Preço de Forteo Colter Pen em Fairfield/SP: R$ 3474,92

Forteo Colter Pen

ELI LILLY DO BRASIL LTDA

Atualizado em 17/06/2020

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Fortéo® Colter Pen
teriparatida (derivada de ADN* recombinante)
Injetável 250 mcg

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO:

Solução estéril, isotônica1 para administração subcutânea2
Embalagem com caneta injetora e refil de 2,4 mL, contendo 28 doses diárias

EXCLUSIVAMENTE PARA USO SUBCUTÂNEO3
USO ADULTO ACIMA DE 18 ANOS

COMPOSIÇÃO‌:

Cada mL da solução contém:

teriparatida 250 mcg
excipiente q.s.p. 1 ml

Excipientes: ácido acético glacial, acetato de sódio anidro, manitol, metacresol e água para injetável. Ácido clorídrico4 e/ou hidróxido de sódio podem ser adicionados durante a fabricação para ajuste do pH.
*ADN = Ácido Desoxirribonucleico

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Osteoporose5 é uma doença que torna os ossos mais frágeis e finos. É uma doença que ocorre principalmente em mulheres após a menopausa6, mas também pode ocorrer em homens. Osteoporose5 também é comum em pacientes que fazem uso de corticosteroides Fortéo Colter Pen é indicado para o tratamento da osteoporose5 com alto risco para fraturas tanto em mulheres na pós-menopausa6 como em homens. O alto risco para fraturas inclui um histórico de fratura7 osteoporótica, ou a presença de múltiplos fatores de risco para fraturas, ou falha ao tratamento prévio para osteoporose5 conforme decisão médica.

Fortéo Colter Pen também é indicado para o tratamento da osteoporose5 associada à terapia sistêmica com glicocorticoides, tanto em homens quanto em mulheres.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

Fortéo Colter Pen pertence a uma nova classe de agentes formadores de ossos, e a administração diária de Fortéo Colter Pen estimula a formação de um novo osso, aumentando a massa óssea.
De acordo com estudos pós-comercialização, os pacientes começam a apresentar melhora nas fraturas com 6 a 9 meses de tratamento com Fortéo Colter Pen.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Fortéo Colter Pen não deve ser usado por pacientes alérgicos à teriparatida ou a qualquer um dos seus componentes presentes na formulação.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Advertências e precauções

Fortéo Colter Pen pode causar aumento nos valores de cálcio no sangue8. Relate ao seu médico se você tiver náusea9 (vontade de vomitar), vômito10, constipação11 (prisão de ventre), baixa energia e dores musculares, pois estes podem ser sinais12 de um aumento considerável de cálcio no sangue8. Fortéo Colter Pen também pode causar aumento nos valores de cálcio na urina13. Por isso, relate ao seu médico se você já tem ou já teve pedras no rim14, ou algum problema renal15.

Os seguintes grupos de pacientes devem ser excluídos do tratamento com Fortéo Colter Pen:

  • pacientes que já tiveram diagnóstico16 de câncer17 de osso ou outros cânceres que espalharam para o osso (metástases18);
  • pacientes previamente submetidos a radioterapia19 externa ou por implante20 envolvendo os ossos;
  • pacientes com doenças ósseas, incluindo hiperparatireoidismo e Doença de Paget;
  • pacientes com valores inexplicavelmente altos de fosfatase alcalina21 no sangue8;
  • crianças ou adultos jovens em crescimento;
  • pacientes com alta concentração de cálcio no sangue8 (hipercalcemia) e
  • pacientes com dificuldade de auto-aplicação da injeção22 de Fortéo Colter Pen e que não tenham ninguém que possa ajudá-los.

Casos de hipotensão23 ortostática (queda de pressão arterial24 ao levantar) foram relatados com o uso de Fortéo Colter Pen. Por esta razão, alguns pacientes sentem tontura25 e taquicardia26 (batimentos cardíacos acelerados) após administração das primeiras doses. Normalmente, eles ocorrem quatro horas após a administração do medicamento e desaparecem espontaneamente em alguns minutos ou horas. Por isso, para as primeiras doses, injete Fortéo Colter Pen onde você possa sentar ou deitar, se sentir tontura25.

