Preço de Pliaglis em Woodbridge/SP: R$ 138,87

Pliaglis

GALDERMA BRASIL LTDA

Atualizado em 13/04/2020

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Pliaglis®
lidocaína + tetracaína
Creme 70 mg/g + 70 mg/g

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES:

Creme dermatológico
Bisnagas plásticas laminadas de 15 e 30 gramas

USO DERMATOLÓGICO
USO ADULTO

COMPOSIÇÃO:

Cada grama1 de Pliaglis contém:

lidocaína 70 mg
tetracaína 70 mg
veículo q.s.p. 1 g

Excipientes: fosfato de cálcio dibásico, água purificada, álcool polivilínico, petrolato branco, palmitato de sorbitana, metilparabeno e propilparabeno.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUÊ ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Pliaglis® Creme é indicado para anestesiar uma área da pele2 antes de um procedimento doloroso, como inserção de agulha ou tratamentos a laser.

COMO ESSE MEDICAMENTO FUNCIONA?

Pliaglis® Creme é feito de dois princípios ativos (lidocaína e tetracaína) que são conhecidos por produzir anestesia3 local na área a ser tratada antes de um procedimento doloroso.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Este medicamento não deve ser utilizado:

  • Se você for alérgico (hipersensível) à lidocaína ou tetracaína, ou a algum anestésico local similar ou a qualquer um dos demais componentes da fórmula.
  • Se você souber que é alérgico ao ácido para-aminobenzóico (também chamado de PABA), uma substância que é produzida quando o corpo destrói a tetracaína; metilparabeno ou propilparabeno.

Este medicamento é contraindicado para menores de 18 anos de idade.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Informe seu médico se você possui alguma doença do fígado4, rins5 ou coração6 ou se você está muito doente e fisicamente fraco, pois você pode apresentar maior sensibilidade a Pliaglis® Creme.

Pliaglis® Creme não deve ser utilizado sobre a pele2 ferida ou machucada ou em áreas sensíveis, como na boca7.

Se Pliaglis® Creme for utilizado na região próxima aos olhos8, deve-se ter cuidado para que o produto não entre em contato com os olhos8. Se houver contato, o olho9 deve ser lavado imediatamente com água ou solução salina e deve ser protegido, até que a sensação cesse.

Por ser de uso tópico10, este medicamento não afeta a habilidade de dirigir ou operar máquinas. Pliaglis® Creme contém metilparabeno e propilparabeno, que podem causar reações alérgicas (mesmo após um tempo).

Interações medicamentosas

O risco de efeitos adversos aumenta se Pliaglis Creme for utilizado com outros medicamentos, por exemplo:

  • Alguns medicamentos para tratamento de doenças do coração6, como quinidina, disopiramida, tocainida, mexiletina e amiodarona;
  • Medicamentos conhecidos por induzir metemoglobinemia como as fonamidas, naftaleno, nitratos e nitritos, nitrofurantoína, nitroglicerina, nitroprussiato, primaquina e quinina;
  • Outros medicamentos contendo lidocaína e/ou tetracaína.

Gravidez11 e lactação12

Pergunte ao seu médico antes de usar Pliaglis Creme durante a gravidez11. A amamentação13 pode ser realizada durante o uso de Pliaglis Creme, contanto que o medicamento não seja aplicado nos seios14.

Informe ao seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde15.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cuidados de conservação

Pliaglis® Creme deve ser mantido sob refrigeração (temperatura entre 2°C e 8°C). Não congelar.

Uma vez retirado da geladeira, Pliaglis® Creme não deve ser refrigerado novamente. Deve ser armazenado em temperatura abaixo de 25ºC e deve ser utilizado por até 3 meses. É recomendado que a data da retirada da geladeira seja anotada na embalagem.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas do produto

Pliaglis® Creme é um creme viscoso de cor branca a esbranquiçada.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte seu médico para saber se poderá utilizá-lo.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR O ESTE MEDICAMENTO?

Pliaglis® Creme deve ser utilizado conforme orientação médica. Caso tenha dúvidas, você deve verificar com seu médico.

Pliaglis® Creme deve ser aplicado somente em pele2 seca e intacta, com uma espátula ou abaixador de língua16 (ou outro instrumento de superfície plana). Deve ser espalhado de forma uniforme e em uma camada fina (aproximadamente 1 mm de espessura) pela área a ser anestesiada (a ser determinada pelo seu médico).

A área anestesiada NÃO deve ser coberta com curativos ou ataduras. Este medicamento não deve ser aplicado com os dedos.

Deve-se ter cuidado para que o produto não entre em contato com os olhos8. Se houver contato, o olho9 deve ser lavado imediatamente com água ou solução salina e deve ser protegido, até que a sensação de incômodo decorrente da presença do produto cesse.

O creme deve ser deixado para secar por 30 a 60 minutos, dependendo do procedimento, conforme determinado pelo seu médico.

