TECNID

ATIVUS

Atualizado em 09/12/2014

            Tecnid  Secnidazol

- FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES
Comprimidos de 1000 mg
- caixa com 2 comprimidos. Pó oral de 450 mg - caixa com 1 frasco (15 ml após reconstituição). Pó oral de 900 mg - caixa com 1 frasco (30 ml após reconstituição).  
USO ADULTO E/OU PEDIÁTRICO  

Composição   de Tecnid

Comprimido de 1000 mg - cada comprimido contém:  Secnidazol 1000 mg  Excipiente: Amido de Milho, Estearato de Magnésio, Talco, Copolímero Ácido Metacrílico, Polietilenoglicol, Dióxido de Titânio, Acetona, Gluconato Amido Sódico, Polivinilpirrolidona K, Dióxido de Silício.  Pó oral (450 mg ou 900 mg) - cada 5 ml de suspensão reconstituída contém:  Secnidazol 150 mg  Excipiente: Aspartame1, Dióxido de Silício, Dextrates, Aroma, Polivinilpirrolidona e Açúcar2.  

-INFORMAÇÕES AO PACIENTE  Devido à sua propriedade parasiticida, TECNID (Secnidazol), está indicado para o tratamento de patologias, tais como: Tricomoníase, Amebíase e Giardíase.  
Cuidados na Conservação: O medicamento deve ser conservado ao abrigo do calor excessivo, da umidade, da luz e em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C).  
Prazo de validade: 24 meses após a data de fabricação.  Verifique o prazo de validade no cartucho  
Não utilize medicamentos com o prazo de validade vencido.  gravidez3 e Lactação4
 O Secnidazol atravessa a placenta até o feto5 e, portanto, seu uso na gravidez3 está contra-indicado. Estudos realizados, até o presente momento, não são suficientes para o uso seguro deste medicamento sem riscos para o feto5, principalmente, no primeiro trimestre, e seu uso nos demais períodos de gestação somente deverá ser estabelecido após a tentativa com outras terapias. Informe seu médico a ocorrência de gravidez3 na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe seu médico se estiver amamentando.  
Cuidados na administração  O Secnidazol deve ser administrado via oral, podendo ser tomado juntamente com as refeições, em dose única, e preferencialmente à noite. Caso não seja possível que a administração se faça em dose única, administrar os comprimidos em doses alternadas, em intervalos de tempo pequenos, nunca superiores à 30 minutos.  As parasitoses intestinais são muito comuns em nossa população, porém, medidas básicas podem reduzir a chance de infecção6, entre elas: lavagem das mãos7 antes das refeições e após defecar, comer de preferência alimentos cozidos, beber água pré-filtrada ou fervida, manter as unhas8 cortadas, comer de preferência verduras frescas e lavadas em água corrente, evitar andar descalço e não nadar ou pisar em águas paradas.  Siga as orientações do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.  Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.  
Reações Adversas  Informe a seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, tais como : náuseas9, vômitos10, dor de estômago11, gosto metálico na boca12, estomatite13 e reações alérgicas.  
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.  
Ingestão concomitante com outras substâncias
 O uso de Secnidazol juntamente com dissulfiram e varfarina não é recomendado.  Informar a seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento.  

-Contra-indicações e Precauções  
TECNID
(Secnidazol) é contra-indicado em casos de hipersensibilidade ao Secnidazol ou à qualquer um dos componentes de sua formulação, bem como em estados de gravidez3 e lactação4.  Como acontece com outros imidazólicos, deve-se evitar a ingestão de bebidas alcóolicas durante o tratamento com secnidazol  e até 4 dias após o seu término.  
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE14.  

Informações Técnicas   de Tecnid

- Farmacologia15 de Tecnid

O Secnidazol é um derivado dos nitroimidazóis dotado de poderosa atividade parasiticida. Alguns estudos recentes têm demonstrado que o secnidazol pode ser uma terapêutica16 alternativa para as vaginites inesperadas (geralmente provocadas pela Gardnerella vaginalis).  A ação dos nitroimidazólicos se faz provavelmente pela inibição da síntese do DNA, além de degradar os DNAs já existentes. Esta inibição leva a alterações da síntese protéica, membrana celular17 do microrganismo e conseqüentemente morte do mesmo.  