O efeito do tratamento com Fortéo Colter Pen sobre o desenvolvimento do feto27 humano não foi estudado. Portanto, Fortéo Colter Pen não deve ser administrado em mulheres grávidas.

Fortéo Colter Pen não deve ser administrado a mulheres que estejam amamentando. Não houve estudos clínicos para determinar se Fortéo Colter Pen é secretado no leite materno.

Este medicamento não deve ser usado por mulheres grávidas ou amamentando sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Alguns pacientes podem sentir tontura25 após a administração de Fortéo Colter Pen. Caso o paciente sinta este sintoma28, ele não deve dirigir ou operar máquinas até que se sinta melhor.

Exames laboratoriais

Fortéo Colter Pen pode induzir aumentos pequenos e transitórios nas concentrações de cálcio no sangue8. Caso você precise realizar um exame de sangue8 para avaliar as concentrações de cálcio sérico, deverá realizá-lo pelo menos 16 horas após a administração da sua dose de Fortéo Colter Pen para que o medicamento não interfira nos resultados do exame.

Fortéo Colter Pen também pode provocar pequenos aumentos na excreção de cálcio na urina13. Caso necessite realizar exame de urina29, informe seu médico sobre o uso de Fortéo Colter Pen.

Fortéo Colter Pen pode causar pequenos aumentos nas concentrações de ácido úrico no sangue8 (hiperuricemia). Entretanto, a hiperuricemia não resultou em um aumento de gota30 (inflamação31 das articulações32 devido ao aumento de ácido úrico no sangue8), urolitíase (formação de cálculos no trato urinário33) ou artralgia34 (dor nas articulações32).

Interações medicamentosas

Não foram identificadas interações medicamentosas clinicamente significantes entre Fortéo Colter Pen e os seguintes medicamentos: hidroclorotiazida, furosemida, digoxina, atenolol e preparações de liberação prolongada de diltiazem, nifedipina, felodipina e nisoldipina. Por isso, relate sempre ao seu médico se estiver fazendo uso de algum medicamento contendo alguma dessas substâncias.

A coadministração de Fortéo Colter Pen com raloxifeno não alterou os efeitos do Fortéo Colter Pen em relação à concentração de cálcio na urina13 e no sangue8, nem os eventos adversos. Fortéo Colter Pen pode ser administrado com alimento.
Não foram conduzidos estudos para avaliar a interação de Fortéo Colter Pen com plantas medicinais, álcool, nicotina e exames não laboratoriais.

Informe ao médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde35.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cuidados de conservação

Fortéo Colter Pen deve ser mantido sob refrigeração (2–8°C). Durante o período de uso, o tempo de exposição à temperatura ambiente deve ser o menor possível e a dose deve ser administrada imediatamente após a retirada de Fortéo Colter Pen do refrigerador.

Não congelar.

Não usar o Fortéo Colter Pen se tiver sido congelado.

Após a primeira injeção22, o prazo de validade do produto é de 28 dias. Após esse período a caneta deve ser descartada mesmo se ainda contiver produto.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original. Após aberto, válido por 28 dias.

Características físicas e organolépticas do produto

Fortéo Colter Pen é um líquido transparente e incolor. Não use se aparecerem partículas ou se a solução estiver turva ou colorida.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se pode utilizá-lo.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Posologia

A dose recomendada é de 20 mcg uma vez ao dia.

Modo de usar

Administre Fortéo Colter Pen em injeção subcutânea36 (abaixo da pele37), na coxa38 ou abdome39 (área abaixo do estômago40), uma vez ao dia pelo período que o seu médico prescrever. O uso de Fortéo Colter Pen por mais de 24 meses não é recomendado.
Não estão disponíveis informações sobre a eficácia e segurança da injeção22 intravenosa ou intramuscular de Fortéo Colter Pen.

