SUPRAHYAL

ZODIAC

Atualizado em 09/12/2014

Forma Farmacêutica de Suprahyal

Solução injetável.

Apresentações de Suprahyal

25 mg. Embalagem com 1 seringa1 preenchida contendo 2,5 mL.USO ADULTO

Composição de Suprahyal

Cada seringa1 preenchida contém:
Hialuronado de sódio 25 mg
Excipientes: Cloreto de sódio, fosfato dissódico, ácido clorídrico2, hidróxido de sódio, água para injetáveis q.s.p. 2,5 mL

Informação ao Paciente de Suprahyal

Ação esperada do medicamento: SUPRAHYAL® solução injetável é um polímero natural purificado. É utilizado para melhorar a função articular, aliviando a dor causada pela osteoartrite3 na rótula4 e peri-artrite5 escápulo-humeral, além de melhorar a mobilidade articular.Cuidados de armazenamento: Conservar na embalagem original, sob temperatura ambiente (15-30°C), protegido da luz.
Prazo de validade: 36 meses. Ao adquirir o medicamento confira sempre o prazo de validade impresso na embalagem do produto.
NÃO USE MEDICAMENTO COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO.
Gravidez6 e lactação7: Informe seu médico a ocorrência de gravidez6 na vigência do tratamento ou após seu o término. Informar ao médico se está amamentando.
Cuidados de administração: Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Uma vez que SUPRAHYAL® é injetado na articulação8, todo processo deverá ser realizado sob estritas condições de assepsia9. Ter o cuidado de não injetá-lo nos vasos. Caso o produto seja conservado refrigerado, permitir que atinja a temperatura ambiente antes da administração.
Interrupção do tratamento: Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Reações adversas: Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. Pode ocorrer Síndrome10 do choque11, exantema12, sensação de ardência, edema13, enrijecimento, sensação de calor no local da injeção14.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Ingestão concomitante com outras substâncias; A associação de outras substâncias não causou, até o presente, fenômeno algum de interação com SUPRAHYAL®.
Contra-indicações e precauções: O produto é contra-indicado a pacientes com história de hipersensibilidade a substância ativa do produto. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento. Não deve ser utilizado durante a gravidez6 e a lactação7
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE15.

Informação Técnica de Suprahyal

Farmacodinâmica: O princípio ativo de SUPRAHYAL® é composto de hialuronato de sódio altamente purificado. Está presente nos tecidos conjuntivos tanto de homens quanto de animais. Este líquido encontra-se no líquido sinovial16 e na substância fundamental do tecido17 cartilaginoso. Esta substância tem a capacidade de determinar a viscosidade18 do líquido sinovial16, fator essencial na lubrificação articular. Atua sobre o metabolismo19 dos agregados de proteoglicanas da cartilagem20 e melhora certos tipos de artroses. Sua principal função é inibir a degeneração21 da cartilagem20 em casos de osteoartrite3 da rótula4, assim como perda de condrócitos22 do côndilo23 lateral do osso femoral nesta articulação8. Os efeitos da substância persistem mesmo após o fim do tratamento.
Farmacocinética: O hialuronato de sódio presente no joelho é totalmente eliminado em 24 horas. Sua excreção se dá provavelmente pelo canal de Schelmm e suas artérias24 eferentes, sob forma inalterada.
A meia vida sistêmica do hialuronato de sódio é muito curta. A maior parte do hialuronato de sódio é degradada em lactato25 e água.

Indicações de Suprahyal

O hialuronato de sódio é um produto purificado de fermentação do ácido lático pela bactéria26 Streptococcus zooepidemicus. O produto apresenta como característica visco-eslasticidade, higroscopia e capacidade lubrificante. A injeção14 intra-articular de hialuronato de sódio serve para melhorar a função articular aliviando a dor causada pela osteoartrite3 da rótula4 e pela peri-artrite5 escápulo-humeral. Melhora também a mobilidade articular e normaliza a sinóvia inflamada.

Contra - Indicações de Suprahyal

O produto é contra-indicado a pacientes com história de hipersensibilidade a substância ativa do produto. Não deve ser injetado no joelho quando houver estase27 venosa ou linfática na perna. SUPRAHYAL® não deve ser utilizado em articulações28 com inflamação29 grave ou infeccionadas.

Precauções e Advertências de Suprahyal

A aplicação do produto através da injeção14 deve ser feita por pessoa habilitada, o que certamente, evitará lesões30 teciduais no local escolhido. Após a administração, é recomendado o uso de compressa com gelo, durante 5 a 10 minutos. Este produto pode piorar a inflamação29 local em pacientes com osteoartrite3 da rótula4 para acentuada inflamação29 articular. É aconselhável administrar este produto depois deste sintoma31 local ter-se aliviado. SUPRAHYAL® não pode ser injetado por qualquer outra via que não a intra-articular (intra-sinovial). SUPRAHYAL® não deve ser utilizado se houver um grande derrame32 intra-articular. O uso de SUPRAHYAL® não foi avaliado em pacientes abaixo de 18 anos de idade.

