Castanha da Índia Composta Makrofarma

Infabra Ind. Farm. Bras. Ltda.

Atualizado em 02/02/2021

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Castanha da Índia Composta Makrofarma
Aesculus hippocastanum L. (Castanha da Índia) + Smilax papyraceae L. (Salsaparrilha) + Polygonum acre L. (Erva de Bicho) + Rutina
Drágeas1

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO:

Drágeas1
Cartucho com 30 ou 60 drágeas1

USO ORAL
USO ADULTO ACIMA DE 12 ANOS

COMPOSIÇÃO:

Cada drágea2 de Castanha da Índia Composta Makrofarma contém:

extrato seco de Aesculus hippocastanum L. 10mg
extrato seco de Smilax papyraceae L. 40mg
extrato seco de Polygonum acre L. 10mg
rutina 20mg
excipiente q.s.p.  1 drágea2

Excipientes: amido de milho, acetato de polivinila, carbonato de cálcio, estearato de magnésio, talco, sacarose, goma arábica, eritrosina.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Castanha da Índia Composta Makrofarma é indicada para o tratamento dos casos de fragilidade capilar3 e insuficiência4 venosa (vasos sanguíneos5 frágeis e com pouca elasticidade6 e contração).

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

Castanha da Índia Composta Makrofarma aumenta a contração (tônus do sistema venoso7) e a resistência dos vasos capilares8.

Esta última propriedade favorecida pela Rutina, como terapêutica9 geral nos casos de veias10 varicosadas

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Você não deve usar este medicamento se:

  • Tiver hipersensibilidade (alergia11) conhecida aos componentes da fórmula. Caso apresente alergia11 durante o uso, suspenda imediatamente o consumo e procure orientação médica.
  • Apresentar qualquer desordem nos rins12, no fígado13 ou lesões14 no estomago15.
  • Durante a gravidez16 e amamentação17.

Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação do médico ou cirurgião-dentista.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Você não deve tomar mais do que a dose recomendada (superdose), para provocar maior alívio, pois pode causar sérios problemas de saúde18.

Você deve consultar seu médico se os sintomas19 piorarem, se surgirem novos sintomas19.

Populações especiais

Pacientes idosos: não existem restrições ou cuidados especiais quanto ao uso do produto.

Gravidez16 e Lactação20

Informe imediatamente seu médico em caso de suspeita de gravidez16.

Informações importantes sobre um dos componentes do medicamento

Atenção: Este medicamento contém o corante ERITROSINA, que pode, eventualmente, causar reações alérgicas.

Atenção diabéticos: contém AÇÚCAR21 (118 mg de sacarose/drágea2).

Interações medicamentosas

Não deve ser usado em associação com medicamentos que interferem na coagulação22 do sangue23, tais como, anticoagulantes24, coagulantes e ácido acetilsalicílico.

Até o momento, não são conhecidas interações no uso da Castanha da Índia Composta Makrofarma associada a alimentos e outras substâncias químicas, inclusive nicotina e álcool. De modo geral, o uso de bebidas alcoólicas juntamente com medicamentos não é recomendado.

Até o momento, não são conhecidas alterações em exames laboratoriais com o uso da Castanha da Índia Composta Makrofarma.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cuidados de conservação

Conservar em temperatura ambiente (15–30°C), protegido da luz e umidade.

Prazo de validade: 24 meses a partir da data de fabricação. Não use medicamento com o prazo de validade vencido.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem. Para sua segurança, mantenha o medicamento na embalagem original.

Características físicas e organolépticas do produto

As drágeas1 de Castanha da Índia Makrofarma são redondas, de superfície lisa e cor avermelhada.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso você observe alguma mudança no aspecto do medicamento que ainda esteja no prazo de validade, consulte o médico ou o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Após retiradas da embalagem, as drágeas1 devem ser utilizadas imediatamente e ingeridas inteiras com líquido para auxiliar a ingestão.

Posologia

Uso em adultos e crianças maiores de 12 anos: 1 drágea2, de 2 a 3 vezes ao dia.

Intervalos de administração: a cada 6 ou 8 horas.

Duração de tratamento: pode variar conforme cada caso.

Vias de administração: unicamente por via oral.