- Farmacocinética de Tecnid

O Secnidazol é rapidamente absorvido pelo trato gastrintestinal. Atinge a concentração plasmática máxima dentro de 3 horas. Sua meia-vida é cerca de 20 horas. Atravessa a barreira placentária e é excretado no leite materno. Sua eliminação ocorre essencialmente pela urina18 (16% da dose ingerida é eliminada em 72 horas).  

- INDICAÇÕES  
TECNID (Secnidazol) está indicado nos casos de Tricomoníase, Amebíase intestinal e hepática19 e Giardíase.  

- CONTRA-INDICAÇÕES:
TECNID
(Secnidazol) está contra-indicado em casos de hipersensibilidade aos derivados imidazólicos ou à qualquer um dos componentes da fórmula, em casos de suspeita de gravidez3 (nos três primeiros meses desta) e aleitamento.  

- ADVERTÊNCIAS:
Como acontece com outros imidazólicos, deve-se evitar a ingestão de bebidas alcóolicas durante o tratamento com Secnidazol. As posologias devem ser diminuídas de acordo com o valor da depuração plasmática da creatinina20 em pacientes com comprometimento renal21. Pode ocorrer sensibilidade cruzada com outros antifúngicos (cetoconazol, itraconazol e miconazol).  O risco/benefício deve ser avaliado em situações clínicas como: hipersensibilidade aos imidazólicos, gravidez3, comprometimento das funções hepática19 e renal21.  Recomenda-se a monitorização periódica quanto às concentrações plasmáticas de uréia22, creatinina20 e da função hepática19.  

- INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS:
Evitar a ingestão concomitante de Secnidazol com: dissulfiram (risco de surto delirante, estado confusional) e varfarina (aumenta o efeito anticoagulante23). No caso do uso concomitante com anticoagulantes24 orais, recomenda-se controles freqüentes da taxa de protrombina25 e adaptação posológica de anticoagulantes24 orais durante o tratamento com secnidazol e 8 dias após o seu término. Pode ocorrer efeito antabuse26 se ingerido concomitantemente com bebidas alcóolicas.  Há evidências que a fenitoína pode acelerar o metabolismo27 dos imidazólicos. As concentrações plasmáticas dos imidazóis são diminuídas pela administração de fenobarbital, com uma conseqüente redução na efetividade dos imidazóis. A cimetidina pode aumentar a concentração de imidazóis.  Os médicos deverão observar que, embora estudos de interações medicamentosas com outras drogas não tenham sido realizados, tais interações poderão ocorrer.  

- REAÇÕES ADVERSAS/EFEITOS COLATERAIS28: Podem ocorrer reações adversas, tais como : distúrbios digestivos; náuseas9, gastralgia29, alteração do paladar30 (gosto metálico), glossites, estomatites, erupções urticariformes e leucopenia31 moderada, mas reversíveis com a suspensão do tratamento. Mais raramente, podem ocorrer: vertigens32, fenômenos de incoordenação e ataxia33, parestesias34 e polineurites sensitivo motoras.  

- POSOLOGIA
Tricomoníase: Adultos : Dose unitária de 2 g (2 comprimidos de 1000 mg) ; a mesma dose para o cônjuge.  •  Amebíase intestinal e giardíase: Adultos : Dose única de 2 g ( 2 comprimidos de 1000 mg) ;  Crianças : Suspensão : dose única de 30 mg/kg/dia (máximo de 2 g ), ou seja, 1 ml/kg de peso, tomada única.  •  Amebíase hepática19: Crianças : Suspensão : Dose única diária de 30 mg/kg/dia ( máximo de 2 g ), durante 5 a 7 dias, ou seja, 1 ml/kg de peso durante 5 a 7 dias.  Instruções para preparo da suspensão:  1) Rompa o lacre do frasco;  2) Adicione a água filtrada no frasco com o pó até a marca indicada no rótulo;  3) Agite vigorosamente até homogeneização da solução;  4) Meça o volume indicado no frasco medida;  5) Após reconstituição, guarde em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz e em temperatura ambiente.  6) Desprese o produto após 7 (sete) dias da resconstituição.  

- Advertências e Recomendações para Pacientes35 com idade superior a 65 anos: Até o momento, não existe qualquer restrição para o uso do medicamento nesta faixa etária.  

