CALCICHELL

ATIVUS

Atualizado em 03/06/2015

Calcichell
Cálcio Aminoácido Quelato

   

Forma Farmacêutica e Apresentação de Calcichell

Pó Oral Instantâneo - Caixa com 15 envelopes de pó oral com 250 mg.

Pó Oral Instantâneo - Caixa com 15 e 30 envelopes de pó oral com 500 mg.

USO ADULTO E/OU PEDIÁTRICO

Composição de Calcichell

Pó Oral Instantâneo: cada envelope de 250 mg contém:

Cálcio (Cálcio Aminoácido Quelato) 250 mg

Excipientes: Ácido Citrico, Bicarbonato de Sódio, Aspartame1 e Aroma de laranja.

Pó Oral Instantâneo: cada envelope de 500 mg contém:

Cálcio (Cálcio Aminoácido Quelato) 500 mg

Excipientes: Ácido Citrico, Bicarbonato de Sódio, Aspartame1 e Aroma de laranja.

Informações ao Paciente de Calcichell

CALCICHELL (Cálcio Aminoácido Quelato) é um composto formado pela união de um sal mineral (Cálcio) e dois aminoácidos de glicina. Este novo composto permite uma maior absorção do cálcio, pois ele deixa de ser absorvido como um sal mineral e passa a ser absorvido como uma proteína, logo, fatores como o grau de acidez do estômago2 e os níveis de vitamina3 D não interferem em sua absorção.

Cuidados na Conservação: O medicamento deve ser conservado ao abrigo do calor excessivo, da umidade, da luz e em temperatura ambiente (entre 15 e 30ºC).

Prazo de validade: 24 meses após a data de fabricação.

Verifique o prazo de validade no cartucho.

Não utilize medicamentos com prazo de validade vencido.

Conduta na gravidez4 e lactação5: Na gravidez4 e durante o aleitamento materno6, há necessidade de maior quantidade de Cálcio na dieta. CALCICHELL é bem tolerado e não existem contra-indicações de seu uso em gestantes e lactantes7. A dose, a freqüência de administração e o período de tempo em que este deve ser administrado serão estabelecidos pelo médico. Informe a seu médico a ocorrência de gravidez4 na vigência do tratamento ou após seu término. Informe ao médico se estiver amamentando.


Uso Pediátrico: CALCICHELL pode ser utilizado por crianças, embora sua dose, freqüência e período de administração devam ser estabelecidos pelo médico responsável ou nutricionista8.


CUIDADOS NA ADMINISTRAÇÃO: CALCICHELL deve ser administrado sempre junto às principais refeições para uma melhor absorção. O tratamento não deve ser interrompido ou alterado sem o consentimento médico.

O pó oral deve ser administrado juntamente com água, chá ou leite, acompanhado preferencialmente de alimentos.

Siga as orientações do seu médico, respeitando sempre os horários , as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.


REAÇÕES ADVERSAS: Até o momento não se tem relatos de reações adversas. Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis.


TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.


INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS: A utilização de CALCICHELL (Cálcio Aminoácido Quelato) em pacientes que estão sendo medicados com bloqueadores dos canais de Cálcio deve ter seu uso feito criteriosamente pelo médico, pois, pode haver interferência com a eficácia desta classe terapêutica9.


CONTRA-INDICAÇÕES: CALCICHELL (Cálcio Aminoácido Quelato) está contra-indicado em pacientes com antecedentes de hipersensibilidade ao Cálcio Aminoácido Quelato ou a qualquer constituinte da fórmula e nos casos de aumento de Cálcio no sangue10 e na urina11. Informe a seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento.


NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE12.

Informações Técnicas de Calcichell

O Cálcio é essencial para a integridade funcional dos sistemas nervoso, muscular e esquelético. É um elemento indispensável ao organismo, participando da formação do tecido ósseo13 e da dentina durante o período de crescimento, além de intervir ativamente em outros processos de vital importância para o corpo humano14. Ele intervem na função cardíaca normal, renal15, respiração, coagulação16 sangüínea e na permeabilidade17 capilar18 da membrana celular19. Ajuda a regular a liberação e armazenamento de neurotransmissores e hormônios; na captação e união de aminoácidos; na absorção de vitamina3 B12 e na secreção gástrica.

