CETRIZIN

SOLVAY FARMA

Atualizado em 08/12/2014

Cetrizin®

Dicloridrato de cetirizina

Formas Farmacêuticas e Apresentações de Cetrizin

Comprimidos revestidos 10 mg - caixa contendo 6 comprimidos revestidos.Gotas 10 mg/mL - caixa com frasco de 7 mL.

USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Composições de Cetrizin

Comprimidos revestidos
Cada comprimido revestido contém:
Dicloridrato de cetirizina ....................10 mg
Excipientes: lactose1, amido de milho, polivinilpirrolidona, estearato de magnésio, talco,
copolímero do ácido metacrílico, polietilenoglicol, dióxido de titânio,
q.s.p....................1comprimido revestido
Gotas
Cada 1 mL (cerca de 20 gotas) contém:
Dicloridrato de cetirizina ....................10 mg
Veículo: glicerina, propilenoglicol, sacarina2 sódica, metilparabeno, propilparabeno, acetato de sódio, ácido acético, água desionizada, q.s.p. ............ ....................1 mL

Informações ao Paciente de Cetrizin

Ação esperada do medicamento: este produto é um antialérgico indicado nos casos de manifestações respiratórias (rinites), cutâneas3 (pruridos, urticárias), oculares (conjuntivites4 alérgicas) e deve ser utilizado sob indicação médica, de acordo com a posologia prescrita.Cuidados de armazenamento: o medicamento deve ser mantido em sua embalagem original, à temperatura ambiente (15ºC a 30ºC), em local seco e protegido da luz.
Prazo de validade: o prazo de validade é de 36 meses, a contar da data de sua fabricação.
Observe o prazo de validade impresso no cartucho. Não utilize medicamento com a validade vencida.
Gravidez5 e lactação6: CETRIZIN® não deve ser utilizado durante a gravidez5 e lactação6.
Informe seu médico sobre a ocorrência de gravidez5 na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.
Cuidados de administração/Interrupção do tratamento: siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Reações adversas: informe seu médico sobre o aparecimento de reações desagradáveis, como hipersensibilidade, boca7 seca, vertigem8, sonolência ou distúrbios digestivos.

"TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS
CRIANÇAS".

Ingestão concomitante com outras substâncias: não utilize outros medicamentos durante o tratamento com CETRIZIN®, a não ser por prescrição médica. Evite o uso de bebidas alcoólicas nesse período.
Contra-indicações e precauções: informe seu médico caso sofra de insuficiência renal9, pois as doses devem ser reduzidas. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento. Tenha cuidado e informe seu médico se necessitar dirigir veículos ou máquinas perigosas durante o tratamento.

"NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO, PODE SER
PERIGOSO PARA SUA SAÚDE10".

Informações Técnicas de Cetrizin

Modo de Ação de Cetrizin

O dicloridrato de cetirizina é uma droga anti-histamínica de efeito potente, durável e seletivo para os receptores H1 da histamina11. Além do efeito antagonista12 sobre os receptores H1 da histamina11, a cetirizina inibe a liberação da histamina11 e a migração dos eosinófilos13, semapresentar efeitos anti-colinérgicos e anti-serotonínicos significativos. A cetirizina diminui a hiper-reatividade brônquica provocada pela histamina11 no paciente asmático, bem como provoca alívio sintomático14 das reações de hipersensibilidade que incluem rinite15 e urticária16 crônica.
A droga não apresenta efeitos adversos potencialmente significantes (principalmente sedação17) sobre o Sistema Nervoso Central18 e o cardiovascular.
O dicloridrato de cetirizina é um metabólito19 da hidroxizina. É rapidamente absorvido após administração oral, alcançando o pico de concentração plasmática em aproximadamente 1 hora.
A meia-vida plasmática é de cerca de 11 horas e a ligação às proteínas20 plasmáticas é de aproximadamente 93% da droga absorvida. A eliminação é essencialmente renal21, sendo que 60% da dose é excretada de forma inalterada na urina22.
A meia-vida da cetirizina está aumentada nos casos de insuficiência renal9. A droga é
excretada no leite materno.
Não foram observados fenômenos de taquifilaxia com o uso prolongado.

