Colidis

Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A

Atualizado em 06/09/2022

IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO

Colidis
Lactobacillus reuteri DSM 17938
Gotas

FOLHETO INFORMATIVO

Colidis é um produto à base de probióticos, feito para a saúde intestinal.

Associado a uma dieta equilibrada e hábitos de vida saudáveis, Colidis pode contribuir para a melhora do desconforto intestinal de bebês.

A ingestão de 5 gotas ao dia, fornece 1 x 10UFC (100.000.000 de Unidades Formadoras de Colônias) de Limosilactobacillus reuteri DSM 17938, auxiliando no controle das bactérias presentes no intestino, ao inibir o crescimento das bactérias nocivas ao organismo. 

O que são probióticos?

A Organização Mundial de Saúde define probióticos como “organismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem benefício à saúde do hospedeiro”. Para garantir o equilíbrio da flora intestinal, os próbióticos controlam o crescimento e a proliferação das bactérias patogênicas, produzindo substâncias capazes de matar esses microrganismos e de estimular o sistema imunológico local, além de aderir na mucosa ou revestimento interno do intestino, competindo com os microrganismos nocivos e inibindo sua fixação local. 

No entanto, para que o probiótico possa exercer sua função na forma e no local adequados, é necessário que, após sua ingestão, esses microrganismos alcancem o cólon (porção final do intestino) ainda vivos e em quantidades suficientes. Para isso, os probióticos precisam ser resistentes à acidez do estômago, às enzimas e aos sais biliares intestinais, precisam também aderir à mucosa intestinal, inibir a proliferação de bactérias patogênicas e  ser resistentes a determinados antibióticos. Todas essas características necessitam  estar presentes no tipo de probiótico presente no produto, para que se garanta sua eficácia e segurança de uso.

Os probióticos de Colidis

COLIDIS possui em sua composição o Limosilactobacillus reuteri DSM 17938, o qual é um dos poucos probióticos que resiste no trato gastrintestinal de humanos, foi extensivamente estudado com relação à saúde gastrintestinal e passou por testes laboratoriais e estudos clínicos que garantem que esses probióticos cheguem viáveis ao intestino, ou seja, vivos e em quantidade suficiente para exercerem seu efeito.

Testes laboratoriais demostraram que os probióticos de COLIDIS são resistentes à acidez do estômago, às enzimas e aos sais biliares intestinais, aderem adequadamente a células da mucosa intestinal, inibem a proliferação de bactérias patogênicas e são resistentes a determinados antibióticos. Essas características permitem que os probióticos de COLIDIS cheguem ao intestino e atuem de forma eficiente e segura. 

Como usar Colidis

Recomenda-se a utilização de 5 gotas ao dia de COLIDIS, não se devendo exceder este limite. A ingestão de 5 gotas de COLIDIS fornece 1×10UFC (100.000.000 de Unidades Formadoras de Colônias) de Limosilactobacillus reuteri DSM 17938 vivos.

  1. Agite vigorosamente o produto por 10 segundos antes de usar.
  2. Há uma marca no batoque que indica saída de ar. Para facilitar a formação das gotas, posicione-a para cima.
  3. Em seguida, vire o produto com o dispensador em um ângulo de 45 graus.
  4. Aguarde a formação e queda das gotas em uma colher.

Misture-as em leite ou outro líquido em temperatura fria ou ambiente.

Não misture Colidis com líquidos ou comidas quentes, pois poderá danificar o Lactobacilo.

O conteúdo do frasco (5 ml) deverá durar aproximadamente 25 dias. 

O conteúdo do frasco (10 ml) deverá durar aproximadamente 50 dias.

A embalagem contém filme plástico para controle de umidade do produto, o qual não deve ser ingerido ou mastigado. Ele tem a função de garantir a validade do produto em temperatura ambiente.

O uso dos probiótico presente em COLIDIS pode contribuir para a melhora do desconforto intestinal de bebês.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

Tem alguma dúvida sobre Colidis?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.