ASMEN

FARMALAB

Atualizado em 03/06/2015

Composição de Asmen

cada ml de xarope contém: cetotifeno (sob aforma de fumarato ácido) 0,2 mg; veículo q.s.p. 1 ml. Cada comprimido contém: cetotifeno (sob a forma de fumarato ácido) 1 mg; excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Posologia e Administração de Asmen

comprimidos: adultos: 1 comprimido 2 vezes ao dia às refeições da manhã e da noite. Em pacientes susceptíveis à sedação1 é indicado um regime progressivo durante a 1ª semana de tratamento, iniciando com 1/2 comprimido ao dia e aumentando até a dose terapêutica2 total de 1 comprimido 2 vezes ao dia. Quando necessário, a posologia poderá ser aumentada para 2 mg 2 vezes ao dia. Crianças: de 14 a 20 kg: 1/2 comprimido, 2 vezes ao dia. De 20 a 30 kg: 1/2 comprimido pela manhã e 1 comprimido à noite. Acima de 30 kg: 1 comprimido, duas vezes ao dia. Xarope crianças: de 14 a 20 kg: 2,5 ml (1/2 colher das de chá) 2 vezes ao dia. De 20 a 30 kg: 2,5 ml pela manhã e 5 ml à noite. Acima de 30 kg e adultos: 5 ml (1 colher das chá) 2 vezes ao dia. As observações clínicas confirmaram os achados farmacocinéticos e indicam que crianças podem necessitar uma dose mais elevada em mg/kg de peso corpóreo do que adultos, a fim de se obter resultados adequados. Esta posologia mais elevada é tão bem tolerada quanto as doses mais baixas. - Superdosagem: em caso de dosagem excessiva e aparecendo sintomas3 como sedação1 acentuada, confusão e desorientação, taquicardia4, hipotensão5, hiperexcitabilidade, convulsão6, o tratamento deverá incluir o esvaziamento do estômago7, e se necessário assistência cardiovascular e outras medidas adequadas para o caso. Se o medicamento foi administrado recentemente, o estômago7 deverá ser esvaziado. Se necessário, deverá ser administrado tratamento sintomático8 e monitoração do sistema cardiovascular9; quando houver excitação e convulsões, administração de barbitúricos de curta ação, ou benzodiazepínicos.

Precauções de Asmen

quando for iniciado o tratamento em longo prazo com Asmen, os medicamentos antiasmáticos, já em uso, não devem ser subitamente retirados. Isto aplica-se especialmente a corticosteróides sistêmicos10 e ACTH, devido à possível existência de uma insuficiência11 adrenocortical nos pacientes corticóide-dependentes; em tais casos a recuperação de uma resposta adreno-hipofisária normal ao estresse pode levar até um ano. Se ocorrerem infecções12 intercorrentes, o tratamento com Asmen, deve ser suplementado por uma terapia antiinfecciosa específica. Nos primeiros dias do tratamento com Asmen, as reações dos pacientes podem ser diminuídas. Por isso, é necessário cautela na condução de veículos, operação de máquinas, etc. Apesar de não existir evidência de qualquer efeito teratogênico13, Asmen somente deve ser administrado durante a gravidez14 e período de lactação15 se houver indicação absoluta. - Interações medicamentosas: Asmen pode potencializar os efeitos de sedativos, hipnóticos, anti-histamínicos e álcool. Em alguns casos de pacientes sob tratamento concomitante do cetotifeno e agentes hipoglicemiantes orais16, foi observada uma queda reversível na contagem de plaquetas17. Deste modo, deve ser evitado esse tipo de combinação medicamentosa até que o fenômeno seja explicado de uma maneira satisfatória.

Reações Adversas de Asmen

no início do tratamento pode ocorrer ligeira sedação1 e em casos isolados, boca18 seca e discreta tontura19 que, em geral, desaparece espontaneamente com o decorrer da terapêutica2.

Contra-Indicações de Asmen

hipersensibilidade conhecida ao cetotifeno.