Indicações de Cetrizin

No tratamento das rinites, rinoconjuntivites ou conjuntivites4 de natureza alérgica, urticárias, pruridos cutâneos e outras afecções23 alérgicas.

Contra-Indicações de Cetrizin

Nos casos de hipersensibilidade à cetirizina ou aos demais componentesda fórmula.

Precauções de Cetrizin

Recomenda-se cautela no uso concomitante da cetirizina com fármacos depressores do Sistema Nervoso Central18. Não há evidências de efeitos sobre o estado de alerta ou tempo de reação com a ingestão diária de até 20 ou 25 mg. De qualquer maneira, os pacientes que dirigem veículos ou manejam máquinas perigosas devem ser orientados para o possível risco e segurança.
Gravidez5
Não há evidências de efeito teratogênico24 nos estudos em animais.
Mulheres grávidas não devem utilizar o produto. Mulheres que engravidarem durante o
tratamento devem comunicar o médico, que decidirá sobre a interrupção do uso do
medicamento.
Lactação6
A cetirizina não é recomendada durante o aleitamento, pois é excretada no leite materno.
Idosos
Até o presente momento, não há informações disponíveis de efeitos colaterais25 especificamente para idosos.
Insuficiência Renal9
Nos pacientes com insuficiência renal9 a dose a ser administrada deve ser reduzida à metade da posologia usual.

Interações Medicamentosas de Cetrizin

Não foram demonstradas interações com outras drogas até o momento.
Estudos com diazepam e cimetidina não demonstraram interações com a cetirizina.
O uso concomitante com drogas depressoras do SNC26 exige cuidado.
A ingestão de bebidas alcoólicas deve ser evitada durante o tratamento com o medicamento.

Reações Adversas de Cetrizin

As reações adversas, quando ocorrem, são de leve intensidade e transitórias e se manifestam por sonolência, cefaléia27, tontura28, boca7 seca, agitação e desconforto gastrintestinal. Em alguns pacientes podem ocorrer reações de hipersensibilidade, incluindo reações dérmicas e angioedema29.

Posologia de Cetrizin

Adultos - ComprimidosA posologia habitual para adultos e crianças com idade superior a 12 anos é de 1 comprimido ao dia via oral. Em pacientes com insuficiência renal9 a dose deve ser reduzida para meio comprimido ao dia.
Adultos e crianças - Gotas
Adultos e crianças a partir de 12 anos: 20 gotas (10 mg) uma vez ao dia.
Crianças de 6 a 12 anos: 10 gotas (5 mg) pela manhã e à noite.
Crianças de 2 a 6 anos: a segurança do uso não está completamente estabelecida.
Exclusivamente a critério médico, podem ser prescritas 5 gotas (2,5 mg) pela manhã e à noite.
Até o presente momento, não existem dados que determinem a necessidade de se reduzir a dose nos pacientes idosos.
Nos pacientes com insuficiência renal9, a dose a ser administrada deve ser reduzida à metade da posologia usual.

Conduta na Superdosagem de Cetrizin

O principal sintoma30 é a sonolência acentuada.
Deve ser realizada lavagem gástrica31 e adotadas medidas sintomáticas e de suporte com acompanhamento dos sinais vitais32, em hospital.
A superdosagem em crianças pode produzir agitação.
Até o momento não se conhece antídoto33 específico para a cetirizina.

Pacientes Idosos de Cetrizin

Até o presente momento, não há informações disponíveis de efeitos colaterais25 específicos ou necessidade de redução da dose para os pacientes idosos.

Reg. MS-1.0082.0058
Farm. Resp.: Dr. José de Andrade - CRF-SP nº 6369
"VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA".
Nº de lote, data de fabricação e de validade: vide cartucho e /ou rótulo.
SOLVAY FARMA LTDA.
SOLVAY FARMA LTDA: Administração: Rua Sergipe,120 - CEP 01243-000 - São Paulo - SP - Brasil
Fone: (0xx11) 3257-9844 - Fax: (0xx11) 3257-6914 / 3259-7922 / 3259-7944 / 3231-3847
Matriz e Fábrica: Rua Salvador Branco de Andrade, 93 - CEP 06760-100 - Taboão da Serra - SP - Brasil
Fone: (0xx11) 4787-3100 - Fax: (0xx11) 4787-3191
Rua Salvador Branco de Andrade, 93
Taboão da Serra - SP - Indústria Brasileira
CNPJ: 60.499.639/0001-95
SAC: 0800141500