Limite máximo diário de administração do medicamento: Não exceda a 4 drágeas1, em doses fracionadas, em um período de 24 horas.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas19, procure
orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Caso haja esquecimento, você pode tomar a dose deste medicamento assim que se lembrar, retornando aos intervalos recomendados na posologia. Não exceda a dose recomendada para cada dia.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Em geral, Castanha da Índia Composta Makrofarma é bem tolerada. Efeitos desagradáveis podem ocorrer raramente e sem gravidade.

Reações muito raras (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento): reações alérgicas, dor de cabeça25, náusea26 e irritação da mucosa27 gástrica.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento.

Informe a empresa sobre o aparecimento de reações indesejáveis e problemas com este medicamento, entrando em contato através do Sistema de Atendimento
ao Consumidor (SAC).

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Doses acima da recomendada podem causar vômitos28diarreia29, sede intensa, vermelhidão da face30 e desordens da visão31.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações sobre como proceder.

DIZERES LEGAIS


Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas19 procure orientação médica.
 

Registro MS: 1.1199.0004
Farmacêutico Responsável: Dr. Juarez M. V. Almeida - CRF/RJ nº 8493 

MAKROFARMA QUÍMICA FARMACÊUTICA LTDA.
Rua Aristides Lobo, nº 175 - Rio Comprido – Rio de Janeiro. RJ.
CNPJ: 33.223.157/0001-35


SAC 0800 0257755

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Drágeas: Comprimidos ou pílulas contendo preparado farmacêutico.
2 Drágea: Comprimido ou pílula contendo preparado farmacêutico.
3 Capilar: 1. Na medicina, diz-se de ou tubo endotelial muito fino que liga a circulação arterial à venosa. Qualquer vaso. 2. Na física, diz-se de ou tubo, em geral de vidro, cujo diâmetro interno é diminuto. 3. Relativo a cabelo, fino como fio de cabelo.
4 Insuficiência: Incapacidade de um órgão ou sistema para realizar adequadamente suas funções.Manifesta-se de diferentes formas segundo o órgão comprometido. Exemplos: insuficiência renal, hepática, cardíaca, respiratória.
5 Vasos Sanguíneos: Qualquer vaso tubular que transporta o sangue (artérias, arteríolas, capilares, vênulas e veias).
6 Elasticidade: 1. Propriedade de um corpo sofrer deformação, quando submetido à tração, e retornar parcial ou totalmente à forma original. 2. Flexibilidade, agilidade física. 3. Ausência de senso moral.
7 Sistema venoso: O sistema venoso possui a propriedade de variação da sua complacência, para permitir o retorno de um variável volume sanguíneo ao coração e a manutenção de uma reserva deste volume.
8 Capilares: Minúsculos vasos que conectam as arteríolas e vênulas.
9 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
10 Veias: Vasos sangüíneos que levam o sangue ao coração.
11 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
12 Rins: Órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.
13 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
14 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
15 Estômago: O estômago é o órgão situado logo abaixo do diafragma, mais precisamente entre o esôfago e o duodeno. Ele tem a função de armazenar por pequeno período os alimentos, para que possam ser misturados ao suco gástrico e digeridos.
16 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
17 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
18 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
19 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
20 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
21 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
22 Coagulação: Ato ou efeito de coagular(-se), passando do estado líquido ao sólido.
23 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
24 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
25 Cabeça:
26 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
27 Mucosa: Tipo de membrana, umidificada por secreções glandulares, que recobre cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
28 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
29 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
30 Face: Parte anterior da cabeça que inclui a pele, os músculos e as estruturas da fronte, olhos, nariz, boca, bochechas e mandíbula.
31 Visão: 1. Ato ou efeito de ver. 2. Percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista; sentido da vista. 3. Algo visto, percebido. 4. Imagem ou representação que aparece aos olhos ou ao espírito, causada por delírio, ilusão, sonho; fantasma, visagem. 5. No sentido figurado, concepção ou representação, em espírito, de situações, questões etc.; interpretação, ponto de vista. 6. Percepção de fatos futuros ou distantes, como profecia ou advertência divina.

Tem alguma dúvida sobre Castanha da Índia Composta Makrofarma?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.