Tenavit

MARJAN INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA

Atualizado em 16/10/2019

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Tenavit®
ácido fólico + cloridrato de piridoxina +cianocobalamina

APRESENTAÇÃO

Comprimidos revestidos
Embalagem com 30 comprimidos.

VIA ORAL
USO ADULTO

COMPOSIÇÃO

Cada comprimido revestido contém: (*)

ácido fólico (vitamina1 B9) 0,80 mg (333%)
cloridrato de piridoxina (equivalente a 3,29 mg de piridoxina) (vitamina1 B6) 4,00 mg (253%)
cianocobalamina (vitamina1 B12) 0,40 mg (16.667%)

Excipientes q.s.p 1 comprimido: celulose microcristalina, croscarmelose sódica, dióxido de silício, estearato de magnésio, ácool polivinílico, macrogol, talco, dióxido de titânio, corante laca amarelo nº 6.
(*) Teor percentual do componente na posologia máxima relativo à Ingestão Diária Recomendada. 

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Este medicamento é destinado à suplementação2 vitamínica em doenças crônicas e em idosos.

COMO ESTE MEDIACAMENTO FUNCIONA?

Tenavit® é um suplemento vitamínico especialmente desenvolvido para repor as deficiências de vitaminas do complexo B no organismo.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Tenavit® é contraindicado para pacientes3 que apresentam hipersensibilidade (alergia4) a qualquer um dos componentes da fórmula e pacientes com anemia perniciosa5 (baixa quantidade de células6 vermelhas por deficiência de vitamina1 B12).
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Este medicamento é contraindicado para crianças.

O QUE DEVO SABER ANTES DE UTILIZAR ESTE MEDICAMENTO?

Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso. Não ingerir doses maiores que as recomendadas.
Tenavit® não é recomendado para o tratamento de anemia perniciosa5 (baixa quantidade de células6 vermelhas por deficiência de vitamina1 B12), uma vez que o ácido fólico pode mascarar os sintomas7 dessa anemia8.
Não há restrições específicas para o uso de Tenavit® em idosos e grupos especiais, desde que observadas as contraindicações e advertências comuns ao medicamento.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Interações Medicamentosas
Interações Tenavit® – medicamentos

A suplementação2 com ácido fólico pode antagonizar os efeitos do tratamento com pirimetamina. A vitamina1 B6 diminui o efeito de levodopa isolada.
A farmacocinética (absorção, distribuição, metabolização e excreção) dos componentes de Tenavit® pode estar alterada quando administrado concomitantemente com ácido aminosalicílico, antiácidos9, antibióticos, aspirina, bloqueadores H2, carbamazepina, cicloserina, colchicina, colestipol, colestiramina, diuréticos10, enzimas pancreáticas, estrogênios, fenitoína, fenobarbital, isoniazida, metformina11, metotrexato, neomicina, penicilamina, salicilatos, primidona, cloranfenicol e suplementos de potássio, podendo prejudicar a eficácia do tratamento.

Interações Tenavit® - substâncias químicas
O consumo excessivo de álcool por pelo menos 2 semanas pode diminuir a absorção de vitamina1 B 12 no trato gastrintestinal.

Interações Tenavit® - exames laboratoriais
A ingestão de vitamina1 B6 pode provocar uma reação falso-positiva na detecção de urobilinogênio quando utilizado o Reativo de Ehrlich.

Interações Tenavit® - doenças
Este medicamento deve ser utilizado com cautela por pacientes com anemia perniciosa5 (baixa quantidade de células6 vermelhas por deficiência de vitamina1 B12), anemia megaloblástica12 (anemia8 causada pela presença de glóbulos vermelhos com tamanho aumentado no sangue13), convulsões e gota14 (depósito de cristais de ácido úrico nas articulações15 e órgãos).