Indicações de Asmen

prevenção das crises alérgicas de várias naturezas, principalmente naquelas em que estão envolvidos os mastócitos20 e a IgE, particularmente patologias do trato respiratório (todas as formas de asma21 brônquica, bronquite alérgica, rinite22 alérgica), pele23 e mucosa24, (reações cutâneas25 alérgicas). O medicamento atinge sua ação terapêutica2 máxima aproximadamente após três semanas de tratamento.

Apresentação de Asmen

xarope: frascos de vidro com 100 ml; comprimidos: blisters com 20 unidades.


ASMEN - Laboratório

FARMALAB
Av. Brig. Faria Lima, 1734 - 2º e 3º and
São Paulo/SP - CEP: 01452-001
Tel: 55 (011) 867- 0012
Fax: 55 (011) 813-0500
Email: chiesi.brasil@ibm.net
Site: http://www.farmalabchiesi.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "FARMALAB"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sedação: 1. Ato ou efeito de sedar. 2. Aplicação de sedativo visando aliviar sensação física, por exemplo, de dor. 3. Diminuição de irritabilidade, de nervosismo, como efeito de sedativo. 4. Moderação de hiperatividade orgânica.
2 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
3 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
4 Taquicardia: Aumento da frequência cardíaca. Pode ser devido a causas fisiológicas (durante o exercício físico ou gravidez) ou por diversas doenças como sepse, hipertireoidismo e anemia. Pode ser assintomática ou provocar palpitações.
5 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
6 Convulsão: Episódio agudo caracterizado pela presença de contrações musculares espasmódicas permanentes e/ou repetitivas (tônicas, clônicas ou tônico-clônicas). Em geral está associada à perda de consciência e relaxamento dos esfíncteres. Pode ser devida a medicamentos ou doenças.
7 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
8 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
9 Sistema cardiovascular: O sistema cardiovascular ou sistema circulatório sanguíneo é formado por um circuito fechado de tubos (artérias, veias e capilares) dentro dos quais circula o sangue e por um órgão central, o coração, que atua como bomba. Ele move o sangue através dos vasos sanguíneos e distribui substâncias por todo o organismo.
10 Sistêmicos: 1. Relativo a sistema ou a sistemática. 2. Relativo à visão conspectiva, estrutural de um sistema; que se refere ou segue um sistema em seu conjunto. 3. Disposto de modo ordenado, metódico, coerente. 4. Em medicina, é o que envolve o organismo como um todo ou em grande parte.
11 Insuficiência: Incapacidade de um órgão ou sistema para realizar adequadamente suas funções.Manifesta-se de diferentes formas segundo o órgão comprometido. Exemplos: insuficiência renal, hepática, cardíaca, respiratória.
12 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
13 Teratogênico: Agente teratogênico ou teratógeno é tudo aquilo capaz de produzir dano ao embrião ou feto durante a gravidez. Estes danos podem se refletir como perda da gestação, malformações ou alterações funcionais ou ainda distúrbios neurocomportamentais, como retardo mental.
14 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
15 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
16 Hipoglicemiantes orais: Medicamentos usados por via oral em pessoas com diabetes tipo 2 para manter os níves de glicose próximos ao normal. As classes de hipoglicemiantes são: inibidores da alfaglicosidase, biguanidas, derivados da fenilalanina, meglitinides, sulfoniluréias e thiazolidinediones.
17 Plaquetas: Elemento do sangue (não é uma célula porque não apresenta núcleo) produzido na medula óssea, cuja principal função é participar da coagulação do sangue através da formação de conglomerados que tamponam o escape do sangue por uma lesão em um vaso sangüíneo.
18 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
19 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
20 Mastócitos: Células granulares que são encontradas em quase todos os tecidos, muito abundantes na pele e no trato gastrointestinal. Como os BASÓFILOS, os mastócitos contêm grandes quantidades de HISTAMINA e HEPARINA. Ao contrário dos basófilos, os mastócitos permanecem normalmente nos tecidos e não circulam no sangue. Os mastócitos, provenientes das células-tronco da medula óssea, são regulados pelo FATOR DE CÉLULA-TRONCO.
21 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
22 Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
23 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
24 Mucosa: Tipo de membrana, umidificada por secreções glandulares, que recobre cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
25 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.

Tem alguma dúvida sobre ASMEN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.