BIOSTIM

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda

Atualizado em 03/06/2015

Glicoproteína

Uso pediátrico ou adulto

Composição de Biostim

Cada cápsula contém: Glicoproteína extraída de Klebsiella pneumoniae 1,0 mg; Excipiente q.s.p. 1 cápsula.

Contra-Indicações e Precauções de Biostim

Deve-se evitar o uso do produto nos pacientes portadores de doenças auto-imunes, e também em mulheres grávidas. Recomenda-se não utilizar o produto com outros imunomoduladores corticosteróldes. Não deve ser usado em crianças menores de 1 ano.

Informações Técnicas de Biostim

Propriedades de Biostim

Imunomodulador ativo sobre as diferentes populações celulares e sobre certos mediadores imunológicos implicados na defesa antiinfecção. Células fagocitárias1: Polimorfonucleares2: ativação de sua ação bactericida in vitro e in vivo; Macrófagos3: aumento da fagocitose4 (aumento da incorporação da glicosamina marcada); Células5-matriz granulocítica e monocíticas: aumento das linhagens granulomonocitárias na medula óssea6 e baço7 in vivo; Células5 Natural Killer (NK): aumento de citotoxicidade natural in vitro. Imunidade8 humoral9 (linfócitos B): Aumento da maturação de linfócitos B in vitro; in vivo, associado a antígenos10, estimulação das células produtoras de anticorpos11; estes são sobretudo do tipo IgC; no homem: sendo o produto administrado simultaneamente à uma vacina12 antigripal observamos um aumento das taxas de anticorpos13 antigripais no grupo recebendo o BIOSTIM e a vacina12 (ensaio controlado duplo-cego contra placebo14). Imunidade8 celular (linfócitos T): Aumento da proliferação linfocitária em cultura mista linfocitária in vitro; in vivo, aumento da hipersensibilidade retardada ao DNCB no animal; no homem: restauração, desde o 7º dia de tratamento, da hipersensibilidade retardada cutânea15 nos pacientes imunodeprimidos (ensaios controlados duplo-cegos contra placebo14). Ação sobre os mediadores: CSF (colony stimulating factor): aumento in vivo da taxa sérica de CSF. Este mediador aumenta a proliferação e a atividade dos macrófagos3 e granulócitos16; interleucina 1 (IL -1): aumento da produção de interleucina 1 in vitro. Este mediador é considerado como o 1º sinal17 imunológico. Suas propriedades antiinfecciosas foram demonstradas em infecções18 experimentais, o que confirma a ação sobre várias linhas imunológicas de defesas: in vivo, BIOSTIM protege contra a infecção19 bacteriana  seja de desenvolvimento intra ou extracelular ou viral. Um efeito sinergético é observado in vivo com a ampicilina em infecções18 por Listeria ou Staphylococcus. No adulto: A eficácia do BIOSTIM foi provada em ensaios controlados duplo-cegos contra placebo14. Estes ensaios permitiram observar uma diminuição de recidivas20 infecciosas em número e duração bem como uma diminuição da duração da antibioticoterapia. Estes pacientes eram portadores de bronquite crônica21 ou apresentavam fatores de risco para infecção19 devido a uma patologia22 subjacente. Na criança: Ação profilática das infecções18 respiratórias recidivantes23 demonstradas por ensaios controlados duplo-cegos contra placebo14 em crianças maiores de um ano. Observação de uma redução das recidivas20 infecciosas, em número e duração, bem como uma diminuição da duração da antibioticoterapia.

Indicações de Biostim

No adulto: Tratamento profilático das superinfecções24 das broncopatias crônicas. Na criança: Tratamento profilático das infecções18 respiratórias recidivantes23 crônicas (a partir de 2 anos ou após amigdalectomia).

Contra-Indicações e Precauções de Biostim

Como toda terapêutica25 nova, embora nenhum efeito embriotóxico ou teratogênico26 tenha tido significado durante os experimentos animais, BIOSTIM não é indicado para mulheres grávidas. Não se deve usar o produto em pacientes portadores de doenças auto-imunes. Não deve ser recomendado para crianças menores de 1 ano. Não se deve utilizar prolongadamente o medicamento. Recomenda-se respeitar o esquema posológico: uso anual de 4 caixas.

Interações Medicamentosas de Biostim

Não há relato até o momento.

Reações Adversas de Biostim

Ainda não houve relato de reações adversas.

Posologia de Biostim

Em geral: O tratamento será feito em 3 períodos de 8 dias, com intervalos de 3 semanas entre eles, à razão de 2 cápsulas por dia no primeiro período, após 1 cápsula por dia durante os períodos seguintes.

Apresentação de Biostim

Caixa com 8 cápsulas. Informações científicas à disposição da classe médica.

