TEBONIN

NYCOMED PHARMA

Atualizado em 09/12/2014

           Comprimidos 40 mg e 80 mg - Solução Oral (Gotas)

           

Apresentações de Tebonin

Comprimidos revestidos 40 mg: embalagem com 30 unidadesComprimidos revestidos 80 mg: embalagem com 20 e 30 unidades
Solução oral 40 mg (gotas): frasco com 30 ml

Uso Adulto

Composições de Tebonin

Cada comprimido contém:          
                      40 mg             80 mg
Extrato de Ginkgo biloba
EGb 761 (50:1)40 mg*          80 mg**
Excipiente q.s.p. 1 comprimido  1 comprimido

Cada ml da solução contém:
Extrato de Ginkgo biloba EGb 761 (50:1) 40 mg*
Veículo q.s.p.  1 ml

Concentração dos Princípios Ativos de Tebonin

           *    equivalente a 9,6 mg de glicosídeos ginkgoflavonóides (marcador) e 2,4 mg de terpenolactonas (ginkgolídeos e  bilobalídeos)**     equivalente a 19,2 mg de glicosídeos ginkgoflavonóides (marcador) e 4,8 mg de terpenolactonas (ginkgolídeos e  bilobalídeos)
           

Nomenclatura Botânica e Parte Utilizada da Planta de Tebonin


Ginkgo bilobae
L. (Ginkgoaceae), folha.

Informação ao Paciente de Tebonin

Conserve o produto na embalagem original e ao abrigo do calor.Prazo de Validade: 36 meses a partir da data da fabricação (vide cartucho). Não use medicamento com o prazo de validade vencido.
Informe seu médico a ocorrência de gravidez1 ou lactação2 na vigência do tratamento.
Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Informe seu médico caso apareçam reações desagradáveis como dor de cabeça3, distúrbios gastrointestinais ou reações alérgicas cutâneas4.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
O produto não deve ser usado por pacientes com hipersensibilidade já conhecida ao extrato de Ginkgo biloba.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE5.

Informação Técnica de Tebonin

Tebonin contém um extrato preparado de folhas secas de Ginkgo biloba. Este extrato, purificado e padronizado quanto ao teor de princípios ativos, caracteriza-se por apresentar um conjunto de propriedades farmacológicas em 3 diferentes níveis:
            ·    Regulação dos mecanismos circulatórios, resultando na melhora da irrigação tissular6 através do aumento do débito de perfusão; normalização da resistência capilar7; antagonismo do vasoespasmo arterial e melhora do tônus venoso.
           ·    Ação reológica, resultando em diminuição do risco trombótico8 microcirculatório através da redução da aglomeração das hemácias9, inibição do crescimento de trombos10 plaquetários e diminuição da agregação plaquetária.
·    Reativação do metabolismo11 energético celular, através do aumento da captação e consumo de glicose12, aumento da síntese de ATP13 e normalização do consumo de oxigênio.
           Tebonin não exerce qualquer influência sobre o metabolismo11 glicídico, sendo particularmente adequado para diabéticos que apresentem transtornos vasculares14.

Indicações de Tebonin

Insuficiência15 cérebro16-vascular17 e suas manifestações funcionais, (vertigens18, zumbidos, perdas de memória, cansaço das faculdades intelectuais, transtornos da motricidade, perturbações afetivas e do caráter).Transtornos vasculares14 periféricos: arteriopatias dos membros inferiores e suas complicações tróficas, transtornos vasomotores distais19 e comprometimento da micro-circulação20 (doença de Raynaud21, parestesias22, formigamentos, eritrocianose, fragilidade capilar7, edemas23 idiopáticos ortostáticos).
Indicações Complementares: Distúrbios neuro-sensoriais, de causa vascular17, em otorrinolaringologia e oftalmologia; enxaqueca24.

Contra-Indicações de Tebonin

Hipersensibilidade ao extrato de Ginkgo biloba.

Precauções de Tebonin

A administração do produto não exige precauções especiais.

Interações Medicamentosas de Tebonin

Não são conhecidos casos de interação com outros medicamentos. Tebonin pode ser administrado concomitantemente com agentes antianginosos, uricosúricos, hipoglicemiantes orais25 e anticoagulantes26. Os efeitos diretos destas drogas não foram alterados nem potencializados pela administração simultânea de extrato de Ginkgo biloba.

Reações Adversas de Tebonin

Raramente podem ocorrer distúrbios gastrointestinais e, especialmente nos casos de predisposição alérgica, transtornos circulatórios (queda de pressão arterial27, lipotimia28, cefaléia29) ou reações cutâneas4.

Posologia de Tebonin

Salvo critério médico diferente, recomenda-se, em média:

Solução Oral 40 mg (gotas): 1 ml, três vezes ao dia, ou 2 ml, duas vezes ao dia.

Comprimidos 40 mg: 1 comprimido, três vezes ao dia, ou 2 comprimidos, duas vezes ao dia.

Comprimidos 80 mg: 1 comprimido, duas vezes ao dia.

O produto deve ser administrado durante as refeições.

           NOTA:    Como outros preparados à base de extratos de plantas, após largo período de tempo, Tebonin Solução pode tornar-se turvo, o que em nada afeta a eficácia do produto.
           
SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR; NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS30, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

TEBONIN - Laboratório

NYCOMED PHARMA
Rua do Estilo Barroco, 721
Santo Amaro/SP - CEP: 04709-011
Tel: 11 5188 4400
Site: http://www.nycomed.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "NYCOMED PHARMA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
2 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
3 Cabeça:
4 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
5 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
6 Tissular: Relativo a tecido orgânico.
7 Capilar: 1. Na medicina, diz-se de ou tubo endotelial muito fino que liga a circulação arterial à venosa. Qualquer vaso. 2. Na física, diz-se de ou tubo, em geral de vidro, cujo diâmetro interno é diminuto. 3. Relativo a cabelo, fino como fio de cabelo.
8 Trombótico: Relativo à trombose, ou seja, à formação ou desenvolvimento de um trombo (coágulo).
9 Hemácias: Também chamadas de glóbulos vermelhos, eritrócitos ou células vermelhas. São produzidas no interior dos ossos a partir de células da medula óssea vermelha e estão presentes no sangue em número de cerca de 4,5 a 6,5 milhões por milímetro cúbico, em condições normais.
10 Trombos: Coágulo aderido à parede interna de uma veia ou artéria. Pode ocasionar a diminuição parcial ou total da luz do mesmo com sintomas de isquemia.
11 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
12 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
13 ATP: Adenosina Trifosfato (ATP) é nucleotídeo responsável pelo armazenamento de energia. Ela é composta pela adenina (base azotada), uma ribose (açúcar com cinco carbonos) e três grupos de fosfato conectados em cadeia. A energia é armazenada nas ligações entre os fosfatos. O ATP armazena energia proveniente da respiração celular e da fotossíntese, para consumo imediato, não podendo ser estocada. A energia pode ser utilizada em diversos processos biológicos, tais como o transporte ativo de moléculas, síntese e secreção de substâncias, locomoção e divisão celular, dentre outros.
14 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
15 Insuficiência: Incapacidade de um órgão ou sistema para realizar adequadamente suas funções.Manifesta-se de diferentes formas segundo o órgão comprometido. Exemplos: insuficiência renal, hepática, cardíaca, respiratória.
16 Cérebro: Derivado do TELENCÉFALO, o cérebro é composto dos hemisférios direito e esquerdo. Cada hemisfério contém um córtex cerebral exterior e gânglios basais subcorticais. O cérebro inclui todas as partes dentro do crânio exceto MEDULA OBLONGA, PONTE e CEREBELO. As funções cerebrais incluem as atividades sensório-motora, emocional e intelectual.
17 Vascular: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
18 Vertigens: O termo vem do latim “vertere” e quer dizer rodar. A definição clássica de vertigem é alucinação do movimento. O indivíduo vê os objetos do ambiente rodarem ao seu redor ou seu corpo rodar em relação ao ambiente.
19 Distais: 1. Que se localiza longe do centro, do ponto de origem ou do ponto de união. 2. Espacialmente distante; remoto. 3. Em anatomia geral, é o mais afastado do tronco (diz-se de membro) ou do ponto de origem (diz-se de vasos ou nervos). Ou também o que é voltado para a direção oposta à cabeça. 4. Em odontologia, é o mais distante do ponto médio do arco dental.
20 Circulação: 1. Ato ou efeito de circular. 2. Facilidade de se mover usando as vias de comunicação; giro, curso, trânsito. 3. Movimento do sangue, fluxo de sangue através dos vasos sanguíneos do corpo e do coração.
21 Doença de Raynaud: Condição hereditária, não associada a outras doenças (Raynaud primário), que afeta o fluxo sanguíneo nas extremidades do corpo humano quando submetido a baixas temperaturas ou estresse. Ocorre pela redução do suprimento de oxigênio. A pele fica esbranquiçada, empalidecida, fria e pode ficar dormente. Quando o oxigênio é totalmente consumido pelas células, a pele começa a adquirir uma coloração azulada ou roxa (chamada cianose). Estes eventos são episódicos, com duração variável de acordo com a gravidade da doença. No final do episódio, a pele é aquecida e volta a ficar avermelhada por vasodilatação. Na variação mais comum da doença de Raynaud há três mudanças de cores (branca ou pálida; azul, roxa ou cianótica; e avermelhada ou rubra). Alguns pacientes não apresentam todas as fases de mudanças de cores.
22 Parestesias: São sensações cutâneas subjetivas (ex.: frio, calor, formigamento, pressão, etc.) que são vivenciadas espontaneamente na ausência de estimulação.
23 Edemas: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
24 Enxaqueca: Sinônimo de migrânea. É a cefaléia cuja prevalência varia de 10 a 20% da população. Ocorre principalmente em mulheres com uma proporção homem:mulher de 1:2-3. As razões para esta preponderância feminina ainda não estão bem entendidas, mas suspeita-se de alguma relação com o hormônio feminino. Resulta da pressão exercida por vasos sangüíneos dilatados no tecido nervoso cerebral subjacente. O tratamento da enxaqueca envolve normalmente drogas vaso-constritoras para aliviar esta pressão. No entanto, esta medicamentação pode causar efeitos secundários no sistema circulatório e é desaconselhada a pessoas com problemas cardiológicos.
25 Hipoglicemiantes orais: Medicamentos usados por via oral em pessoas com diabetes tipo 2 para manter os níves de glicose próximos ao normal. As classes de hipoglicemiantes são: inibidores da alfaglicosidase, biguanidas, derivados da fenilalanina, meglitinides, sulfoniluréias e thiazolidinediones.
26 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
27 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
28 Lipotimia: Perda temporária da consciência produzida por um déficit súbito da circulação cerebral. Em geral são quadros benignos a menos que sejam produzidos por arritmias cardíacas, em cujo caso necessitam de diagnóstico e tratamento específico.
29 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
30 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre TEBONIN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.