Após o tempo adequado de aplicação, o creme seco irá formar uma película suave na sua pele2. Pliaglis® Creme pode ser removido segurando uma borda da película e puxando-a da pele2.

A película deve ser descartada imediatamente após a remoção. A película deve ser descartada como lixo hospitalar e não deve ser jogado em sanitários ou em redes de esgoto, por conter quantidades concentradas de substâncias.

A área tratada deve ser limpa com uma compressa para retirar qualquer resíduo da película. As mãos17 devem ser lavadas imediatamente após a remoção e descarte da película.

Após a retirada da película, a pele2 estará anestesiada. Não se deve arranhar ou esfregar a área tratada e nem tocar superfícies muito quentes ou frias até que a anestesia3 tenha cessado, pois pode-se acidentalmente machucar a pele2.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O QUE DEVO FAZER QUANDO ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Este medicamento deve ser aplicado pelo seu médico e, portanto, a quantidade de aplicações e a duração do tratamento serão definidas por ele.

Em caso de dúvidas, procure orientação do seu médico.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE CAUSAR?

Como outros medicamentos, Pliaglis® Creme pode causar reações adversas, mesmo que nem todas as pessoas as apresentem.

A maioria das reações ocorre quando o creme é aplicado na pele2. Elas são geralmente moderados, duram pouco tempo e cessam após o fim do tratamento.

As duas substâncias presentes em Pliaglis® (lidocaína e tetracaína) podem causar reações alérgicas (anafiláticas) como rash18 cutâneo19, inchaço20 e dificuldades para respirar. Se você tiver qualquer uma dessas reações, Pliaglis Creme deve ser removido imediatamente e procure atendimento médico de urgência21.

As reações adversas mais frequentes que podem ocorrer na área de aplicação são:

Reação muito comum (ocorre em mais de 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): vermelhidão, descoloração da pele2.

Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): inchaço20 da pele2.

Reação incomum (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): coceira na pele2, dor, reação na área de aplicação.

Reação rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): palidez, ardência, inchaço20 do rosto, descamação22 da pele2, irritação, sensação de formigamento, inchaço20 de pálpebras23.

Alguns casos de urticária24 foram relatados como reações adversas.

Se qualquer uma dessas reações for séria, ou se você notar qualquer outra não listada nesta bula, contate seu médico.

Atenção: este produto é um medicamento que possui nova associação no país e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer eventos adversos imprevisíveis ou desconhecidos. Nesse caso, informe seu médico.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

A máxima área de aplicação não deve exceder 400cm2 (não mais do que duas bisnagas de 30 g devem ser utilizadas).

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS


VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
 

MS – 1.2916.0070
Farm. Resp: Dra. Carla Sapiensa Justino – CRF-SP nº 31.358

Registrado e importado por:
GALDERMA BRASIL LTDA.
Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença, km 9
Condomínio Tech Town 13186-904 - Hortolândia – SP
CNPJ 00.317.372/0004-99

Fabricado por:
LABORATOIRES GALDERMA
Zone Industrielle de Montdésir 74540 Alby-sur-Chéran França


SAC 0800 337 6286

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Grama: 1. Designação comum a diversas ervas da família das gramíneas que formam forrações espontâneas ou que são cultivadas para criar gramados em jardins e parques ou como forrageiras, em pastagens; relva. 2. Unidade de medida de massa no sistema c.g.s., equivalente a 0,001 kg . Símbolo: g.
2 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
3 Anestesia: Diminuição parcial ou total da sensibilidade dolorosa. Pode ser induzida por diferentes medicamentos ou ser parte de uma doença neurológica.
4 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
5 Rins: Órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.
6 Coração: Órgão muscular, oco, que mantém a circulação sangüínea.
7 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
8 Olhos:
9 Olho: s. m. (fr. oeil; ing. eye). Órgão da visão, constituído pelo globo ocular (V. este termo) e pelos diversos meios que este encerra. Está situado na órbita e ligado ao cérebro pelo nervo óptico. V. ocular, oftalm-. Sinônimos: Olhos
10 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
11 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
12 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
13 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
14 Seios: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
15 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
16 Língua:
17 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
18 Rash: Coloração avermelhada da pele como conseqüência de uma reação alérgica ou infecção.
19 Cutâneo: Que diz respeito à pele, à cútis.
20 Inchaço: Inchação, edema.
21 Urgência: 1. Necessidade que requer solução imediata; pressa. 2. Situação crítica ou muito grave que tem prioridade sobre outras; emergência.
22 Descamação: 1. Ato ou efeito de descamar(-se); escamação. 2. Na dermatologia, fala-se da eliminação normal ou patológica da camada córnea da pele ou das mucosas. 3. Formação de cascas ou escamas, devido ao intemperismo, sobre uma rocha; esfoliação térmica.
23 Pálpebras:
24 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.

Tem alguma dúvida sobre Pliaglis?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.