BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos

Resultados encontrados para Alcalóides do Ergot:

Klaricid

São exemplos, mas não se resume a: alprazolam, astemizol, carbamazepina, cilostazol, cisaprida, ciclosporina, disopiramida, alcalóides do ergot, lovastatina, metilprednisolona, midazolam, omeprazol, anticoagulantes orais (ex: varfarina), antipsicóticos atípicos (ex: quetiapina), pimozida, quinidina, rifabutina, sildenafila, sinvastatina, tracolimus, terfenadina, triazolam e vimblastina. - [Mais...]

Claritromicina (Suspensão oral 25 mg/mL e 50 mg/mL)

São exemplos, mas não se resume a: alprazolam, astemizol, carbamazepina, cilostazol, cisaprida, ciclosporina, disopiramida, alcalóides do ergot, lovastatina, metilprednisolona, midazolam, omeprazol, anticoagulantes orais (ex: varfarina), antipsicóticos atípicos (ex: quetiapina), pimozida, quinidina, rifabutina, sildenafila, sinvastatina, tracolimus, terfenadina, triazolam e vimblastina. - [Mais...]

KETEK

Sotalol: KETEKR (Telitromicina) tem demonstrado diminuir a Cmáx em 34% e a AUC do sotalol em 20%, devido a diminuição da absorção. O efeito da telitromicina sobre os medicamentos a seguir não foi estudado, porém, tem-se relatado com os macrolídeos: Derivados alcalóides do ergot (tais como ergotamina e diidroergotamina): relatou-se vasoconstrição grave ("ergotismo") com possível necrose das extremidades quando da associação de antibióticos macrolídeos e alcalóides do ergot vasoconstritores. - [Mais...]

Pyloripac

Especialmente com relação à claritromicina, não deve ser utilizada se você estiver fazendo uso dos seguintes medicamentos: astemizol, cisaprida, pimozida e terfenadina e se você estiver com hipocalemia (pouca quantidade de potássio no sangue), pois pode causar um prolongamento do intervalo QT (alteração no eletrocardiograma) e arritmias cardíacas incluindo taquicardia ventricular, fibrilação ventricular e Torsade de Pointes (distúrbio do ritmo cardíaco). A claritromicina também não deve ser utilizada com alcaloides do ergot (por exemplo: ergotamina ou di-hidroergotamina), pois pode resultar em toxicidade ao ergot. A coadministração de claritromicina com midazolam oral é contraindicada. - [Mais...]

MIGRANE

Durante a lactação os riscos do tratamento deverão ser avaliados em relação aos benefícios, pois os alcalóides do Ergot inibem a lactação e podem causar ergotismo no neonato. Interações medicamentosas: o ácido acetilsalicílico apresenta interação medicamentosa com as seguintes drogas: acetazolamida, anticoagulantes orais, hipoglicemiantes, metotrexato e probenecida. - [Mais...]

Claritromicina (Comprimido 500 mg)

Também está contraindicada se você estiver fazendo uso de um dos seguintes medicamentos: astemizol, cisaprida, pimozida e terfenadina, e se você estiver com hipocalemia (pouca quantidade de potássio no sangue), pois pode causar um prolongamento do intervalo QT (alteração no eletrocardiograma) e arritmias cardíacas incluindo taquicardia ventricular, fibrilação ventricular e Torsades de Pointes (distúrbio no ritmo cardíaco). O uso deste medicamento com alcaloides de ergot (exemplo: ergotamina ou di-hidroergotamina) é contraindicado, pois pode resultar em toxicidade ao ergot. A coadministração deste medicamento com midazolam oral é contraindicada. - [Mais...]

CLAMICIN

Como ocorre com outros macrolídeos, o uso de claritromicina pode elevar os níveis séricos de medicações concomitantes, metabolizadas pelo sistema do citocromo P450 (por ex.: warfarina, alcalóides do ergot, triazolam, midazolam, ciclosporina). Elevação nas concentrações séricas de digoxina foram relatadas em pacientes que receberam concomitantemente claritromicina comprimidos e digoxina. - [Mais...]

BROMOCRIPTINA

Contra-Indicações da Bromocriptina Gravidez diagnosticada ou presumida. Hipersensibilidade à bromocriptina ou outros alcalóides do ergot. Toxemia gravídica. Hipertensão arterial no pós-parto e puerpério. Função hepática deficitária (necessária uma diminuição da dose). Distúrbios psiquiátricos (podem ser exacerbados). - [Mais...]

Parlodel

Tratamento de pacientes com adenomas que secretam prolactina; Acromegalia. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA? Parlodel tem como substância ativa a bromocriptina. A bromocriptina pertence ao grupo dos medicamentos conhecidos como alcaloides do ergot, derivados de um tipo de fungo. Parlodel reduz a liberação de prolactina, um hormônio da glândula hipófise do cérebro. Após o parto ou aborto é normal que os níveis sanguíneos de prolactina nas mães aumentem e isto causa a produção de leite. - [Mais...]

  • Entrar
  • Cadastrar