Uso da caneta

Siga corretamente as instruções de uso da caneta presentes no “Manual do Usuário” que acompanha o produto, consultando-o toda vez que a prescrição for renovada. É importante que o paciente e as pessoas que farão a administração de Fortéo Colter Pen recebam orientação adequada sobre as instruções de uso da caneta. Portanto, é importante ler, entender e seguir as instruções de uso da caneta. Falhas podem resultar em dose incorreta.

Alguns pacientes sentem tontura25 ou tem taquicardia26 (batimentos cardíacos acelerados) após as primeiras doses. Para as primeiras doses, injete Fortéo Colter Pen onde você possa sentar ou deitar, se sentir tontura25.

Para evitar possíveis transmissões de doenças, cada caneta só pode ser utilizada por um único paciente, mesmo que a agulha seja trocada.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O QUE EU DEVO FAZER SE EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Se você esquecer ou não puder aplicar Fortéo Colter Pen na hora usual, injete-o tão logo seja possível naquele dia. Não tome mais de uma injeção22 no mesmo dia. Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Estudos clínicos

Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): câimbras41 (contração involuntária42 do músculo) nas pernas, náusea9 (vontade de vomitar) e hiperuricemia (aumentos nas concentrações de ácido úrico no sangue8).

Eventos adversos espontâneos

Desde a introdução de Fortéo Colter Pen no mercado, os eventos adversos incluíram:

Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): espasmos43 musculares (contração involuntária42 do músculo) tanto nas pernas como na região dorso44- lombar, às vezes logo após a primeira dose.

Reação incomum (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): hipercalcemia (aumento nas concentrações de cálcio no sangue8) maior que 2,76 mmol/L45 (11 mg/dL46).

Reação rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): eventos alérgicos possíveis logo após a injeção22: dispneia47 aguda (dificuldade para respirar), edema48 oro-facial (inchaço49 na boca50 e no rosto), urticária51 (coceira) generalizada, dor no peito52, anafilaxia53 (reação alérgica54 grave) e hipercalcemia (aumento nas concentrações de cálcio no sangue8) maior que 3,25 mmol/L45 (13 mg/dL46).

Reação muito rara (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento): espasmos43 musculares (contração involuntária42 do músculo) graves na região dorso44-lombar.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Não foram relatados incidentes55 de superdose durante os estudos clínicos. Os efeitos de superdose que podem ser esperados incluem um atraso no efeito calcêmico e risco de hipotensão23 ortostática (queda de pressão arterial24 ao levantar). Náusea9 (vontade de vomitar), vômito10, tontura25 e dor de cabeça56 também podem ocorrer.
Em relatos espontâneos pós-comercialização do produto, há casos em que o paciente administrou todo o conteúdo da caneta (800 mcg) de uma só vez. Nestes casos, as reações mais comuns foram náusea9, letargia57 (sensação de lentidão de movimentos e raciocínio), fraqueza e hipotensão23 (diminuição da pressão arterial24). Em alguns casos, porém, nenhum evento adverso ocorreu como resultado da superdose. Não há fatalidades relatadas pelo uso de uma quantidade exagerada de Fortéo Colter Pen.

Não há um antídoto58 específico para a teriparatida. Para tratar a superdose deve-se descontinuar o uso de Fortéo Colter Pen e monitorar os valores de cálcio no sangue8. Se suspeitar de superdose, interromper o tratamento e procurar o médico.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIREZES LEGIAS


VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
 

Registro MS - 1.1260.0079
Farm. Resp.: Márcia A. Preda - CRF-SP nº 19189

Fabricado por:
LILLY FRANCE S.A.S. - Fegersheim - França

Importado e Registrado por:
ELI LILLY DO BRASIL LTDA.
Av. Morumbi, 8264 - São Paulo, SP - Brasil
CNPJ 43.940.618/0001-44


