelhas do sangue está abaixo do considerado normal para a idade, resultando em menor oxigenação para as células do organismo.
21 Medula Óssea: Tecido mole que preenche as cavidades dos ossos. A medula óssea apresenta-se de dois tipos, amarela e vermelha. A medula amarela é encontrada em cavidades grandes de ossos grandes e consiste em sua grande maioria de células adiposas e umas poucas células sangüíneas primitivas. A medula vermelha é um tecido hematopoiético e é o sítio de produção de eritrócitos e leucócitos granulares. A medula óssea é constituída de um rede, em forma de treliça, de tecido conjuntivo, contendo fibras ramificadas e preenchida por células medulares.
22 Colágeno: Principal proteína fibrilar, de função estrutural, presente no tecido conjuntivo de animais.
23 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
24 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
25 Coagulação: Ato ou efeito de coagular(-se), passando do estado líquido ao sólido.
26 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
27 Esqueleto:
28 Hemoglobina: Proteína encarregada de transportar o oxigênio desde os pulmões até os tecidos do corpo. Encontra-se em altas concentrações nos glóbulos vermelhos.
29 Insulina: Hormônio que ajuda o organismo a usar glicose como energia. As células-beta do pâncreas produzem insulina. Quando o organismo não pode produzir insulna em quantidade suficiente, ela é usada por injeções ou bomba de insulina.
30 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
31 Tecido conjuntivo: Tecido que sustenta e conecta outros tecidos. Consiste de CÉLULAS DO TECIDO CONJUNTIVO inseridas em uma grande quantidade de MATRIZ EXTRACELULAR.
32 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
33 Nutrizes: Mulheres que amamentam; amas de leite; que alimentam.
34 Nutricionista: Especialista em nutricionismo, ou seja, especialista no estudo das necessidades alimentares dos seres humanos e animais, e dos problemas relativos à nutrição.
35 Calorias: Dizemos que um alimento tem “x“ calorias, para nos referirmos à quantidade de energia que ele pode fornecer ao organismo, ou seja, à energia que será utilizada para o corpo realizar suas funções de respiração, digestão, prática de atividades físicas, etc.
36 Glúten: Substância viscosa, extraída de cereais, depois de eliminado o amido. É uma proteína composta pela mistura das proteínas gliadina e glutenina.

Tem alguma dúvida sobre Centroliv Homem +50?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.