Preço de ABRILAR em Wilmington/SP: R$ 45,91

ABRILAR

FARMOQUIMICA

Atualizado em 03/06/2015

ABRILAR®
Hedera helix

Apresentação do Produto do Abrilar

Nomenclatura botânica: Hedera helix Linné (Araliaceae)
Nomenclatura vulgar: Hera sempre-verde
Parte utilizada: Folhas

Forma Farmacêutica do Abrilar


Xarope contendo frasco de vidro âmbar de 100 ml com copo-medida.
USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Composição do Abrilar

Cada 1 ml contém:
Extrato seco de folhas de Hedera helix (Hederacoside C -0,35 mg/ml ou
5%)
....................7mg
Excipiente (água purificada, sorbato de potássio, ácido cítrico, amido, solução de
sorbitol1 a 70%, goma xantam e aromatizante de cereja), qsp ....................1 ml
Obs: cada 2,5ml de solução contém 0,963g do substituto do açúcar2 sorbitol1 =
0,08UB.

Informações ao Paciente do Abrilar

Ação do medicamento: ABRILAR® Possui efeito mucolítico e expectorante (diminui
a viscosidade3 das secreções e aumenta a atividade de varredura promovida pelos
cílios do epitélio4 brônquico, facilitando a expectoração5) e broncodilatador6 (com ação
relaxante sobre o músculo liso7 brônquico), esse efeito facilita a expectoração5 e
melhora a respiração.
Cuidados de armazenamento: Conservar em temperatura ambiente (15º a 30ºC).
Proteger da Luz e umidade.
Prazo de validade: O prazo de validade, antes de ser aberto é de 3 anos e após
aberto é de 3 meses, mantido a temperatura de no máximo 25ºC.
Gravidez8 e lactação9: Informe seu médico a ocorrência de gravidez8 durante o
tratamento ou após o seu término.
Informar ao médico se estiver amamentando.
Cuidados na administração: Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre
os horários, as doses e a duração do tratamento.
Interrupção do tratamento: Não interromper o tratamento sem o conhecimento do
seu médico.
Reações adversas: Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS
CRIANÇAS.
Ingestão concomitante com outras substâncias:
Não são conhecidas alterações
no efeito do medicamento quando ingerido concomitantemente com outras
substâncias. Por esse motivo este xarope pode ser ingerido com outras substâncias.
Contra-indicações e precauções: O produto não deve ser utilizado por pacientes
que contenham intolerância à frutose10, somente o médico, após avaliação do risco
em relação aos benefícios do produto poderá determinar se este tipo de paciente
pode fazer uso do produto.
Embora não existam dados clínicos sobre a exposição de ABRILAR® na gravidez8
humana, os estudos com animais prenhos não indicam efeitos nocivos diretos ou
indiretos em relação à gravidez8, desenvolvimento embrionário ou fetal, parto ou
desenvolvimento pós-natal. Apesar disto, como qualquer outro medicamento,
ABRILAR® deve ser administrado com cautela durante a gravidez8 e lactação9.
Efeitos sobre a capacidade de dirigir e usar máquinas: Apesar de não terem sido
realizados os estudos específicos sobre os efeitos do produto na capacidade de
dirigir e usar máquinas, não foi observado, nos outros estudos conduzidos com
ABRILAR®, qualquer alteração nos pacientes que conduzam a alguma restrição nos
paciente que tenham atividades relacionadas a dirigir e/ou usar máquinas.
NÃO TOME REMÉDIO SEM CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER
PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE11.