- SUPERDOSAGEM:
Quando ocorrer superdose, o tratamento a ser adotado, inclui, se necessário, medidas de suporte e lavagem gástrica36.  VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA  

TECNID - Laboratório

ATIVUS
Rua Fonte Mécia, 2050 - São Pedro
Valinhos/SP - CEP: 13270-000
Tel: (19) 3849 8600
Site: http://www.ativus.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "ATIVUS"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Aspartame: Adoçante com quase nenhuma caloria e sem valor nutricional.
2 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
5 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
6 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
7 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
8 Unhas: São anexos cutâneos formados por células corneificadas (queratina) que formam lâminas de consistência endurecida. Esta consistência dura, confere proteção à extremidade dos dedos das mãos e dos pés. As unhas têm também função estética. Apresentam crescimento contínuo e recebem estímulos hormonais e nutricionais diversos.
9 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
10 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
11 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
12 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
13 Estomatite: Inflamação da mucosa oral produzida por infecção viral, bacteriana, micótica ou por doença auto-imune. É caracterizada por dor, ardor e vermelhidão da mucosa, podendo depositar-se sobre a mesma uma membrana brancacenta (leucoplasia), ou ser acompanhada de bolhas e vesículas.
14 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
15 Farmacologia: Ramo da medicina que estuda as propriedades químicas dos medicamentos e suas respectivas classificações.
16 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
17 Membrana Celular: Membrana seletivamente permeável (contendo lipídeos e proteínas) que envolve o citoplasma em células procarióticas e eucarióticas.
18 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
19 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
20 Creatinina: Produto residual das proteínas da dieta e dos músculos do corpo. É excretada do organismo pelos rins. Uma vez que as doenças renais progridem, o nível de creatinina aumenta no sangue.
21 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
22 Ureia: 1. Resíduo tóxico produzido pelo organismo, resulta da quebra de proteínas pelo fígado. É normalmente removida do organismo pelos rins e excretada na urina. 2. Substância azotada. Composto orgânico cristalino, incolor, de fórmula CO(NH2)2 (ou CH4N2O), com um ponto de fusão de 132,7 °C.
23 Anticoagulante: Substância ou medicamento que evita a coagulação, especialmente do sangue.
24 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
25 Protrombina: Proteína plasmática inativa, é a precursora da trombina e essencial para a coagulação sanguínea.
26 Efeito Antabuse: É um quadro conseqüente à interação de derivados imidazólicos (cetoconazol, itraconazol, miconazol, etc.) com álcool. Caracteriza-se por mal-estar, náuseas, tonturas e “gosto metálico na boca”.
27 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
28 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
29 Gastralgia: Dor no estômago; cólica gástrica, gastrodinia.
30 Paladar: Paladar ou sabor. Em fisiologia, é a função sensorial que permite a percepção dos sabores pela língua e sua transmissão, através do nervo gustativo ao cérebro, onde são recebidos e analisados.
31 Leucopenia: Redução no número de leucócitos no sangue. Os leucócitos são responsáveis pelas defesas do organismo, são os glóbulos brancos. Quando a quantidade de leucócitos no sangue é inferior a 6000 leucócitos por milímetro cúbico, diz-se que o indivíduo apresenta leucopenia.
32 Vertigens: O termo vem do latim “vertere” e quer dizer rodar. A definição clássica de vertigem é alucinação do movimento. O indivíduo vê os objetos do ambiente rodarem ao seu redor ou seu corpo rodar em relação ao ambiente.
33 Ataxia: Reflete uma condição de falta de coordenação dos movimentos musculares voluntários podendo afetar a força muscular e o equilíbrio de uma pessoa. É normalmente associada a uma degeneração ou bloqueio de áreas específicas do cérebro e cerebelo. É um sintoma, não uma doença específica ou um diagnóstico.
34 Parestesias: São sensações cutâneas subjetivas (ex.: frio, calor, formigamento, pressão, etc.) que são vivenciadas espontaneamente na ausência de estimulação.
35 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
36 Lavagem gástrica: É a introdução, através de sonda nasogástrica, de líquido na cavidade gástrica, seguida de sua remoção.

Tem alguma dúvida sobre TECNID?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.