AROVIT

BAYER

Atualizado em 03/06/2015


Palmitato de retinol (gotas e ampolas)

Acetato de retinol (drágeas1)

                               VITAMINA2 A

Identificação do Produto de Arovit

Nomes genéricos

Palmitato de retinol (gotas e ampolas)

Acetato de retinol (drágeas1)

Formas Farmacêuticas e Apresentações de Arovit

 Gotas
                                    frascos com 20 ml
 Drágeas1
                                    caixas com 30 drágeas1
 Solução injetável
                                    caixas com 25 ampolas de 1 ml


Atenção: Por motivo técnico estamos acondicionando Arovit® Gotas em vidro maior, não
implicando porém em qualquer alteração no seu conteúdo ou nas suas caraterísticas.

USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Composição de Arovit

Gotas: Cada ml (ca. de 30 gotas) contém 150.000 U.I., o que corresponde a cerca de 82 mg de palmitato de retinol em solução coloidal hidromiscível.

Drágeas1: Cada drágea3 contém 50.000 U.I., o que corresponde a cerca de 17 mg de acetato de
retinol. Cada drágea3 contém, ainda 773 mg de glicídios, o que corresponde a 3 calorias4/drágeas1.

Ampolas: Cada ampola de 1 ml contém 300.000 U.I. (ca. de 165 mg de palmitato de retinol).

Informação ao Paciente de Arovit

Este medicamento é útil para prevenir e tratar a carência (deficiência) de vitamina2 A no
organismo. No entanto, você deve considerar como princípio básico que todo medicamento só
deve ser tomado mediante receita médica. Não tome, não doe e nem recomende este remédio
sem o conhecimento do médico.

O Arovit® não deve ser tomado durante a gravidez5, a não ser mediante prescrição e supervisão
médica.

Este medicamento não deve ser tomado também em doses altas e nem por tempo prolongado.
Somente seu médico sabe a dose ideal e o período de tratamento adequado para o seu caso.

O Arovit® em geral é bem tolerado, mas quando existe hipervitaminose A, isto é, excesso de
vitamina2 A no organismo, alguns efeitos adversos podem ocorrer, tais como: dor de cabeça6,
cansaço, vertigens7, vômitos8, aumento da pressão dentro do crânio9, falta de disposição, excitação,
alterações do sono, falta de apetite, náuseas10, sangramento nasal, alterações nos olhos11, pele12,
lábios, boca13, queda de cabelos, distúrbios menstruais, dores nos ossos e articulações14 (juntas).
Outros efeitos indesejáveis aqui não mencionados podem ocorrer, dependentes do estado e da
sensibilidade do paciente.

Caso ocorra qualquer um dos efeitos antes mencionados, ou outros, suspenda o uso do
medicamento e informe imediatamente seu médico.

Este produto tem prazo de validade a partir da data de fabricação (vide embalagem externa do
produto). O uso de remédio com prazo de validade vencido não é recomendável.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS
CRIANÇAS.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER
PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE15.

Informação Técnica de Arovit

Propriedades de Arovit

A vitamina2 A é necessária ao desenvolvimento normal e ao funcionamento da ectoderme16 (pele12, mucosa17 e endotélio18). Como constituinte da púrpura19 retiniana ela participa do processo da visão20.

Farmacocinética de Arovit

A biodisponibilidade de vitamina2 A após administração oral ou intramuscular do Arovit® é da
ordem de 50 - 70%.

A concentração plasmática máxima (cerca de 6000 mcg de palmitato de vitamina2 A por litro) é alcançada em 5-10 horas.

Após administração oral, a concentração sangüínea de vitamina2 A retorna progressivamente a seu valor inicial num período de 10 horas; em compensação, após administração intramuscular, este valor inicial só é alcançado após 150 horas, devido à formação de certo depósito.

Indicações de Arovit

Como suplemento vitamínico - carência de vitamina2 A, caracterizada por um ou mais dos seguintes sintomas21: cegueira crepuscular, xeroftalmia22, manchas de Bitot, crescimento retardado.

Com finalidades terapêuticas - distúrbios da queratinização (hiperceratoses), alterações mucosas23
(metaplasia e atrofia24), afecções25 das mucosas23 das vias aéreas superiores e inferiores, do aparelho
digestivo e genito-urinário.

Como adjuvante no tratamento da acne26 vulgar (paralelamente e tratamento local) e no tratamento
da surdez do ouvido interno27.

Restrições de Uso de Arovit

Durante os primeiros meses da gravidez5, a vitamina2 A, sobretudo em doses elevadas, só
deve ser administrada sob orientação médica.

Quando da administração de doses elevadas de vitamina2 A por tempo prolongado (mais
de 4.000-5.000 UI/kg/dia, ou seja 250.000-300.000 UI/dia para um adulto) deve-se estar
atento ao surgimento de sintomas21 de hipervitaminose A. Não se deve ultrapassar a dose
máxima de 5.000 UI/kg/dia, ou seja, 300.000 UI/dia, para um adulto.