Informações Técnicas do Abrilar

Características do Abrilar

ABRILAR® Contém em sua formulação o extrato seco de folhas de Hedera helix,utilizado como meio de extração o etanol a 30% (não presente no produto final)
como substância ativa. Os componentes das matérias vegetais da droga (folhas de
hera) que fornecem o valor terapêutico da droga são, principalmente, o
bisdesmosídeo saponinas, do grupo de glicosídeos triterpenos, cujo principal
representante em termos qualitativos é a hederasaponina C (hederacosídeo C). O
efeito terapêutico de ABRILAR® nas doenças das vias aéreas é devido ao glicosídeo
saponina, presente no extrato seco, que possui dupla ação: mucolítica e
broncodilatadora. Ambas as ações aumentam a expectoração5 eliminando as
secreções que obstruem a via aérea.
O efeito mucolítico do extrato deve-se essencialmente à natureza da saponina dos
hederaglicosídeos, embora os efeitos parassimpaticolíticos de certos glicosídeos
sejam considerados a base das propriedades broncodilatadoras sobre os brônquios12
inflamados.

Indicações do Abrilar

ABRILAR® é indicado para o tratamento sintomático13 de afecções14
broncopulmonares, com aumento de secreções e/ ou broncoespasmos15 associados.
Possui efeito mucolítico e expectorante (diminui a viscosidade3 das secreções e
aumenta a atividade de varredura promovida pelos cílios do epitélio4 brônquico,
facilitando a expectoração5) e broncodilatador6 (com ação relaxante sobre o músculo
liso brônquico), esse efeito facilita a expectoração5 e melhora a respiração.

Contra-Indicação do Abrilar

Devido à origem natural dos princípios ativos de ABRILAR® não foi registrada
qualquer contra-indicação em sua utilização.

Precaução do Abrilar

ABRILAR® contém em sua fórmula, sorbitol1, o qual é metabolizado no organismo
em frutose10, sendo conveniente avaliar sua indicação a pacientes com intolerância a
esta substância.
INFORME AO SEU MÉDICO SOBRE QUALQUER MEDICAMENTO QUE ESTEJA
USANDO, ANTES DO INÍCIO OU DURANTE DO TRATAMENTO.

Interações Medicamentosas do Abrilar

Não são conhecidos efeitos adversos quando o paciente usa simultaneamente
ABRILAR® com outros medicamentos. Por este motivo, este xarope pode ser
utilizado juntamente com outros medicamentos. De qualquer maneira informe ao seu
médico sobre outros medicamentos que esteja usando.

Reações Adversas/Colaterais e Alterações de Exames Laboratoriais do Abrilar


É raro observar-se efeitos secundários; em alguns casos foi registrado um ligeiro
efeito laxante16, provavelmente vinculado à presença de sorbitol1 em sua fórmula.

Posologia e Modo de Usar do Abrilar

AGITE ANTES DE USAR•  Lactentes17 e crianças até 7 anos de idade - 2,5 ml, 3 vezes ao dia
•  Crianças acima de 7 anos de idade - 5ml, 3 vezes ao dia
•  Adultos - 7,5 ml, 3 vezes ao dia

Observações do Abrilar

ABRILAR® xarope contém um extrato de plantas como ingrediente ativo e, portanto,
a coloração pode variar ocasionalmente, como todas as preparações feitas a partir
de ingredientes naturais. Conseqüentemente, isto não afeta a eficácia terapêutica18 da
preparação.
A ampla margem terapêutica18 de ABRILAR® permite modificar as doses
recomendadas, segundo critério médico.
A duração do tratamento depende da gravidade do quadro clínico. Porém, o
tratamento deve durar no mínimo uma semana, mesmo em casos de processos
menos graves do trato respiratório.

Uso em pacientes idosos (acima de 65 anos de idade)
Ainda que os estudos clínicos não tenham demonstrado alterações nos pacientes
idosos, é sempre recomendável um acompanhamento rigoroso do médico a estes
pacientes.

Conduta na Superdosagem do Abrilar


O médico deverá ser informado, caso haja sintomas19 de náuseas20, vômito21 e diarréia22,
pode ser devido à ingestão de quantidades muito altas (mais do que três vezes a
dose diária recomendada), para que se possa ser tomado as medidas cabíveis.

