ANDROCUR

SCHERING

Atualizado em 03/06/2015

Androcur® SCHERING

Acetato de ciproterona

Uso adulto

Composição de Androcur

Cada comprimido contêm 50 mg de acetato de ciproterona.

Indicações e Posologia de Androcur

No homem: Diminuição do impulso sexual patológico ou patologicamente aumentado. 1 comprimido de ANDROCUR 2 vezes ao dia, após as refeições, com um pouco de líquido. Pode ser necessário aumentar a dose para 2 comprimidos 2 vezes ao dia e, mesmo transitoriamente, para 2 comprimidos 3 vezes ao dia. Obtido o resultado terapêutico desejado, deve-se tentar mantê-lo com a menor dose possível: 1/2 comprimido 2 vezes ao dia, geralmente é suficiente. Carcinoma1 de próstata2 inoperável: Após orquiectomia3, 2 comprimidos de ANDROCUR 1 ou 2 vezes ao dia; sem orquiectomia3, 2 comprimidos de ANDROCUR 2 ou 3 vezes ao dia. Não modificar a dose ou suspender o tratamento imediatamente após remissão ou melhora. Redução de androgênios em tratamento com agonista4 de LH-RH: 2 comprimidos 2 vezes ao dia, isoladamente por 5 a 7 dias e, posteriormente, por 3-4 semanas juntamente com o agonista4 de LH-RH. Para eliminar o efeito de androgênios adrenocorticais no tratamento com agonista4 de LH-RH: 2 comprimidos 1 ou 2 vezes ao dia.
Na mulher: Manifestações graves de androgenização, como hirsutismo5 intenso, alopecia6 androgênica grave, formas graves de acne7 e seborréia8. Em pacientes em idade reprodutiva: Antes de iniciar o tratamento, deve-se efetuar exame geral completo e minuciosa exploração ginecológica bem como excluir a existência de gravidez9. Em pacientes na maturidade sexual, inicia-se o tratamento com ANDROCUR no 1º dia do ciclo menstrual. Pacientas amenorréicas ou que tenham menstruações muito irregulares iniciarão o tratamento imediatamente. Nestes casos, observar-se-á o esquema geral de tratamento mencionado a seguir, como se o 1º dia de tratamento tivesse coincidido com o 1º dia do ciclo. Do 1º ao 10º dia do ciclo devem ser ingeridos diariamente 2 comprimidos de ANDROCUR, após as refeições, com um pouco de líquido. Adicionalmente, para estabilizar o ciclo e para proporcionar a proteção contraceptiva necessária, administrar um preparado contendo associação progestogênio-estrogênio, como Diane 35, 1 drágea10 por dia a partir do 10 dia da menstruação11, durante 3 semanas. A seguir, intercalam-se 7 dias de pausa, durante os quais ocorrerá sangramento semelhante ao menstrual. Após a pausa, inicia-se novo ciclo de tratamento combinado. Se não ocorrer menstruação11, deve-se excluir a  gravidez9  antes de continuar o tratamento. Obtida a melhora clínica, pode-se reduzir a dose de ANDROCUR para 1 ou ½ comprimido por dia, durante os 10 dias do tratamento combinado. Em alguns casos, o uso isolado de  Diane 35 pode ser suficiente. Em pacientes histerectomizadas ou em pacientes após a menopausa12, pode-se administrar exclusivamente ANDROCUR. Dependendo da gravidade dos distúrbios, utiliza-se 1/2 ou 1 comprimido por dia durante 21 dias consecutivos, intercalando um intervalo de 7 dias antes de iniciar o novo ciclo de tratamento.

Efeitos Colaterais13 de Androcur

No homem: ANDROCUR diminui paulatinamente a capacidade de procriação. Terminado o tratamento, a função gonadal reinstala-se no decorrer de alguns meses. Igualmente, no homem, pode às vezes ocorrer ginecomastia14, eventualmente associada à hipersensibilidade do mamilo ao tato. Estes sintomas15 geralmente desaparecem após a interrupção do tratamento.
Na mulher: Em vigência do tratamento combinado, a ovulação16 é inibida, o que ocasiona infertilidade17. Pode ocorrer tensão mamária.
Em ambos os sexos: Durante o tratamento pode apresentar-se sonolência e adinamia. Em alguns casos podem ocorrer, transitoriamente, inquietações e estados depressivos. Às vezes são observadas modificações no peso. Em tratamento com altas doses pode ocorrer redução da função adrenocortical.