BIOSTIM - Laboratório

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda
Rua Conde Domingos Papais, 413
Suzano/SP - CEP: 08613-010
Site: http://www.sanofi-aventis.com.br
C.N.P.J. 02.685.377/0008-23 - Indústria Brasileira

Ou

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda
Av Brasil, 22.155- Rio de Janeiro - RJ
CNPJ 02.685.377/0019-86 - Indústria Brasileira
Atendimento ao Consumidor 0800-703-0014
www.sanofi-aventis.com.br

Ver outros medicamentos do laboratório "Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Células fagocitárias: As células fagocitárias são células de defesa orgânica que atuam como células apresentadoras de antígenos. Quando combatem e destroem agentes infecciosos, colocam os antígenos desses agentes em contato com as células reconhecedoras, os linfócitos T. Quando os linfócitos T são estimulados pelos antígenos, passam a secretar linfocinas, substâncias que iniciam a etapa específica da resposta imune.
2 Polimorfonucleares: Na histologia, é o que possui o núcleo profundamente lobado, aparentando ser múltiplo. Está presente no sangue, com núcleo de forma irregular e grânulos citoplasmáticos (diz-se de leucócito).
3 Macrófagos: É uma célula grande, derivada do monócito do sangue. Ela tem a função de englobar e destruir, por fagocitose, corpos estranhos e volumosos.
4 Fagocitose: Processo de ingestão e destruição de partículas sólidas, como bactérias ou pedaços de tecido necrosado, por células ameboides chamadas de fagócitos.
5 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
6 Medula Óssea: Tecido mole que preenche as cavidades dos ossos. A medula óssea apresenta-se de dois tipos, amarela e vermelha. A medula amarela é encontrada em cavidades grandes de ossos grandes e consiste em sua grande maioria de células adiposas e umas poucas células sangüíneas primitivas. A medula vermelha é um tecido hematopoiético e é o sítio de produção de eritrócitos e leucócitos granulares. A medula óssea é constituída de um rede, em forma de treliça, de tecido conjuntivo, contendo fibras ramificadas e preenchida por células medulares.
7 Baço:
8 Imunidade: Capacidade que um indivíduo tem de defender-se perante uma agressão bacteriana, viral ou perante qualquer tecido anormal (tumores, enxertos, etc.).
9 Humoral: 1. Relativo a humor. 2. Em fisiologia, relativo a ou próprio do conjunto de líquidos do organismo (sangue, linfa, líquido cefalorraquidiano).
10 Antígenos: 1. Partículas ou moléculas capazes de deflagrar a produção de anticorpo específico. 2. Substâncias que, introduzidas no organismo, provocam a formação de anticorpo.
11 Células Produtoras de Anticorpos: Células da série linfóide que podem reagir com o antígeno para produzir produtos celulares específicos chamados anticorpos. Várias subpopulações celulares, incluindo linfócitos B, podem ser definidos de acordo com as diferentes classes das imunoglobulinas que sintetizam.
12 Vacina: Tratamento à base de bactérias, vírus vivos atenuados ou seus produtos celulares, que têm o objetivo de produzir uma imunização ativa no organismo para uma determinada infecção.
13 Anticorpos: Proteínas produzidas pelo organismo para se proteger de substâncias estranhas como bactérias ou vírus. As pessoas que têm diabetes tipo 1 produzem anticorpos que destroem as células beta produtoras de insulina do próprio organismo.
14 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
15 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
16 Granulócitos: Leucócitos que apresentam muitos grânulos no citoplasma. São divididos em três grupos, conforme as características (neutrofílicas, eosinofílicas e basofílicas) de coloração destes grânulos. São granulócitos maduros os NEUTRÓFILOS, EOSINÓFILOS e BASÓFILOS.
17 Sinal: 1. É uma alteração percebida ou medida por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida. 2. Som ou gesto que indica algo, indício. 3. Dinheiro que se dá para garantir um contrato.
18 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
19 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
20 Recidivas: 1. Em medicina, é o reaparecimento de uma doença ou de um sintoma, após período de cura mais ou menos longo; recorrência. 2. Em direito penal, significa recaída na mesma falta, no mesmo crime; reincidência.
21 Bronquite crônica: Inflamação persistente da mucosa dos brônquios, em geral produzida por tabagismo, e caracterizada por um grande aumento na produção de muco bronquial que produz tosse e expectoração durante pelo menos três meses consecutivos durante dois anos.
22 Patologia: 1. Especialidade médica que estuda as doenças e as alterações que estas provocam no organismo. 2. Qualquer desvio anatômico e/ou fisiológico, em relação à normalidade, que constitua uma doença ou caracterize determinada doença. 3. Por extensão de sentido, é o desvio em relação ao que é próprio ou adequado ou em relação ao que é considerado como o estado normal de uma coisa inanimada ou imaterial.
23 Recidivantes: Característica da doença que recidiva, que acontece de forma recorrente ou repetitiva.
24 Superinfecções: Geralmente ocorrem quando os antibióticos alteram o equilíbrio do organismo, permitindo o crescimento de agentes oportunistas, como os enterococos. As superinfecções podem ser muito difícil de tratar, porque é necessário optar por antibióticos eficazes contra todos os agentes que podem causá-las.
25 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
26 Teratogênico: Agente teratogênico ou teratógeno é tudo aquilo capaz de produzir dano ao embrião ou feto durante a gravidez. Estes danos podem se refletir como perda da gestação, malformações ou alterações funcionais ou ainda distúrbios neurocomportamentais, como retardo mental.

Tem alguma dúvida sobre BIOSTIM?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.