ATENÇÃO: ESTE PRODUTO É UM NOVO MEDICAMENTO E EMBORA AS
PESQUISAS TENHAM INDICADO EFICÁCIA E SEGURANÇA, QUANDO
CORRENTAMENTO INDICADO, PODEM OCORRER REAÇÕES ADVERSAS
IMPREVISÍVEIS, AINDA NÃO DESCRITAS OU CONHECIDAS. EM CASO DE
SUSPEITA DE REAÇÃO ADVERSA O MÉDICO RESPONSÁVEL DEVER SER
NOTIFICADO.
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

Reg. MS: 1.0390.
Farm. Resp. : Dr. Carlos de Azevedo Salles - CRF-RJ nº 2418
Fabricado por Engelhard Arzneimittel Gmbh & Co Kg - Alemanha
Distribuído por FARMOQUÍMICA S/A.
Rua Viúva Cláudio, 300
Rio de Janeiro - RJ
CNPJ: 33.349.473/0003-10
SAC
Serviço de
Atendimento ao
Cliente
0800-250110


Ver informações do laboratório

ABRILAR - Laboratório

FARMOQUIMICA
Rua General Polidoro, 105
Rio de Janeiro/RJ - CEP: 22280-001
Tel: 55 (021 )275-3548
Fax: 55 (021) 542-6747
Site: http://www.farmoquimica.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "FARMOQUIMICA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sorbitol: Adoçante com quatro calorias por grama. Substância produzida pelo organismo em pessoas com diabetes e que pode causar danos aos olhos e nervos.
2 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
3 Viscosidade: 1. Atributo ou condição do que é viscoso; viscidez. 2. Resistência que um fluido oferece ao escoamento e que se deve ao movimento relativo entre suas partes; atrito interno de um fluido.
4 Epitélio: Epitélio ou tecido epitelial é um tecido constituído por células justapostas, ou seja, intimamente unidas entre si. Sua principal função é revestir a superfície externa do corpo, os órgãos e as cavidades corporais internas. Os epitélios são eficientes barreiras contra a entrada de agentes invasores e a perda de líquidos corporais. Eles têm também funções secretoras, sensoriais e de absorção. O tecido epitelial é um dos quatro tipos de tecidos básicos do nosso organismo, juntamente com os tecidos conjuntivo, muscular e nervoso.
5 Expectoração: Ato ou efeito de expectorar. Em patologia, é a expulsão, por meio da tosse, de secreções provenientes da traqueia, brônquios e pulmões; escarro.
6 Broncodilatador: Substância farmacologicamente ativa que promove a dilatação dos brônquios.
7 Músculo Liso: Um dos músculos dos órgãos internos, vasos sanguíneos, folículos pilosos etc.; os elementos contráteis são alongados, em geral células fusiformes com núcleos de localização central e comprimento de 20 a 200 mü-m, ou ainda maior no útero grávido; embora faltem as estrias traversas, ocorrem miofibrilas espessas e delgadas; encontram-se fibras musculares lisas juntamente com camadas ou feixes de fibras reticulares e, freqüentemente, também são abundantes os ninhos de fibras elásticas. (Stedman, 25ª ed)
8 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
9 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
10 Frutose: Açúcar encontrado naturalmente em frutas e mel. A frutose encontrada em alimentos processados é derivada do milho. Contém quatro calorias por grama.
11 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
12 Brônquios: A maior passagem que leva ar aos pulmões originando-se na bifurcação terminal da traquéia. Sinônimos: Bronquíolos
13 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
14 Afecções: Quaisquer alterações patológicas do corpo. Em psicologia, estado de morbidez, de anormalidade psíquica.
15 Broncoespasmos: Contrações dos músculos lisos bronquiais, capazes de produzir estreitamento das vias aéreas, manifestado por sibilos no tórax e falta de ar. São contrações vistas com frequência na asma.
16 Laxante: Que laxa, afrouxa, dilata. Medicamento que trata da constipação intestinal; purgante, purgativo, solutivo.
17 Lactentes: Que ou aqueles que mamam, bebês. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
18 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
19 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
20 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
21 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
22 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.

Tem alguma dúvida sobre ABRILAR?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.