Gravidez6: O produto deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que possam estar grávidas, somente se os benefícios terapêuticos esperados superpõem os possíveis riscos associados ao tratamento. Não foi constatada teratogenicidade em coelhos quando da utilização do produto. Entretanto, a segurança em mulheres grávidas não foi estabelecida.Lactação7: A lactação7 deve ser interrompida durante a administração deste produto. Isto se dá porque foi determinada a transferência da substância no leite de ratas.
Pacientes idosos: Este produto deve ser administrado com cuidado, uma vez que as funções fisiológicas33 de pacientes idosos encontram-se reduzidas.

Interações Medicamentosas de Suprahyal

A associação de outros medicamentos não acusou, até o presente, fenômeno de interação com SUPRAHYAL®. Não utilize surfactantes contendo sais de amônio quaternário em preparações dermatológicas, porque o hialuronato pode precipitar quando em contato com os mesmos. Não são recomendadas injeções de anestésicos ou de outros medicamentos nas articulações28 do joelho durante o tratamento com SUPRAHYAL®, pois podem levar a sua diluição afetando a sua segurança e eficácia.

Reações Adversas/Colaterais e Alterações de Exames Laboratoriais de Suprahyal

Foram relatados efeitos como Síndrome10 do Choque11. Outros efeitos tais como hipersensibilidade que causa exantema12 com urticária34 e sensação de ardência No local da injeção14 podem ser observados efeitos como dor seguida de edema13, enrijecimento, sensação de calor e peso. É importante descontinuar a administração e aplicar um tratamento apropriado se ocorrerem estes efeitos.

Posologia de Suprahyal

A posologia recomendada é de três injeções na articulação do joelho35, com intervalo de uma semana. Para atingir o efeito máximo, é essencial administrar as três injeções. A dosagem máxima recomendada é de seis injeções no período de seis meses, com um intervalo mínimo de quatro semanas entre os ciclos de tratamento. A duração do efeito nos que responderam ao tratamento é geralmente de 12 a 26 semanas, embora períodos menores e maiores tenham sido também observados. Dado que este produto é injetado na articulação8, o processo deve ser realizado sob estritas condições de assepsia9.

Cuidados na Administração de Suprahyal

Injeção14:
O tratamento deve ser suspenso se não são observados sintomas36 de melhora durante o primeiro ciclo.
Se ocorrem pequenas retenções de líquido sinovial16, deve ser drenado por artrocentese.
Deve-se ter cuidado para não injetar o produto nos vasos próximos.
Não aplicar o produto nos olhos37.
Devido a viscosidade18 do produto, recomenda-se utilizar agulhas de 22-23 G.
Em caso de se conservar em geladeira, permitir que o produto atinja a temperatura ambiente antes da sua utilização.
Utilizar o produto somente uma vez e imediatamente após sua abertura.
MODO DE UTILIZAR:
1) Retire a seringa1 do blister.
2) Destaque com os dedos as extremidades das abas (wings) do suporte para dedos (finger grips), e abra-as até que fiquem fixas.
3) Aperte a tampa de borracha até deformá-la um pouco, e retire-a girando.
4) Coloque uma agulha para injeção14 (22 ou 23G), girando-a.
5) Aperte o êmbolo38 (plunger rod) para iniciar a aplicação.

- Antes de aplicar, esterilize bem a parte do corpo que receberá a injeção14.

Conduta na Superdosagem de Suprahyal

Não são conhecidos casos de superdosagem por causa do tipo de aplicação.

Pacientes Idosos de Suprahyal

Este produto deve ser administrado com cuidado, uma vez que as funções fisiológicas33 de pacientes idosos encontram-se reduzidas.
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

SUPRAHYAL - Laboratório

ZODIAC
Rua Traipu, 755
São Paulo/SP - CEP: 01235-000
Tel: (11 )263-6166
Fax: (11 3)676-0524

