Preço de APROVEL em Houston/SP: R$ 171,12

APROVEL

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda

Atualizado em 03/06/2015

Composição de Aprovel

cada comprimido contém: 150 mg e 300 mgirbesartana. Excipiente 1 comprimido. Contém: lactose1, celulose microcristalina, amido pré-gelatinizado, croscarmelose sódica, dióxido de silício, poloxâmero 188, estearato de magnésio.

Posologia e Administração de Aprovel

a dose inicial recomendada é de 150 mg 1 vez ao dia. Pacientes que necessitam de redução adicional da pressão arterial2 deverão ter a dose modificada para 300 mg 1 vez ao dia. Um diurético3 em dose baixa pode ser adicionado caso a pressão arterial2 não seja controlada pelo Aprovel isoladamente. A hidroclorotiazida demonstrou um efeito aditivo. Pacientes cujo tratamento com a dose máxima recomendada de 300 mg 1 vez ao dia demonstrou-se inadequado provavelmente não obterão benefícios adicionais com doses diárias mais altas ou divididas em 2 vezes. Não é necessário ajuste de dose em pacientes idosos ou com insuficiência hepática4 ou renal5 leve a grave. Aprovel pode ser administrado com outros agentes anti-hipertensivos e com ou sem a presença de alimentos. Em pacientes com hiponatremia6 ou hipovolemia7, recomenda-se uma dose inicial mais baixa de Aprovel (75 mg) - Superdosagem: as manifestações mais prováveis de superdosagem esperadas são a hipotensão8 e a taquicardia9, pode ocorrer também bradicardia10. A irbesartana não é removida do organismo por hemodiálise11. No controle das superdosagens, considerar as possibilidades de interações múltiplas das drogas, interações droga-droga e uma cinética12 inesperada da droga no paciente.

Precauções de Aprovel

função renal5 comprometida: alterações da função renal5 podem ocorrer com indivíduos predispostos em conseqüência da inibição do sistema renina-angiotensina-aldosterona. O uso de outros medicamentos que afetam este sistema em pacientes cuja função renal5 depende da atividade do sistema renina-angiotensina-aldosterona (por ex., pacientes com insuficiência cardíaca congestiva13 grave), foi associada à oligúria14 e/ou azotemia progressiva e, raramente, à insuficiência renal15 aguda e/ou morte. Um comportamento similar deve ser esperado com o uso de Aprovel. Em estudos com inibidores da ECA em pacientes com estenose16 unilateral ou bilateral da artéria renal17, foram relatados aumentos da creatinina18 sérica e nitrogênio uréico do sangue19. O uso de Aprovel em pacientes com esta condição não é conhecido, porém deve ser esperado um efeito similar. Gravidez20: drogas que agem diretamente no sistema renina-angiotensina, quando usadas durante o segundo e terceiro trimestre da gravidez20, podem causar danos ao desenvolvimento do feto21 ou mesmo morte. Quando for diagnosticada gravidez20, Aprovel deve ser descontinuado tão logo quanto possível. Amamentação22: não se determinou se a irbesartana é excretada no leite humano. Deve-se avaliar a descontinuação da amamentação22 ou do tratamento, levando-se em conta a importância do medicamento no tratamento da mãe e o risco potencial de efeitos adversos para o lactente23. Uso pediátrico: a segurança e eficácia em pacientes pediátricos não foram estabelecidas. Uso geriátrico: não se observaram diferenças globais em termos de eficácia ou segurança entre os pacientes idosos e os pacientes mais jovens, porém não pode ser excluída a maior sensibilidade de alguns indivíduos mais idosos.

Reações Adversas de Aprovel

o tratamento com Aprovel foi bem tolerado com uma incidência24 de eventos adversos similar àquela do placebo25. Esses eventos em geral, foram leves e transitórios, sem relação com a dose de Aprovel. Foram observados efeitos orgânicos gerais, cardiovasculares, dermatológicos, endócrinos, metabólicos, desequilíbrio eletrólito26, gastrintestinais, tecido27 musculoesquelético, do sistema nervoso28, renais, geniturinários respiratórios e sentidos.

Contra-Indicações de Aprovel

pacientes que são hipersensíveis à irbesartana ou a qualquer outro componente do produto.

Indicações de Aprovel

tratamento da hipertensão29. Pode ser usado isoladamente ou em associação com outros agentes anti-hipertensivos.

Apresentação de Aprovel

cartucho contendo 14, 28 comprimidos de 150 mg ou 300 mg.


