BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos
BulasMed
Selecione a bula

Celestamine está contraindicado para pacientes com infecção sistêmica por fungos, para prematuros e recém-nascidos, nos pacientes que estejam recebendo terapia com inibidores da monoaminoxidase (IMAOs) e para os que demonstrarem hipersensibilidade a qualquer dos componentes de sua fórmula ou a fármacos de estrutura química similar. Este medicamento é contraindicado para menores de 2 anos.
 - 13/08/2019
Reações raras: epistaxe (sangramento nasal), constipação, gengivite (inflamação da gengiva), estomatite, prurido (coceira), edema angioneurótico (alergia com inchaço da língua, lábios e garganta), urticária, hipersensibilidade (inclusive reações imediatas), infecção do trato urinário. Reações com frequência desconhecida: desidratação, glaucoma, aumento da pressão intraocular, visão borrada, alterações nos batimentos do coração (como fibrilação atrial, taquicardia supraventricular, taquicardia), laringite (inflamação da laringe), sinusite, disfagia (dificuldade para engolir), refluxo gastroesofágico (doença do refluxo), glossite (inflamação da língua), obstrução intestinal inclusive íleo paralítico (obstrução do intestino interrompendo a passagem das fezes), infecção e úlcera cutânea (na pele), pele seca, inchaço das articulações, retenção urinária (geralmente em homens com fatores de predisposição), disúria (dificuldade e dor para urinar).
 - 27/08/2019
QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? Somalgin Cardio é contraindicado a todos os pacientes com hipersensibilidade ao ácido acetilsalicílico, a qualquer componente da fórmula e a produtos que contenham anti-inflamatórios não esteroidais (por exemplo: diclofenaco, piroxicam, meloxicam, dipirona, paracetamol, ibuprofeno, nimesulida), medicamentos usados para controlar a inflamação.
 - 07/03/2007
Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): palpitações, síncope (tipo de desmaio), taquicardia (aumento dos batimentos cardíacos), hipocalemia (diminuição do potássio no sangue), ganho de peso, dor abdominal, candidíase oral (infecção por fungo na boca sapinho ), indigestão, gastroenterite viral (infecção no estômago e intestinos produzida por um vírus), vômito, xerostomia (sensação de boca seca), candidíase do esôfago, equimose (mancha roxa na pele), leucocitose (aumento do número de glóbulos brancos no sangue), doença infecciosa, doença viral, artralgia (dor na articulação), mialgia (dor muscular), astenia (cansaço), sonolência, insônia, enxaqueca, catarata (doença nos olhos que afeta a visão), glaucoma (aumento da pressão no interior do olho), aumento de pressão ocular, otite média, rinite alérgica, alteração da voz, tosse, dificuldade na fala, epistaxe(sangramento nasal), congestão nasal, irritação nasal, nasofaringite (inflamação no nariz e faringe), faringite, rinite, febre, Reação rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): dermatite de contato, dermatite, irritação, urticária (doença alérgica da pele), Síndrome de Cushing (síndrome em que ocorre um aumento dos efeitos do cortisol, ocasionando aumento da pressão arterial, estrias na pele, espinhas no rosto, vasos sanguíneos mais frágeis, tendência a manchas roxas no corpo, entre outros sintomas), hipoglicemia(diminuição da taxa de glicose no sangue), alteração na taxa de lipídios(gordura), hiperglicemia (aumento da taxa de glicose no sangue), reação imune de hipersensibilidade, ansiedade, depressão, irritabilidade, problemas de comportamento, psicoses(doença psiquiátrica), broncoespasmo(contração anormal dos brônquios) e irritação da garganta.
 - 13/08/2019
QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? O fluconazol 150 mg não deve ser utilizado se você tem hipersensibilidade (alergia) ao fluconazol ou a compostos azólicos (classe química do fluconazol) ou ainda, a qualquer componente da fórmula.
 - 07/03/2007
Kóide D (maleato de dexclorfeniramina + betametasona) está contraindicado em pacientes com infecção sistêmica por fungos, em prematuros e recém-nascidos, nos pacientes que estejam recebendo terapia com inibidores da monoaminoxidase (IMAOs) e nos que demonstrarem hipersensibilidade a qualquer dos componentes de sua fórmula ou a fármacos de estrutura química similar. Este medicamento é contraindicado para menores de 2 anos de idade.
 - 13/08/2019
Contudo, pode levar alguns dias para que os sintomas desapareçam completamente. Se não houver melhora nos sintomas após alguns dias, procure seu médico. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? Zoltec não deve ser utilizado se você tem hipersensibilidade (alergia) ao fluconazol ou a compostos azólicos (classe química do fluconazol) ou ainda, a qualquer componente da fórmula.
 - 27/03/2007
Em estudos clínicos, o uso de metformina foi associado a estabilização do peso corporal ou a uma modesta perda de peso. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? Você não deve tomar Cloridrato de metformina: se tiver hipersensibilidade (alergia) à metformina ou aos outros componentes da fórmula; se estiver com problema de funcionamento do fígado.
 - 10/09/2019
QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO? Flucomed não deve ser utilizado se você tem hipersensibilidade (alergia) ao fluconazol ou a compostos azólicos (classe química do fluconazol) ou ainda, a qualquer componente da fórmula.
 - 22/09/2008
Reação rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): confusão mental reversível, agitação, agressividade, depressão, alucinações (especialmente em estado grave), ginecomastia (crescimento de mamas em homens), xerostomia (boca seca), trombocitopenia (diminuição das plaquetas no sangue), agranulocitose (diminuição dos glóbulos brancos do sangue), pancitopenia (diminuição das células do sangue), encefalopatia hepática (em pacientes com insuficiência hepática grave preexistente), hepatite com ou sem icterícia, insuficiência hepática, artralgia (dor nas articulações), fraqueza muscular, mialgia (dor muscular), fotossensibilidade (sensibilidade à luz), eritema multiforme (manchas vermelhas planas ou elevadas, bolhas, ulcerações que podem acontecer em todo o corpo), síndrome de Stevens-Johnson (forma grave de reação alérgica caracterizada por bolhas em mucosas e grandes áreas do corpo), necrólise epidérmica tóxica (grandes extensões da pele ficam vermelhas e morrem), alopecia (queda de cabelo), reações de hipersensibilidade (angioedema, febre, broncoespasmo, nefrite intersticial, choque anafilático), aumento da transpiração, edema periférico, turvação da visão, alteração do paladar, hiponatremia (diminuição da concentração de sódio no sangue).
 - 16/08/2019
O bulas.med.br faz parte da plataforma HiDoctor
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).
Mostrar: 10
<< - « Anteriores - 243 - 244 - 245 - 246 - 247 - 248 - Próximos » - >>
2451 a 2460 (Total: 6793)