O Cálcio é primeiramente absorvido no intestino delgado20 sob forma ionizada, necessitando de mecanismos ativos para que esta absorção ocorra. O Cálcio utilizado para a preparação de CALCICHELL (Cálcio Aminoácido Quelato) apresenta-se sob a forma de Quelato, como afirmado anteriormente, sendo assim, não é ionizado na luz intestinal, utilizando-se de mecanismos já existentes no próprio organismo para a absorção dos aminoácidos, atingindo um bioaproveitamento de 44%, duas vezes maior que a absorção dos sais comuns de melhor qualidade. A utilização de Cálcio na forma de Aminoácido Quelato é justificada devido a diversos fatores, tais como:

•  Estabilidade para ultrapassar a barreira digestiva, sendo absorvido intacto;

• Não reage com outros componentes da dieta;

• Absorvido no jejuno21, possui mais sítios de absorção que os sais que são absorvidos no duodeno22;

• Não estando na forma iônica, não compete com os outros metais;

• A forma de quelato com aminoácidos é muito mais compatível com os sistemas de transporte celular que as outras formas;

• São absorvidos como Quelatos e assim, permanecem até que os metabólitos23 apropriados quebrem a ligação para o uso do metal;

• Os aminoácidos resultantes do processo serão metabolizados como material nutricional comum.

Indicações de Calcichell

É indicado como complemento nutricional e terapêutico, podendo ser utilizado em situações, tais como: prevenção de baixa densidade óssea (nas crianças), hipocalcemia24 (em recém-nascidos e adolescentes), raquitismo25, prevenção de cáries26 dentárias, complemento nutricional para uma adequada maturação óssea, hipoparatireoidismo (primário e secundário), tetania27, osteoporose28, osteomalácia29, suplemento de Cálcio na gestação e lactação5, prevenção e tratamento da osteoporose28 pós-menopausa30.

Contra-Indicações de Calcichell

CALCICHELL está contra-indicado em pacientes com antecedentes de hipersensibilidade ao Cálcio Aminoácido Quelato ou a qualquer constituinte da fórmula e nos casos de Hipercalcemia e Hipercalciúria31.

Interações Medicamentosas de Calcichell

A utilização de CALCICHELL em pacientes que estão sendo medicados com bloqueadores dos canais de Cálcio deve ser criteriosa, pois pode haver interferência com a eficácia desta classe terapêutica9.

Posologia de Calcichell

As doses sugeridas estão nos limites mínimos, podendo ser aumentadas de acordo com a patologia32 do paciente. Doenças como hipoparatireoidismo e tetania27, podem exigir doses impossíveis de serem estabelecidas e só serão definidas com aumentos progressivos.

Adultos Pó Oral Instantâneo 500 a 1000 mg por dia.

Crianças e Adolescentes Pó Oral Instantâneo 250 a 500 mg por dia.

Superdosagem de Calcichell

O Cálcio Aminoácido Quelato é mais absorvido que os sais comuns. A ingestão acidental ou voluntária de grandes quantidades de CALCICHELL (Cálcio Aminoácido Quelato) pode, eventualmente, produzir sintomas33 gerais gastrointestinais e riscos de hipercalcemia. É recomendado o esvaziamento gástrico seguido de hiper-hidratação para diminuir a absorção e acelerar, posteriormente, a eliminação do excesso de cálcio absorvido.

Advertências e Recomendações Para Pacientes34 com Idade Superior a 65 Anos de Calcichell

CALCICHELL (Cálcio Aminoácido Quelato) é bem tolerado por pacientes idosos. Esta faixa etária é bastante beneficiada com este produto, devido à grande incidência35 de osteoporose28 neste período de vida.

Instruções de Calcichell

Misture o conteúdo do envelope em um copo com água (aproximadamente 150 ml).

Mexa com uma colher até misturar bem todo o pó na água.

Rasgue o envelope por uma das extremidades.