Ver outros medicamentos do laboratório "ZODIAC"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Seringa: Dispositivo usado para injetar medicações ou outros líquidos nos tecidos do corpo. A seringa de insulina é formada por um tubo plástico com um êmbolo e uma agulha pequena na ponta.
2 Ácido clorídrico: Ácido clorídrico ou ácido muriático é uma solução aquosa, ácida e queimativa, normalmente utilizado como reagente químico. É um dos ácidos que se ioniza completamente em solução aquosa.
3 Osteoartrite: Termo geral que se emprega para referir-se ao processo degenerativo da cartilagem articular, manifestado por dor ao movimento, derrame articular, etc. Também denominado artrose.
4 Rótula: 1. Em ortopedia, é o osso sesamoide situado na parte anterior do joelho; atualmente recebeu a nova denominação de patela. 2. Na anatomia zoológica, nos arácnidos, é o segmento entre a tíbia e o fêmur.
5 Artrite: Inflamação de uma articulação, caracterizada por dor, aumento da temperatura, dificuldade de movimentação, inchaço e vermelhidão da área afetada.
6 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
7 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
8 Articulação: 1. Ponto de contato, de junção de duas partes do corpo ou de dois ou mais ossos. 2. Ponto de conexão entre dois órgãos ou segmentos de um mesmo órgão ou estrutura, que geralmente dá flexibilidade e facilita a separação das partes. 3. Ato ou efeito de articular-se. 4. Conjunto dos movimentos dos órgãos fonadores (articuladores) para a produção dos sons da linguagem.
9 Assepsia: É o conjunto de medidas que utilizamos para impedir a penetração de micro-organismos em um ambiente que logicamente não os tem. Logo um ambiente asséptico é aquele que está livre de infecção.
10 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
11 Choque: 1. Estado de insuficiência circulatória a nível celular, produzido por hemorragias graves, sepse, reações alérgicas graves, etc. Pode ocasionar lesão celular irreversível se a hipóxia persistir por tempo suficiente. 2. Encontro violento, com impacto ou abalo brusco, entre dois corpos. Colisão ou concussão. 3. Perturbação brusca no equilíbrio mental ou emocional. Abalo psíquico devido a uma causa externa.
12 Exantema: Alteração difusa da coloração cutânea, caracterizada por eritema, com elevação das camadas mais superficiais da pele (pápulas), vesículas, etc. Pode ser produzido por uma infecção geralmente viral (rubéola, varicela, sarampo), por alergias a medicamentos, etc.
13 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
14 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.
15 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
16 Líquido sinovial: Gel viscoso e transparente que lubrifica as estruturas que banha, minorando o atrito entre elas. Ele é encontrado na cavidade da cápsula articular.
17 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
18 Viscosidade: 1. Atributo ou condição do que é viscoso; viscidez. 2. Resistência que um fluido oferece ao escoamento e que se deve ao movimento relativo entre suas partes; atrito interno de um fluido.
19 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
20 Cartilagem: Tecido resistente e flexível, de cor branca ou cinzenta, formado de grandes células inclusas em substância que apresenta tendência à calcificação e à ossificação.
21 Degeneração: 1. Ato ou efeito de degenerar (-se). 2. Perda ou alteração (no ser vivo) das qualidades de sua espécie; abastardamento. 3. Mudança para um estado pior; decaimento, declínio. 4. No sentido figurado, é o estado de depravação. 5. Degenerescência.
22 Condrócitos: Células polimórficas que formam a cartilagem.
23 Côndilo: Saliência arredondada em um osso, em geral na articulação com outro.
24 Artérias: Os vasos que transportam sangue para fora do coração.
25 Lactato: Sal ou éster do ácido láctico ou ânion dele derivado.
26 Bactéria: Organismo unicelular, capaz de auto-reproduzir-se. Existem diferentes tipos de bactérias, classificadas segundo suas características de crescimento (aeróbicas ou anaeróbicas, etc.), sua capacidade de absorver corantes especiais (Gram positivas, Gram negativas), segundo sua forma (bacilos, cocos, espiroquetas, etc.). Algumas produzem infecções no ser humano, que podem ser bastante graves.
27 Estase: 1. Estagnação do sangue ou da linfa. 2. Incapacidade de agir; estado de impotência.
28 Articulações:
29 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
30 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
31 Sintoma: Qualquer alteração da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. O sintoma é a queixa relatada pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
32 Derrame: Conhecido popularmente como derrame cerebral, o acidente vascular cerebral (AVC) ou encefálico é uma doença que consiste na interrupção súbita do suprimento de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, lesando células nervosas, o que pode resultar em graves conseqüências, como inabilidade para falar ou mover partes do corpo. Há dois tipos de derrame, o isquêmico e o hemorrágico.
33 Fisiológicas: Relativo à fisiologia. A fisiologia é estudo das funções e do funcionamento normal dos seres vivos, especialmente dos processos físico-químicos que ocorrem nas células, tecidos, órgãos e sistemas dos seres vivos sadios.
34 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
35 Articulação do joelho:
36 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
37 Olhos:
38 Êmbolo: 1. Cilindro ou disco que se move em vaivém no interior de seringas, bombas, etc. 2. Na engenharia mecânica, é um cilindro metálico deslizante que recebe um movimento de vaivém no interior de um cilindro de motor de combustão interna. 3. Em artes gráficas, é uma haste de ferro com um cilindro, articulada para comprimir e lançar o chumbo ao molde. 4. Em patologia, é um coágulo ou outro tampão trazido pela corrente sanguínea a partir de um vaso distante, que obstrui a circulação ao ser forçado contra um vaso menor. 5. Na anatomia zoológica, nas aranhas, é um prolongamento delgado no ápice do aparelho copulador masculino.
Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre SUPRAHYAL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.