Abrifit

GEOLAB INDÚSTRIA FARMACÊUTICA S/A

Atualizado em 16/03/2020

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Abrifit
Hedera helix L.
Xarope 7 mg/mL

MEDICAMENTO FITOTERÁPICO
Nomenclatura botânica oficial: Hedera helix Linné.
Nomenclatura popular: Hera sempre-verde
Família: Araliaceae
Parte da planta utilizada: folhas

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO:

Xarope
Embalagem contendo 1 frasco com 100 mL acompanhado de copo dosador

USO ORAL
USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 2 ANOS

COMPOSIÇÃO:

Cada mL do xarope contém:

extrato seco de Hedera helix L. (equivalente a 0,75 mg de hederacosídeo C. O extrato seco está padronizado em 10,71% de hederacosídeo C.) 7 mg
veículo q.s.p. 1 mL

Excipientes: ácido cítrico, goma xantana, sorbato de potássio, sorbitol1, glicerol, aroma artificial de cereja e água purificada.

Cada 1 mL de Abrifit contém 550 mg de SORBITOL1, à 70%.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Abrifit possui efeito expectorante, sendo indicado para o tratamento de doenças inflamatórias agudas e crônicas das vias respiratórias superiores, como resfriados e bronquites, associadas a hipersecreção de muco e tosse.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

Este medicamento atua como expectorante, promovendo a eliminação do muco e aliviando os sintomas2 da tosse e dacongestão nasal.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Pacientes com histórico de hipersensibilidade e alergia3 a plantas da família Araliaceae ou qualquer outro componente da fórmula não devem fazer uso do produto.

Este medicamento é contraindicado para uso por pacientes com intolerância à frutose4, pois o sorbitol1 da formulação transforma-se em frutose4 no organismo.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Advertências e Precauções

Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico. Este medicamento deve ser administrado com cautela em pacientes com queimação de estômago5 (ou úlcera gástrica6 e gastrite7).

Em casos de mal estar persistente ou aparecimento de falta de ar, febre8, presença de catarro com pus9 ou com sangue10, recomenda-se uma avaliação específica.

Este medicamento não deve ser utilizado em crianças menores de 2 anos de idade.

Gravidez11 e Lactação12:

Categoria de risco na gravidez11 C: Não há dados disponíveis sobre o uso de extratos de Hedera Helix L. em animais e nem em mulheres grávidas ou lactantes13.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou amamentando, sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Pacientes Idosos (acima de 65 anos de idade):

Ainda que os estudos não tenham demonstrado alteração nos pacientes idosos, é sempre recomendável um acompanhamento rigoroso a estes pacientes.

Efeitos na habilidade de dirigir e operar máquinas

Apesar de não terem sido realizados estudos específicos sobre os efeitos do produto na capacidade de dirigir e usar máquinas, não foi observada, nos outros estudos conduzidos com Hedera Helix L. qualquer alteração que exija restrição das atividades relacionadas a dirigir e/ou usar máquinas.

Interações Medicamentosas

Assim como todos os medicamentos, informe ao seu profissional de saúde14 todas as plantas medicinais e fitoterápicos que estiver tomando.

Interações podem ocorrer entre medicamentos e plantas medicinais e mesmo entre duas plantas medicinais quando administradas ao mesmo tempo.

Não são conhecidos efeitos adversos quando o paciente usa simultaneamente Hedera Helix L. com outros medicamentos. De qualquer maneira, o médico deverá ser informado sobre o uso de medicamentos concomitante.

Interações com alimentos e testes laboratoriais

Não são conhecidas interações com alimentos e testes laboratoriais.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde14.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cuidados de conservação

Abrifit deve ser mantido em temperatura ambiente (15 e 30°C) e protegido da umidade.