SAC 0800 701 0400

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Isotônica: Relativo à ou pertencente à ação muscular que ocorre com uma contração normal. Em química, significa a igualdade de pressão entre duas soluções.
2 Subcutânea: Feita ou situada sob a pele; hipodérmica.
3 Subcutâneo: Feito ou situado sob a pele. Hipodérmico.
4 Ácido clorídrico: Ácido clorídrico ou ácido muriático é uma solução aquosa, ácida e queimativa, normalmente utilizado como reagente químico. É um dos ácidos que se ioniza completamente em solução aquosa.
5 Osteoporose: Doença óssea caracterizada pela diminuição da formação de matriz óssea que predispõe a pessoa a sofrer fraturas com traumatismos mínimos ou mesmo na ausência deles. É influenciada por hormônios, sendo comum nas mulheres pós-menopausa. A terapia de reposição hormonal, que administra estrógenos a mulheres que não mais o produzem, tem como um dos seus objetivos minimizar esta doença.
6 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
7 Fratura: Solução de continuidade de um osso. Em geral é produzida por um traumatismo, mesmo que possa ser produzida na ausência do mesmo (fratura patológica). Produz como sintomas dor, mobilidade anormal e ruídos (crepitação) na região afetada.
8 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
9 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
10 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
11 Constipação: Retardo ou dificuldade nas defecações, suficiente para causar desconforto significativo para a pessoa. Pode significar que as fezes são duras, difíceis de serem expelidas ou infreqüentes (evacuações inferiores a três vezes por semana), ou ainda a sensação de esvaziamento retal incompleto, após as defecações.
12 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
13 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
14 Rim: Os rins são órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.
15 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
16 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
17 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
18 Metástases: Formação de tecido tumoral, localizada em um lugar distante do sítio de origem. Por exemplo, pode se formar uma metástase no cérebro originário de um câncer no pulmão. Sua gravidade depende da localização e da resposta ao tratamento instaurado.
19 Radioterapia: Método que utiliza diversos tipos de radiação ionizante para tratamento de doenças oncológicas.
20 Implante: 1. Em cirurgia e odontologia é o material retirado do próprio indivíduo, de outrem ou artificialmente elaborado que é inserido ou enxertado em uma estrutura orgânica, de modo a fazer parte integrante dela. 2. Na medicina, é qualquer material natural ou artificial inserido ou enxertado no organismo. 3. Em patologia, é uma célula ou fragmento de tecido, especialmente de tumores, que migra para outro local do organismo, com subsequente crescimento.
21 Fosfatase alcalina: É uma hidrolase, ou seja, uma enzima que possui capacidade de retirar grupos de fosfato de uma distinta gama de moléculas, tais como nucleotídeos, proteínas e alcaloides. Ela é sintetizada por diferentes órgãos e tecidos, como, por exemplo, os ossos, fígado e placenta.
22 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.
23 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
24 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
25 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
26 Taquicardia: Aumento da frequência cardíaca. Pode ser devido a causas fisiológicas (durante o exercício físico ou gravidez) ou por diversas doenças como sepse, hipertireoidismo e anemia. Pode ser assintomática ou provocar palpitações.
27 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
28 Sintoma: Qualquer alteração da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. O sintoma é a queixa relatada pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
29 Exame de urina: Também chamado de urinálise, o teste de urina é feito através de uma amostra de urina e pode diagnosticar doenças do sistema urinário e outros sistemas do organismo. Alguns testes são feitos em uma amostra simples e outros pela coleta da urina durante 24 horas. Pode ser feita uma cultura da urina para verificar o crescimento de bactérias na urina.