Contra-Indicações de Androcur

Gravidez9, lactação18, hepatopatias, icterícia19 ou prurido20 grave durante gravidez9 anterior, antecedente de herpes gestacional, síndrome21 de Dubin-Johnson e de Rotor, tumores hepáticos atuais ou antecedentes dos mesmos (na indicação em carcinoma1 de próstata2 somente quando este não seja devido a metástases22), doenças debilitantes (exceto carcinoma1 de próstata2), depressões crônicas graves, processos tromboembólicos ou antecedentes dos mesmos, diabetes23 grave com alterações vasculares24, anemia falciforme25. Em portadores de carcinoma1 de próstata2 com antecedentes de processos tromboembólicos, diabetes23 grave com alterações vasculares24 e(ou) anemia falciforme25, deve-se decidir, individual e cuidadosamente, sobre benefícios e riscos.

Observações de Androcur

Pacientes cuja atividade exige agilidade mental e boa concentração motora (ex. motoristas) devem ser alertados de que ANDROCUR pode produzir cansaço, adinamia e diminuição da capacidade de concentração. Durante o tratamento deve-se efetuar provas de função hepática26 e de córtex supra-renal27 e hemogramas (série vermelha). Cuidadosa vigilância clínica e laboratorial se faz necessária nos casos de pacientes diabéticos. Além do mais, pode ser necessário reajustar a medicação antidiabética. Durante o tratamento com esteróides sexuais, tais como o contido em ANDROCUR, têm-se observado, algumas vezes, alterações hepáticas28 benignas e, muito mais raramente, também malignas, que em casos isolados podem provocar hemorragias29 intra-abdominais perigosas. Por isso, deve-se informar ao médico sobre quaisquer queixas não-habituais no abdome30 superior, que não cedam espontaneamente em curto espaço de tempo, pois pode ser necessária a interrupção da administração. O álcool desinibe as pessoas, por isso, é possível que a ingestão de bebidas alcoólicas possa diminuir ou contrabalançar o efeito inibidor de ANDROCUR sobre o impulso sexual exagerado. ANDROCUR não deve ser administrado para pacientes31 que ainda não ultrapassaram a puberdade, visto que não se pode excluir influência negativa sobre o crescimento longitudinal e sobre a função das gônadas32 ainda não desenvolvidas. Pacientes do sexo feminino que usarem adicionalmente Diane 35 devem levar em consideração efeitos secundários, contra-indicações, observações e precauções próprias deste produto.

Apresentação de Androcur


Frasco com 20 comprimidos sulcados.

Informações detalhadas encontram-se à disposição da classe médica.


SCHERING DO BRASIL, Químicas Farmacêutica Ltda.