Quando a administração diária for superior a 200.000 UI/dia recomenda-se, após 6
semanas de tratamento, reduzir a dose para 50.000-100.000 UI ou intercalar uma pausa
de 2 semanas.

As ampolas de Arovit® devem ser administradas por via i.m. profunda.

Interações Medicamentosas de Arovit

O uso concomitante de vitamina2 A e etretinato (Tigason® Roche), deve ser evitado, devido ao risco de surgimento de hipervitaminose A.

Tolerabilidade de Arovit

Arovit® é em geral bem tolerado, podendo, no entanto, ocasionar sintomas21 de hipervitaminose A.

Hipervitaminose A aguda: cefaléia28 (principalmente occiptal), fadiga29, vertigens7, vômitos8, sintomas21
conseqüentes ao aumento da pressão intracraniana que, no recém-nascido manifesta-se pelo abaulamento30 típico da fantanela anterior (Síndrome31 de Marie-Sée) e, no adulto, sob forma de
pseudo-tumor32 cerebral.

Hipervitaminose A crônica: fadiga29, inércia, hiperexcitabilidade, cefaléias33, distúrbios do sono,
anorexia34, náuseas10, vômitos8.

Sangue35: em casos raros, hipoprotrombinemia, epistaxe36.

Olhos11: edema de papila37, diplopia38.

Pele12 e mucosas23: descamação39, prurido40, alopécia41, rágadas labiais, queilite.

Órgãos internos: hepatomegalia42, raramente esplenomegalia43.

Órgãos genitais: raramente distúrbios do ciclo menstrual.

Esqueleto44: dores nos ossos longos45 e nas articulações14, hiperostoses corticais de ossos longos45
(principalmente na criança), soldadura precoce das epífises46.

Posologia de Arovit

Tratamento dos sintomas21 de carência: 30.000-50.000 UI/dia, (6-10 gotas ou 1 drágea3).

A título terapêutico, recomenda-se doses diárias de 100.000-200.000 UI (20-40 gotas ou 2-4 drágeas1; nos casos graves e rebeldes (p.ex., acne26 vulgar), 300.000 UI/dia (60 gotas ou 6
drágeas1). Nos casos de distúrbios acentuados de absorção intestinal ou durante alimentação
parenteral exclusiva, 1-2 ampolas por semana por via intramuscular profunda.

As drágeas1 e as gotas (diluídas em um pouco de água ou suco de frutas) devem ser tomadas
durante ou após as refeições.

Conduta na Superdosagem de Arovit

Suspender a administração; descompressão47 e controle contínuo das funções cardíaca,
hepática48 e renal49; hemograma e fundo de olho50.

Registro MS-0100.0007

Nº de lote, data de fabricação, prazo de validade: vide cartucho.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