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Você deve conservar Tenavit® em temperatura ambiente (entre 15ºC e 30ºC). Proteger da luz e umidade. Este medicamento tem validade de 24 meses a partir da data de sua fabricação.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.
Os comprimidos revestidos de Tenavit® são redondos de coloração laranja.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.
Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Uso oral. Os comprimidos revestidos devem ser ingeridos inteiros e sem mastigar com quantidade suficiente de água para que sejam deglutidos.
Posologia: 1 comprimido ao dia, preferencialmente à refeição, ou a critério médico.
É aconselhável medir a concentração de homocisteína plasmática em 2 semanas de tratamento. O tratamento deverá se prolongar até que não se possa verificar uma redução dos valores da homocisteína plasmática com um aporte correto de vitaminas na dieta.
Limite máximo diário é de 1 comprimido ao dia.

Utilizar apenas a via oral. O uso deste medicamento por outra via, que não a oral, pode causar a perda do efeito esperado ou mesmo promover danos ao seu usuário.
Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas7, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Você pode tomar a dose do medicamento assim que se lembrar. E não exceda a dose recomendada para cada dia.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião -dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

O uso de Tenavit® geralmente é bem tolerado, mas alguns pacientes podem apresentar os seguintes sintomas7 ao utilizá-lo:
Distúrbios Gastrintestinais: náusea16 (enjoo); vômito17 e dor abdominal. Distúrbios Endócrinos: perda de apetite.
Distúrbios Cutâneos: reações alérgicas.
Distúrbios do Sistema Nervoso Central18: cefaleia19 (dor de cabeça20); sonolência; neuropatia21 sensorial (doença que afeta os nervos que levam informações das sensações das várias partes do corpo para o cérebro22).
Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através de seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

A superdosagem do medicamento pode ocasionar os seguintes sintomas7:
Distúrbios Gastrintestinais: cólicas23 abdominais; diarreia24; náusea16 (enjoo); vômito17; distensão abdominal; flatulência (presença de uma quantidade excessiva de gás no intestino) e gosto amargo na boca25.
Distúrbios Cutâneos: reações alérgicas.
Distúrbios do Sistema Nervoso26: alteração do padrão do sono; irritabilidade; excitabilidade; confusão; aumento da frequência de tonturas27 e comportamento psicótico (distúrbio mental que causa distorção ou desorganização da capacidade mental do indivíduo).
Outros: depleção28 de zinco (diminuição da quantidade de zinco no organismo).
Vitamina1 B6 (80 mg/dia) e vitamina1 B12 (20 mcg/dia) podem causar rosácea fulminante caracterizada por intenso eritema29 (vermelhidão cutânea30) com nódulos, pápulas31 (elevações da pele32) e pústulas33 (pequenas elevações na pele32 contendo pus34).

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou a bula do medicamento, se possível.
Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS

 

Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas7 procure orientação médica.

 

Reg. M.S. nº: 1.0155.0237
Farmacêutico Responsável:
Regina Helena Vieira de Souza Marques CRF/SP nº 6394

Embalado por:
Droxter Indústria, Comércio e Participações Ltda.
Rua Vigário Taques Bittencourt, 258 • Santo Amaro
São Paulo/SP • CEP: 04755-060

Registrado por:
Marjan Indústria e Comércio Ltda.
Rua Gibraltar, 165 • Santo Amaro
São Paulo/SP • CEP: 04755-070
CNPJ nº 60.726.692/0001-81
Indústria Brasileira

 

SAC 0800 55 45 45


 