ANDROCUR - Laboratório

SCHERING
Rua Cancioneiro de Évora, 255/339/383
São Paulo/SP - CEP: 04708-010
Tel: 0800-7021241
Site: http://www.schering.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "SCHERING"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Carcinoma: Tumor maligno ou câncer, derivado do tecido epitelial.
2 Próstata: Glândula que (nos machos) circunda o colo da BEXIGA e da URETRA. Secreta uma substância que liquefaz o sêmem coagulado. Está situada na cavidade pélvica (atrás da parte inferior da SÍNFISE PÚBICA, acima da camada profunda do ligamento triangular) e está assentada sobre o RETO.
3 Orquiectomia: Remoção cirúrgica do testículo.
4 Agonista: 1. Em farmacologia, agonista refere-se às ações ou aos estímulos provocados por uma resposta, referente ao aumento (ativação) ou diminuição (inibição) da atividade celular. Sendo uma droga receptiva. 2. Lutador. Na Grécia antiga, pessoa que se dedicava à ginástica para fortalecer o físico ou como preparação para o serviço militar.
5 Hirsutismo: Presença de pêlos terminais (mais grossos e escuros) na mulher, em áreas anatômicas características de distribuição masculina, como acima dos lábios, no mento, em torno dos mamilos e ao longo da linha alba no abdome inferior. Pode manifestar-se como queixa isolada ou como parte de um quadro clínico mais amplo, acompanhado de outros sinais de hiperandrogenismo (acne, seborréia, alopécia), virilização (hipertrofia do clitóris, aumento da massa muscular, modificação do tom de voz), distúrbios menstruais e/ou infertilidade.
6 Alopécia: Redução parcial ou total de pêlos ou cabelos em uma determinada área de pele. Ela apresenta várias causas, podendo ter evolução progressiva, resolução espontânea ou ser controlada com tratamento médico. Quando afeta todos os pêlos do corpo, é chamada de alopécia universal.
7 Acne: Doença de predisposição genética cujas manifestações dependem da presença dos hormônios sexuais. As lesões começam a surgir na puberdade, atingindo a maioria dos jovens de ambos os sexos. Os cravos e espinhas ocorrem devido ao aumento da secreção sebácea associada ao estreitamento e obstrução da abertura do folículo pilosebáceo, dando origem aos comedões abertos (cravos pretos) e fechados (cravos brancos). Estas condições favorecem a proliferação de microorganismos que provocam a inflamação característica das espinhas, sendo o Propionibacterium acnes o agente infeccioso mais comumente envolvido.
8 Seborréia: Também conhecida como dermatite seborreica, caspa ou eczema, é uma afecção crônica que se manifesta em partes do corpo onde existe maior produção de óleo pelas glândulas sebáceas ou a presença de um fungo, o Pityrosporum ovale. Manifesta-se sob a forma de lesões avermelhadas que descamam e coçam principalmente no couro cabeludo, sobrancelhas, barba, perto do nariz, atrás e dentro das orelhas, no peito, nas costas e nas dobras de pele (axilas, virilhas e debaixo dos seios). Nos bebês, é conhecida como crosta láctea, uma placa gordurosa que adere ao couro cabeludo, mas que pode também aparecer na região das fraldas. Não é contagiosa.
9 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
10 Drágea: Comprimido ou pílula contendo preparado farmacêutico.
11 Menstruação: Sangramento cíclico através da vagina, que é produzido após um ciclo ovulatório normal e que corresponde à perda da camada mais superficial do endométrio uterino.
12 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
13 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
14 Ginecomastia: Aumento anormal de uma ou ambas as glândulas mamárias no homem. Associa-se a diferentes enfermidades como cirrose, tumores testiculares, etc. Em certas ocasiões ocorrem de forma idiopática.
15 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
16 Ovulação: Ovocitação, oocitação ou ovulação nos seres humanos, bem como na maioria dos mamíferos, é o processo que libera o ovócito II em metáfase II do ovário. (Em outras espécies em vez desta célula é liberado o óvulo.) Nos dias anteriores à ovocitação, o folículo secundário cresce rapidamente, sob a influência do FSH e do LH. Ao mesmo tempo que há o desenvolvimento final do folículo, há um aumento abrupto de LH, fazendo com que o ovócito I no seu interior complete a meiose I, e o folículo passe ao estágio de pré-ovocitação. A meiose II também é iniciada, mas é interrompida em metáfase II aproximadamente 3 horas antes da ovocitação, caracterizando a formação do ovócito II. A elevada concentração de LH provoca a digestão das fibras colágenas em torno do folículo, e os níveis mais altos de prostaglandinas causam contrações na parede ovariana, que provocam a extrusão do ovócito II.
17 Infertilidade: Capacidade diminuída ou ausente de gerar uma prole. O termo não implica a completa inabilidade para ter filhos e não deve ser confundido com esterilidade. Os clínicos introduziram elementos físicos e temporais na definição. Infertilidade é, portanto, freqüentemente diagnosticada quando, após um ano de relações sexuais não protegidas, não ocorre a concepção.
18 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
19 Icterícia: Coloração amarelada da pele e mucosas devido a uma acumulação de bilirrubina no organismo. Existem dois tipos de icterícia que têm etiologias e sintomas distintos: icterícia por acumulação de bilirrubina conjugada ou direta e icterícia por acumulação de bilirrubina não conjugada ou indireta.
20 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.
21 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
22 Metástases: Formação de tecido tumoral, localizada em um lugar distante do sítio de origem. Por exemplo, pode se formar uma metástase no cérebro originário de um câncer no pulmão. Sua gravidade depende da localização e da resposta ao tratamento instaurado.
23 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
24 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
25 Anemia falciforme: Doença hereditária que causa a má formação das hemácias, que assumem forma semelhante a foices (de onde vem o nome da doença), com maior ou menor severidade de acordo com o caso, o que causa deficiência do transporte de gases nos indivíduos que possuem a doença. É comum na África, na Europa Mediterrânea, no Oriente Médio e em certas regiões da Índia.
26 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
27 Supra-renal:
28 Hepáticas: Relativas a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
29 Hemorragias: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
30 Abdome: Região do corpo que se localiza entre o TÓRAX e a PELVE.
31 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
32 Gônadas: 1. Designação genérica das glândulas sexuais (ovário e testículo) que produzem os gametas (óvulos e espermatozoides). 2. Em embriologia, é a glândula embrionária antes de sua possível identificação morfológica como ovário ou testículo.

Tem alguma dúvida sobre ANDROCUR?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.