Outros resultados:

Resultados: 18

Suplementos de ervas também têm sido implicados. Qual é o substrato fisiológico do eritema pigmentar fixo? A erupção fixa por medicamento é uma reação de hipersensibilidade tardia. Na fase inicial, as células T, quando ativadas pelos antígenos do medicamento, liberam interferon-gama, causando danos à camada basal da epiderme, danificando os melanócitos e os queratinócitos (células produtoras de queratina).
Algumas contraindicações são relativas e compreendem impossibilidade de tolerar o decúbito lateral, instabilidade hemodinâmica, presença de muito baixa oxigenação sanguínea ( hipoxemia ), diátese hemorrágica, hipertensão pulmonar , tosse refratária, hipersensibilidade a drogas e mal estado geral. A toracoscopia também não deve ser realizada após um infarto do miocárdio recente ou em face de arritmia cardíaca grave.
Pode ainda fazer uma broncoscopia para visualizar as vias aéreas, coletar amostras dos pulmões para exame de laboratório e pode finalmente fazer uma biópsia pulmonar cirúrgica. Como o médico trata a pneumonite? O primeiro passo em casos de hipersensibilidade (alergia) ou pneumonite química é eliminar a exposição ao alérgeno ou ao produto químico que irrita os pulmões. Esta etapa ajuda em muito a diminuir os sintomas.
Ela pode causar relaxamento e sonolência; euforia; confusão mental; distorção da percepção do tempo e do espaço; aumento da frequência cardíaca; fome intensa; olhos vermelhos; boca seca; insensibilidade ou diminuição da sensibilidade à dor; hipersensibilidade a estímulos sensoriais; delírios e alucinações . Além disso, o uso constante pode ocasionar apatia, alteração do nível de testosterona, alterações na memória , redução na capacidade de aprendizagem, diminuição da resistência a infecções, alterações do pensamento e sentimentos de estranheza.
hipertensão arterial confirmada; problemas de pele prolongados; mudança extrema de apetite; batimentos cardíacos acelerados; tontura; úlcera; impossibilidade de trabalhar; pesadelos; apatia; cansaço excessivo; irritabilidade; angústia; hipersensibilidade emotiva; perda do senso de humor. Veja também sobre " Estresse pós-traumático ", " Insônia ", " Esgotamento mental ou Burnout " e " Cefaleia tensional ". .
Mostrar: 5
1 - 2 - 3 - 4 - Próximos »
1 a 5 (Total: 18)
  • Entrar
  • Cadastrar