30 Gota: 1. Distúrbio metabólico produzido pelo aumento na concentração de ácido úrico no sangue. Manifesta-se pela formação de cálculos renais, inflamação articular e depósito de cristais de ácido úrico no tecido celular subcutâneo. A inflamação articular é muito dolorosa e ataca em crises. 2. Pingo de qualquer líquido.
31 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
32 Articulações:
33 Trato Urinário:
34 Artralgia: Dor em uma articulação.
35 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
36 Injeção subcutânea: Injetar fluido no tecido localizado abaixo da pele, o tecido celular subcutâneo, com uma agulha e seringa.
37 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
38 Coxa: É a região situada abaixo da virilha e acima do joelho, onde está localizado o maior osso do corpo humano, o fêmur.
39 Abdome: Região do corpo que se localiza entre o TÓRAX e a PELVE.
40 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
41 Câimbras: Contrações involuntárias, espasmódicas e dolorosas de um ou mais músculos.
42 Involuntária: 1.    Que se realiza sem intervenção da vontade ou que foge ao controle desta, automática, inconsciente, espontânea. 2.    Que se encontra em uma dada situação sem o desejar, forçada, obrigada.
43 Espasmos: 1. Contrações involuntárias, não ritmadas, de um ou vários músculos, podendo ocorrer isolada ou continuamente, sendo dolorosas ou não. 2. Qualquer contração muscular anormal. 3. Sentido figurado: arrebatamento, exaltação, espanto.
44 Dorso: Face superior ou posterior de qualquer parte do corpo. Na anatomia geral, é a região posterior do tronco correspondente às vértebras; costas.
45 Mmol/L: Milimols por litro, unidade de medida que mostra a concentração de uma substância em uma quantidade específica de fluido.
46 Mg/dL: Miligramas por decilitro, unidade de medida que mostra a concentração de uma substância em uma quantidade específica de fluido.
47 Dispnéia: Falta de ar ou dificuldade para respirar caracterizada por respiração rápida e curta, geralmente está associada a alguma doença cardíaca ou pulmonar.
48 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
49 Inchaço: Inchação, edema.
50 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
51 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
52 Peito: Parte superior do tronco entre o PESCOÇO e o ABDOME; contém os principais órgãos dos sistemas circulatório e respiratório. (Tradução livre do original
53 Anafilaxia: É um tipo de reação alérgica sistêmica aguda. Esta reação ocorre quando a pessoa foi sensibilizada (ou seja, quando o sistema imune foi condicionado a reconhecer uma substância como uma ameaça ao organismo). Na segunda exposição ou nas exposições subseqüentes, ocorre uma reação alérgica. Essa reação é repentina, grave e abrange o corpo todo. O sistema imune libera anticorpos. Os tecidos liberam histamina e outras substâncias. Esse mecanismo causa contrações musculares, constrição das vias respiratórias, dificuldade respiratória, dor abdominal, cãimbras, vômitos e diarréia. A histamina leva à dilatação dos vasos sangüíneos (que abaixa a pressão sangüínea) e o vazamento de líquidos da corrente sangüínea para os tecidos (que reduzem o volume de sangue) o que provoca o choque. Ocorrem com freqüência a urticária e o angioedema - este angioedema pode resultar na obstrução das vias respiratórias. Uma anafilaxia prolongada pode causar arritmia cardíaca.
54 Reação alérgica: Sensibilidade a uma substância específica, chamada de alérgeno, com a qual se entra em contato por meio da pele, pulmões, deglutição ou injeções.
55 Incidentes: 1. Que incide, que sobrevém ou que tem caráter secundário; incidental. 2. Acontecimento imprevisível que modifica o desenrolar normal de uma ação. 3. Dificuldade passageira que não modifica o desenrolar de uma operação, de uma linha de conduta.
56 Cabeça:
57 Letargia: Em psicopatologia, é o estado de profunda e prolongada inconsciência, semelhante ao sono profundo, do qual a pessoa pode ser despertada, mas ao qual retorna logo a seguir. Por extensão de sentido, é a incapacidade de reagir e de expressar emoções; apatia, inércia e/ou desinteresse.
58 Antídoto: Substância ou mistura que neutraliza os efeitos de um veneno. Esta ação pode reagir diretamente com o veneno ou amenizar/reverter a ação biológica causada por ele.

Tem alguma dúvida sobre Forteo Colter Pen?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.