DESFRIN

UNIAO QUIMICA

Atualizado em 08/12/2014

Composição de Desfrin

cada ml da solução nasal 0,05% contém:cloridrato de oximetazolina 5 mg. Veículo q.s.p. 10 ml.

Posologia e Administração de Desfrin

adultos e crianças acima de 6 anos: instilar 1 a 3 gotas ou nebulizações em cada narina, pela manhã e à noite. A aplicação ao deitar proporciona uma retração da mucosa1 nasofaríngea durante toda a noite. - Superdosagem: o cloridrato de oximetazolina pode causar intoxicações em crianças em caso de superdosagem ou ingestão acidental. Há depressão do sistema nervoso central2, com sedação3 ou mesmo coma4, e hipotermia5 acompanhada de hipotensão6 ou choque7. O tratamento é feito com lavagem gástrica8 e carvão, infusão de plasma9 (ou substitutivos plasmáticos), oxigênio, calor e nos casos graves, intubação e respiração artificial10.

Precauções de Desfrin

o frasco de oximetazolina deve ser usado por apenas uma pessoa, a fim de evitar disseminação de infecções11. O uso prolongado ou excessivo do produto pode, eventualmente, ocasionar congestão de rebote. Gravidez12: não está plenamente estabelecida a segurança do emprego de oximetazolina em gestantes. Por isso não se recomenda utilizá-la durante a gravidez12. Em crianças, o uso de doses excessivas pode provocar sedação3, tornado-as sonolentas e desanimadas. - Interações medicamentosas: como todas as aminas simpaticomiméticas, a oximetazolina deve ser usada com extrema cautela em pacientes sob tratamento com inibidores da monoaminoxidase13, em virtude da possibilidade de ocorrência de crise hipertensiva.

Reações Adversas de Desfrin

embora oximetazolina seja normalmente bem tolerada, podem ocorrer irritação e ardor14 local, ressecamento da mucosa1 nasal, espirros, cefaléia15, tontura16, insônia e raramente palpitação17. Esses efeitos pouco freqüentes costumam ser leves e transitórios.

Contra-Indicações de Desfrin

hipersensibilidade à oximetazolina ou a qualquer componente da fórmula. Doença cardíaca, hipertensão18, diabete, doença da tireóide ou dificuldade de urinar por aumento da próstata19, salvo se prescrito por médico.

Indicações de Desfrin

vasoconstritor, para reduzir o edema20 e a hipersecreção da mucosa1 nasal, conseqüentes à vasodilatação ocasionada por infecções11, processos alérgicos e alterações vasomotoras que acometem as vias aéreas superiores.

Apresentação de Desfrin

solução nasal adulto em frasco vaporizador de 10 ml.


DESFRIN - Laboratório

UNIAO QUIMICA
Rua Cel. Luiz Tenório de Brito, 90
Embu-Guaçu/SP - CEP: 06900-000
Tel: SAC 0800 11 1559

Ver outros medicamentos do laboratório "UNIAO QUIMICA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Mucosa: Tipo de membrana, umidificada por secreções glandulares, que recobre cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
2 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
3 Sedação: 1. Ato ou efeito de sedar. 2. Aplicação de sedativo visando aliviar sensação física, por exemplo, de dor. 3. Diminuição de irritabilidade, de nervosismo, como efeito de sedativo. 4. Moderação de hiperatividade orgânica.
4 Coma: 1. Alteração do estado normal de consciência caracterizado pela falta de abertura ocular e diminuição ou ausência de resposta a estímulos externos. Pode ser reversível ou evoluir para a morte. 2. Presente do subjuntivo ou imperativo do verbo “comer.“
5 Hipotermia: Diminuição da temperatura corporal abaixo de 35ºC.Pode ser produzida por choque, infecção grave ou em estados de congelamento.
6 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
7 Choque: 1. Estado de insuficiência circulatória a nível celular, produzido por hemorragias graves, sepse, reações alérgicas graves, etc. Pode ocasionar lesão celular irreversível se a hipóxia persistir por tempo suficiente. 2. Encontro violento, com impacto ou abalo brusco, entre dois corpos. Colisão ou concussão. 3. Perturbação brusca no equilíbrio mental ou emocional. Abalo psíquico devido a uma causa externa.
8 Lavagem gástrica: É a introdução, através de sonda nasogástrica, de líquido na cavidade gástrica, seguida de sua remoção.
9 Plasma: Parte que resta do SANGUE, depois que as CÉLULAS SANGÜÍNEAS são removidas por CENTRIFUGAÇÃO (sem COAGULAÇÃO SANGÜÍNEA prévia).
10 Respiração artificial: Tipo de apoio à função respiratória que utiliza um instrumento eletromecânico (respirador artificial), capaz de insuflar de forma cíclica volumes pré-determinados de ar com alta concentração de oxigênio através dos brônquios.
11 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
12 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
13 Inibidores da monoaminoxidase: Tipo de antidepressivo que inibe a enzima monoaminoxidase (ou MAO), hoje usado geralmente como droga de terceira linha para a depressão devido às restrições dietéticas e ao uso de certos medicamentos que seu uso impõe. Deve ser considerada droga de primeira escolha no tratamento da depressão atípica (com sensibilidade à rejeição) ou agente útil no distúrbio do pânico e na depressão refratária. Pode causar hipotensão ortostática e efeitos simpaticomiméticos tais como taquicardia, suores e tremores. Náusea, insônia (associada à intensa sonolência à tarde) e disfunção sexual são comuns. Os efeitos sobre o sistema nervoso central incluem agitação e psicoses tóxicas. O término da terapia com inibidores da MAO pode estar associado à ansiedade, agitação, desaceleração cognitiva e dor de cabeça, por isso sua retirada deve ser muito gradual e orientada por um médico psiquiatra.
14 Ardor: 1. Calor forte, intenso. 2. Mesmo que ardência. 3. Qualidade daquilo que fulge, que brilha. 4. Amor intenso, desejo concupiscente, paixão.
15 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
16 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
17 Palpitação: Designa a sensação de consciência do batimento do coração, que habitualmente não se sente. As palpitações são detectadas usualmente após um exercício violento, em situações de tensão ou depois de um grande susto, quando o coração bate com mais força e/ou mais rapidez que o normal.
18 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
19 Próstata: Glândula que (nos machos) circunda o colo da BEXIGA e da URETRA. Secreta uma substância que liquefaz o sêmem coagulado. Está situada na cavidade pélvica (atrás da parte inferior da SÍNFISE PÚBICA, acima da camada profunda do ligamento triangular) e está assentada sobre o RETO.
20 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.

Tem alguma dúvida sobre DESFRIN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.