AROVIT - Laboratório

BAYER
Rua Domingos Jorge, 1100
São Paulo/SP - CEP: 04779-900
Tel: 08007231010
Fax: 55 (011)548-0485
Site: http://www.bayer.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "BAYER"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Drágeas: Comprimidos ou pílulas contendo preparado farmacêutico.
2 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
3 Drágea: Comprimido ou pílula contendo preparado farmacêutico.
4 Calorias: Dizemos que um alimento tem “x“ calorias, para nos referirmos à quantidade de energia que ele pode fornecer ao organismo, ou seja, à energia que será utilizada para o corpo realizar suas funções de respiração, digestão, prática de atividades físicas, etc.
5 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
6 Cabeça:
7 Vertigens: O termo vem do latim “vertere” e quer dizer rodar. A definição clássica de vertigem é alucinação do movimento. O indivíduo vê os objetos do ambiente rodarem ao seu redor ou seu corpo rodar em relação ao ambiente.
8 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
9 Crânio: O ESQUELETO da CABEÇA; compreende também os OSSOS FACIAIS e os que recobrem o CÉREBRO. Sinônimos: Calvaria; Calota Craniana
10 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
11 Olhos:
12 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
13 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
14 Articulações:
15 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
16 Ectoderme: É o folheto embrionário mais externo, do qual derivam a pele, o sistema nervoso, os órgãos dos sentidos entre outros; também conhecido como ectoderma.
17 Mucosa: Tipo de membrana, umidificada por secreções glandulares, que recobre cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
18 Endotélio: Camada de células que reveste interiormente os vasos sanguíneos e os vasos linfáticos.
19 Púrpura: Lesão hemorrágica de cor vinhosa, que não desaparece à pressão, com diâmetro superior a um centímetro.
20 Visão: 1. Ato ou efeito de ver. 2. Percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista; sentido da vista. 3. Algo visto, percebido. 4. Imagem ou representação que aparece aos olhos ou ao espírito, causada por delírio, ilusão, sonho; fantasma, visagem. 5. No sentido figurado, concepção ou representação, em espírito, de situações, questões etc.; interpretação, ponto de vista. 6. Percepção de fatos futuros ou distantes, como profecia ou advertência divina.
21 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
22 Xeroftalmia: Distúrbio caracterizado pelo ressecamento excessivo das mucosas que recobrem o olho. Produz a sensação de ter um corpo estranho ou areia no mesmo, juntamente com dor e irritação ocular. Pode ser produzido por doenças locais ou que afetam também outros órgãos.
23 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
24 Atrofia: 1. Em biologia, é a falta de desenvolvimento de corpo, órgão, tecido ou membro. 2. Em patologia, é a diminuição de peso e volume de órgão, tecido ou membro por nutrição insuficiente das células ou imobilização. 3. No sentido figurado, é uma debilitação ou perda de alguma faculdade mental ou de um dos sentidos, por exemplo, da memória em idosos.
25 Afecções: Quaisquer alterações patológicas do corpo. Em psicologia, estado de morbidez, de anormalidade psíquica.
26 Acne: Doença de predisposição genética cujas manifestações dependem da presença dos hormônios sexuais. As lesões começam a surgir na puberdade, atingindo a maioria dos jovens de ambos os sexos. Os cravos e espinhas ocorrem devido ao aumento da secreção sebácea associada ao estreitamento e obstrução da abertura do folículo pilosebáceo, dando origem aos comedões abertos (cravos pretos) e fechados (cravos brancos). Estas condições favorecem a proliferação de microorganismos que provocam a inflamação característica das espinhas, sendo o Propionibacterium acnes o agente infeccioso mais comumente envolvido.
27 Ouvido interno: Atualmente denominado orelha interna está localizado na porção petrosa do osso temporal, recebe terminações nervosas do nervo coclear e vestibular, sendo parte essencial dos órgãos da audição e equilíbrio. É constituído de três estruturas: labirinto membranoso (endolinfático), labirinto ósseo (perilinfático) e cápsula ótica.
28 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
29 Fadiga: 1. Sensação de enfraquecimento resultante de esforço físico. 2. Trabalho cansativo. 3. Redução gradual da resistência de um material ou da sensibilidade de um equipamento devido ao uso continuado.
30 Abaulamento: 1. Ato, processo ou efeito de abaular. 2. Convexidade que se dá a diversas superfícies (ruas, estradas, coberturas etc.) para facilitar o escoamento de águas pluviais. 3. Em forma de curva, arqueada ou convexa.
31 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
32 Tumor: Termo que literalmente significa massa ou formação de tecido. É utilizado em geral para referir-se a uma formação neoplásica.
33 Cefaléias: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaléia ou dor de cabeça tensional, cefaléia cervicogênica, cefaléia em pontada, cefaléia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaléias ou dores de cabeça. A cefaléia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
34 Anorexia: Perda do apetite ou do desejo de ingerir alimentos.
35 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
36 Epistaxe: Hemorragia de origem nasal.
37 Edema de papila: Termo utilizado para designar uma alteração oftalmoscópica caracterizada pelo velamento e elevação das margens da papila ou disco do nervo óptico. É um quadro sindrômico que ocorre em uma série de afecções do nervo óptico.
38 Diplopia: Visão dupla.
39 Descamação: 1. Ato ou efeito de descamar(-se); escamação. 2. Na dermatologia, fala-se da eliminação normal ou patológica da camada córnea da pele ou das mucosas. 3. Formação de cascas ou escamas, devido ao intemperismo, sobre uma rocha; esfoliação térmica.
40 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.
41 Alopécia: Redução parcial ou total de pêlos ou cabelos em uma determinada área de pele. Ela apresenta várias causas, podendo ter evolução progressiva, resolução espontânea ou ser controlada com tratamento médico. Quando afeta todos os pêlos do corpo, é chamada de alopécia universal.
42 Hepatomegalia: Aumento anormal do tamanho do fígado.
43 Esplenomegalia: Aumento tamanho do baço acima dos limites normais
44 Esqueleto:
45 Ossos longos: Exemplo: Fêmur
46 Epífises: Extremidade dilatada dos ossos longos, separada da parte média pelo disco epifisário (até o crescimento ósseo cessar). Neste período, o disco desaparece e a extremidade se une à parte média do osso.
47 Descompressão: Ato ou efeito de descomprimir, de aliviar o que está sob efeito de pressão ou de compressão.
48 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
49 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
50 Fundo de olho: Fundoscopia, oftalmoscopia ou exame de fundo de olho é o exame em que se visualizam as estruturas do segmento posterior do olho (cabeça do nervo óptico, retina, vasos retinianos e coroide), dando atenção especialmente a região central da retina, denominada mácula. O principal aparelho utilizado pelo clínico para realização do exame de fundo de olho é o oftalmoscópio direto. O oftalmologista usa o oftalmoscópio indireto e a lâmpada de fenda.

Tem alguma dúvida sobre AROVIT?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.