CETRIZIN - Laboratório

SOLVAY FARMA
Rua Salvador Branco de Andrade, 93. Taboão da Serra - SP
São Paulo/SP
Tel: 0800-141500

Ver outros medicamentos do laboratório "SOLVAY FARMA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Lactose: Tipo de glicídio que possui ligação glicosídica. É o açúcar encontrado no leite e seus derivados. A lactose é formada por dois carboidratos menores, chamados monossacarídeos, a glicose e a galactose, sendo, portanto, um dissacarídeo.
2 Sacarina: Adoçante sem calorias e sem valor nutricional.
3 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
4 Conjuntivites: Inflamações da conjuntiva ocular. Podem ser produzidas por alergias, infecções virais, bacterianas, etc. Produzem vermelhidão ocular, aumento da secreção e ardor.
5 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
6 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
7 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
8 Vertigem: Alucinação de movimento. Pode ser devido à doença do sistema de equilíbrio, reação a drogas, etc.
9 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
10 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
11 Histamina: Em fisiologia, é uma amina formada a partir do aminoácido histidina e liberada pelas células do sistema imunológico durante reações alérgicas, causando dilatação e maior permeabilidade de pequenos vasos sanguíneos. Ela é a substância responsável pelos sintomas de edema e irritação presentes em alergias.
12 Antagonista: 1. Opositor. 2. Adversário. 3. Em anatomia geral, que ou o que, numa mesma região anatômica ou função fisiológica, trabalha em sentido contrário (diz-se de músculo). 4. Em medicina, que realiza movimento contrário ou oposto a outro (diz-se de músculo). 5. Em farmácia, que ou o que tende a anular a ação de outro agente (diz-se de agente, medicamento etc.). Agem como bloqueadores de receptores. 6. Em odontologia, que se articula em oposição (diz-se de ou qualquer dente em relação ao da maxila oposta).
13 Eosinófilos: Eosinófilos ou granulócitos eosinófilos são células sanguíneas responsáveis pela defesa do organismo contra parasitas e agentes infecciosos. Também participam de processos inflamatórios em doenças alérgicas e asma.
14 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
15 Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
16 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
17 Sedação: 1. Ato ou efeito de sedar. 2. Aplicação de sedativo visando aliviar sensação física, por exemplo, de dor. 3. Diminuição de irritabilidade, de nervosismo, como efeito de sedativo. 4. Moderação de hiperatividade orgânica.
18 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
19 Metabólito: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.
20 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
21 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
22 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
23 Afecções: Quaisquer alterações patológicas do corpo. Em psicologia, estado de morbidez, de anormalidade psíquica.
24 Teratogênico: Agente teratogênico ou teratógeno é tudo aquilo capaz de produzir dano ao embrião ou feto durante a gravidez. Estes danos podem se refletir como perda da gestação, malformações ou alterações funcionais ou ainda distúrbios neurocomportamentais, como retardo mental.
25 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
26 SNC: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
27 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
28 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
29 Angioedema: Caracteriza-se por áreas circunscritas de edema indolor e não-pruriginoso decorrente de aumento da permeabilidade vascular. Os locais mais acometidos são a cabeça e o pescoço, incluindo os lábios, assoalho da boca, língua e laringe, mas o edema pode acometer qualquer parte do corpo. Nos casos mais avançados, o angioedema pode causar obstrução das vias aéreas. A complicação mais grave é o inchaço na garganta (edema de glote).
30 Sintoma: Qualquer alteração da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. O sintoma é a queixa relatada pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
31 Lavagem gástrica: É a introdução, através de sonda nasogástrica, de líquido na cavidade gástrica, seguida de sua remoção.
32 Sinais vitais: Conjunto de variáveis fisiológicas que são pressão arterial, freqüência cardíaca, freqüência respiratória e temperatura corporal.
33 Antídoto: Substância ou mistura que neutraliza os efeitos de um veneno. Esta ação pode reagir diretamente com o veneno ou amenizar/reverter a ação biológica causada por ele.
Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre CETRIZIN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.