APROVEL - Laboratório

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda
Rua Conde Domingos Papais, 413
Suzano/SP - CEP: 08613-010
Site: http://www.sanofi-aventis.com.br
C.N.P.J. 02.685.377/0008-23 - Indústria Brasileira

Ou

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda
Av Brasil, 22.155- Rio de Janeiro - RJ
CNPJ 02.685.377/0019-86 - Indústria Brasileira
Atendimento ao Consumidor 0800-703-0014
www.sanofi-aventis.com.br

Ver outros medicamentos do laboratório "Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Lactose: Tipo de glicídio que possui ligação glicosídica. É o açúcar encontrado no leite e seus derivados. A lactose é formada por dois carboidratos menores, chamados monossacarídeos, a glicose e a galactose, sendo, portanto, um dissacarídeo.
2 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
3 Diurético: Grupo de fármacos que atuam no rim, aumentando o volume e o grau de diluição da urina. Eles depletam os níveis de água e cloreto de sódio sangüíneos. São usados no tratamento da hipertensão arterial, insuficiência renal, insuficiência cardiaca ou cirrose do fígado. Há dois tipos de diuréticos, os que atuam diretamente nos túbulos renais, modificando a sua atividade secretora e absorvente; e aqueles que modificam o conteúdo do filtrado glomerular, dificultando indiretamente a reabsorção da água e sal.
4 Insuficiência hepática: Deterioração grave da função hepática. Pode ser decorrente de hepatite viral, cirrose e hepatopatia alcoólica (lesão hepática devido ao consumo de álcool) ou medicamentosa (causada por medicamentos como, por exemplo, o acetaminofeno). Para que uma insuficiência hepática ocorra, deve haver uma lesão de grande porção do fígado.
5 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
6 Hiponatremia: Concentração de sódio sérico abaixo do limite inferior da normalidade; na maioria dos laboratórios, isto significa [Na+] < 135 meq/L, mas o ponto de corte [Na+] < 136 meq/L também é muito utilizado.
7 Hipovolemia: Diminuição do volume de sangue secundário a hemorragias, desidratação ou seqüestro de sangue para um terceiro espaço (p. ex. peritônio).
8 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
9 Taquicardia: Aumento da frequência cardíaca. Pode ser devido a causas fisiológicas (durante o exercício físico ou gravidez) ou por diversas doenças como sepse, hipertireoidismo e anemia. Pode ser assintomática ou provocar palpitações.
10 Bradicardia: Diminuição da freqüência cardíaca a menos de 60 batimentos por minuto. Pode estar associada a distúrbios da condução cardíaca, ao efeito de alguns medicamentos ou a causas fisiológicas (bradicardia do desportista).
11 Hemodiálise: Tipo de diálise que vai promover a retirada das substâncias tóxicas, água e sais minerais do organismo através da passagem do sangue por um filtro. A hemodiálise, em geral, é realizada 3 vezes por semana, em sessões com duração média de 3 a 4 horas, com o auxílio de uma máquina, dentro de clínicas especializadas neste tratamento. Para que o sangue passe pela máquina, é necessária a colocação de um catéter ou a confecção de uma fístula, que é um procedimento realizado mais comumente nas veias do braço, para permitir que estas fiquem mais calibrosas e, desta forma, forneçam o fluxo de sangue adequado para ser filtrado.
12 Cinética: Ramo da física que trata da ação das forças nas mudanças de movimento dos corpos.
13 Insuficiência Cardíaca Congestiva: É uma incapacidade do coração para efetuar as suas funções de forma adequada como conseqüência de enfermidades do próprio coração ou de outros órgãos. O músculo cardíaco vai diminuindo sua força para bombear o sangue para todo o organismo.
14 Oligúria: Clinicamente, a oligúria é o débito urinário menor de 400 ml/24 horas ou menor de 30 ml/hora.
15 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
16 Estenose: Estreitamento patológico de um conduto, canal ou orifício.
17 Artéria Renal: Ramo da aorta abdominal que irriga os rins, glândulas adrenais e ureteres.
18 Creatinina: Produto residual das proteínas da dieta e dos músculos do corpo. É excretada do organismo pelos rins. Uma vez que as doenças renais progridem, o nível de creatinina aumenta no sangue.
19 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
20 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
21 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
22 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
23 Lactente: Que ou aquele que mama, bebê. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
24 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
25 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
26 Eletrólito: Em eletricidade, é um condutor elétrico de natureza líquida ou sólida, no qual cargas são transportadas por meio de íons. Em química, é uma substância que dissolvida em água se torna condutora de corrente elétrica.
27 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
28 Sistema nervoso: O sistema nervoso é dividido em sistema nervoso central (SNC) e o sistema nervoso periférico (SNP). O SNC é formado pelo encéfalo e pela medula espinhal e a porção periférica está constituída pelos nervos cranianos e espinhais, pelos gânglios e pelas terminações nervosas.
29 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.

Tem alguma dúvida sobre APROVEL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.