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
2 Suplementação: Que serve de suplemento para suprir o que falta, que completa ou amplia.
3 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
4 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
5 Anemia Perniciosa: Doença causada pela incapacidade do organismo absorver a vitamina B12. Mais corretamente, ela se refere a uma doença autoimune que resulta na perda da função das células gástricas parietais, que secretam ácido clorídrico para acidificar o estômago e o fator intrínseco gástrico que facilita a absorção da vitamina B12.
6 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
7 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
8 Anemia: Condição na qual o número de células vermelhas do sangue está abaixo do considerado normal para a idade, resultando em menor oxigenação para as células do organismo.
9 Antiácidos: É uma substância que neutraliza o excesso de ácido, contrariando o seu efeito. É uma base que aumenta os valores de pH de uma solução ácida.
10 Diuréticos: Grupo de fármacos que atuam no rim, aumentando o volume e o grau de diluição da urina. Eles depletam os níveis de água e cloreto de sódio sangüíneos. São usados no tratamento da hipertensão arterial, insuficiência renal, insuficiência cardiaca ou cirrose do fígado. Há dois tipos de diuréticos, os que atuam diretamente nos túbulos renais, modificando a sua atividade secretora e absorvente; e aqueles que modificam o conteúdo do filtrado glomerular, dificultando indiretamente a reabsorção da água e sal.
11 Metformina: Medicamento para uso oral no tratamento do diabetes tipo 2. Reduz a glicemia por reduzir a quantidade de glicose produzida pelo fígado e ajudando o corpo a responder melhor à insulina produzida pelo pâncreas. Pertence à classe das biguanidas.
12 Anemia megaloblástica: É uma doença na qual a medula óssea produz hemácias gigantes e imaturas. Esse distúrbio é provocado pela carência de vitamina B12 ou de ácido fólico no organismo. Uma vez que esses fatores são importantes para a síntese de DNA e responsáveis pela eritropoiese, a sua falta causa um defeito na síntese de DNA, levando ao desequilíbrio no crescimento e divisão celular.
13 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
14 Gota: 1. Distúrbio metabólico produzido pelo aumento na concentração de ácido úrico no sangue. Manifesta-se pela formação de cálculos renais, inflamação articular e depósito de cristais de ácido úrico no tecido celular subcutâneo. A inflamação articular é muito dolorosa e ataca em crises. 2. Pingo de qualquer líquido.
15 Articulações:
16 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
17 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
18 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
19 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
20 Cabeça:
21 Neuropatia: Doença do sistema nervoso. As três principais formas de neuropatia em pessoas diabéticas são a neuropatia periférica, neuropatia autonômica e mononeuropatia. A forma mais comum é a neuropatia periférica, que afeta principalmente pernas e pés.
22 Cérebro: Derivado do TELENCÉFALO, o cérebro é composto dos hemisférios direito e esquerdo. Cada hemisfério contém um córtex cerebral exterior e gânglios basais subcorticais. O cérebro inclui todas as partes dentro do crânio exceto MEDULA OBLONGA, PONTE e CEREBELO. As funções cerebrais incluem as atividades sensório-motora, emocional e intelectual.
23 Cólicas: Dor aguda, produzida pela dilatação ou contração de uma víscera oca (intestino, vesícula biliar, ureter, etc.). Pode ser de início súbito, com exacerbações e períodos de melhora parcial ou total, nos quais o paciente pode estar sentindo-se bem ou apresentar dor leve.
24 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
25 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
26 Sistema nervoso: O sistema nervoso é dividido em sistema nervoso central (SNC) e o sistema nervoso periférico (SNP). O SNC é formado pelo encéfalo e pela medula espinhal e a porção periférica está constituída pelos nervos cranianos e espinhais, pelos gânglios e pelas terminações nervosas.
27 Tonturas: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
28 Depleção: 1. Em patologia, significa perda de elementos fundamentais do organismo, especialmente água, sangue e eletrólitos (sobretudo sódio e potássio). 2. Em medicina, é o ato ou processo de extração de um fluido (por exxemplo, sangue) 3. Estado ou condição de esgotamento provocado por excessiva perda de sangue. 4. Na eletrônica, em um material semicondutor, medição da densidade de portadores de carga abaixo do seu nível e do nível de dopagem em uma temperatura específica.
29 Eritema: Vermelhidão da pele, difusa ou salpicada, que desaparece à pressão.
30 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
31 Pápulas: Lesões firmes e elevadas, com bordas nítidas e diâmetro que varia de 1 a 5 milímetros (até 1 centímetro, segundo alguns autores).
32 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
33 Pústulas: Elevações da pele contendo pus, de até um centímetro de diâmetro.
34 Pus: Secreção amarelada, freqüentemente mal cheirosa, produzida como conseqüência de uma infecção bacteriana e formada por leucócitos em processo de degeneração, plasma, bactérias, proteínas, etc.

Tem alguma dúvida sobre Tenavit?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.