Este medicamento tem validade de 24 meses a partir da sua data de fabricação.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas:

Abrifit apresenta-se na forma de solução límpida com coloração caramelo e odor de cereja.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Crianças (de 2 até 4 anos): 2,5 mL três vezes ao dia;

Crianças (de 4 até 12 anos): 5 mL três vezes ao dia;

Adultos: 7,5 mL três vezes ao dia.

A duração do tratamento depende do tipo e da severidade do quadro clínico. O tratamento deve durar o mínimo de uma semana em casos de inflamações15 menores do trato respiratório, devendo ser mantido durante dois a três dias após a diminuição dos sintomas2, de forma a assegurar a manutenção e eficácia.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Você pode tomar a dose deste medicamento assim que se lembrar. Tome a dose seguinte com o intervalo de 8 horas. E não exceda a dose recomendada para cada dia.

Não interrompa o tratamento sem conhecimento do seu médico, mesmo se você verificar melhora depois de poucos dias.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Os eventos adversos de Abrifit (Hedera helix L.) são apresentados a seguir em ordem de frequência decrescente:

Reação Comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): desordens gastrointestinais

Reação Incomum (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): diarreia16 (provavelmente devido à presença de sorbitol1 na formulação), dor abdominal, dor na região do estômago5, náuseas17 e vômitos18, alergia3 na pele19 e outras reações alérgicas.

Reação Rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): boca20 seca e sede, perda de apetite, eructação21 (arrotar), aftas, ansiedade, tremor, dor de cabeça22, tontura23, palpitação24, sudorese25.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

A ingestão de quantidades claramente superiores (mais que o triplo da dose diária) pode produzir náuseas17, vômitos18 e
diarreia16. Nesses casos procure um serviço médico.
Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a
embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS


VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
 

Registro M.S. nº 1.5423.0216
Farm. Resp.: Rafaella C. A. Chimiti - CRF-GO n° 4262

Geolab Indústria Farmacêutica S/A
CNPJ: 03.485.572/0001-04
VP. 1B QD.08-B MÓDULOS 01 A 08 - DAIA - ANÁPOLIS – GO
www.geolab.com.br
Indústria Brasileira


SAC 0800 701 6080

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sorbitol: Adoçante com quatro calorias por grama. Substância produzida pelo organismo em pessoas com diabetes e que pode causar danos aos olhos e nervos.
2 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
3 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
4 Frutose: Açúcar encontrado naturalmente em frutas e mel. A frutose encontrada em alimentos processados é derivada do milho. Contém quatro calorias por grama.
5 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
6 Úlcera gástrica: Lesão na mucosa do estômago. Pode ser provocada por excesso de ácido clorídrico produzido pelo próprio estômago ou por medicamentos como antiinflamatórios ou aspirina. É uma doença infecciosa, causada pela bactéria Helicobacter pylori em quase 100 % dos casos.
7 Gastrite: Inflamação aguda ou crônica da mucosa do estômago. Manifesta-se por dor na região superior do abdome, acidez, ardor, náuseas, vômitos, etc. Pode ser produzida por infecções, consumo de medicamentos (aspirina), estresse, etc.
8 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5°C e temperatura retal acima de 38°C. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
9 Pus: Secreção amarelada, freqüentemente mal cheirosa, produzida como conseqüência de uma infecção bacteriana e formada por leucócitos em processo de degeneração, plasma, bactérias, proteínas, etc.
10 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
11 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
12 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
13 Lactantes: Que produzem leite; que aleitam.
14 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
15 Inflamações: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc. Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
16 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
17 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
18 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
19 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
20 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
21 Eructação: Ato de eructar, arroto.
22 Cabeça:
23 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
24 Palpitação: Designa a sensação de consciência do batimento do coração, que habitualmente não se sente. As palpitações são detectadas usualmente após um exercício violento, em situações de tensão ou depois de um grande susto, quando o coração bate com mais força e/ou mais rapidez que o normal.
25 Sudorese: Suor excessivo

Tem alguma dúvida sobre Abrifit?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.