CALCICHELL - Laboratório

ATIVUS
Rua Fonte Mécia, 2050 - São Pedro
Valinhos/SP - CEP: 13270-000
Tel: (19) 3849 8600
Site: http://www.ativus.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "ATIVUS"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Aspartame: Adoçante com quase nenhuma caloria e sem valor nutricional.
2 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
3 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
4 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
5 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
6 Aleitamento Materno: Compreende todas as formas do lactente receber leite humano ou materno e o movimento social para a promoção, proteção e apoio à esta cultura. Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
7 Lactantes: Que produzem leite; que aleitam.
8 Nutricionista: Especialista em nutricionismo, ou seja, especialista no estudo das necessidades alimentares dos seres humanos e animais, e dos problemas relativos à nutrição.
9 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
10 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
11 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
12 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
13 Tecido Ósseo: TECIDO CONJUNTIVO especializado, principal constituinte do ESQUELETO. O componente celular básico (principle) do osso é constituído por OSTEOBLASTOS, OSTEÓCITOS e OSTEOCLASTOS, enquanto COLÁGENOS FIBRILARES e cristais de hidroxiapatita formam a MATRIZ ÓSSEA.
14 Corpo humano: O corpo humano é a substância física ou estrutura total e material de cada homem. Ele divide-se em cabeça, pescoço, tronco e membros. A anatomia humana estuda as grandes estruturas e sistemas do corpo humano.
15 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
16 Coagulação: Ato ou efeito de coagular(-se), passando do estado líquido ao sólido.
17 Permeabilidade: Qualidade dos corpos que deixam passar através de seus poros outros corpos (fluidos, líquidos, gases, etc.).
18 Capilar: 1. Na medicina, diz-se de ou tubo endotelial muito fino que liga a circulação arterial à venosa. Qualquer vaso. 2. Na física, diz-se de ou tubo, em geral de vidro, cujo diâmetro interno é diminuto. 3. Relativo a cabelo, fino como fio de cabelo.
19 Membrana Celular: Membrana seletivamente permeável (contendo lipídeos e proteínas) que envolve o citoplasma em células procarióticas e eucarióticas.
20 Intestino delgado: O intestino delgado é constituído por três partes: duodeno, jejuno e íleo. A partir do intestino delgado, o bolo alimentar é transformado em um líquido pastoso chamado quimo. Com os movimentos desta porção do intestino e com a ação dos sucos pancreático e intestinal, o quimo é transformado em quilo, que é o produto final da digestão. Depois do alimento estar transformado em quilo, os produtos úteis para o nosso organismo são absorvidos pelas vilosidades intestinais, passando para os vasos sanguíneos.
21 Jejuno: Porção intermediária do INTESTINO DELGADO, entre o DUODENO e o ÍLEO. Representa cerca de 2/5 da porção restante do intestino delgado após o duodeno.
22 Duodeno: Parte inicial do intestino delgado que se estende do piloro até o jejuno.
23 Metabólitos: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.
24 Hipocalcemia: É a existência de uma fraca concentração de cálcio no sangue. A manifestação clínica característica da hipocalcemia aguda é a crise de tetania.
25 Raquitismo: Doença decorrente da mineralização inadequada do osso em crescimento, ou seja, da placa epifisária. Está entre as doenças mais comuns da infância em países em desenvolvimento. A causa predominante é a deficiência de vitamina D, seja por exposição insuficiente à luz solar ou baixa ingestão através da dieta; mas a deficiência de cálcio na dieta também pode gerar um quadro de raquitismo. A osteomalácia é o termo usado para descrever uma condição semelhante que ocorre em adultos, geralmente devido à falta de vitamina D.
26 Cáries: Destruição do esmalte dental produzida pela proliferação de bactérias na cavidade oral.
27 Tetania: Espasmos e contraturas dos músculos das mãos e pés, e menos freqüentemente dos músculos da face, da laringe (cordas vocais) e da coluna vertebral. Inicialmente, são indolores; mas tendem a tornar-se cada vez mais dolorosos. É um sintoma de alterações bioquímicas do corpo humano e não deve ser confundida com o tétano, que é uma infecção. A causa mais comum é a hipocalcemia (nível baixo de cálcio no sangue). Outras causas incluem hipocalemia (nível baixo de potássio no sangue), hiperpnéia (frequência respiratória anormalmente profunda e rápida, levando a baixos níveis de dióxido de carbono), ou mais raramente de hipoparatiroidismo (atividade diminuída das glândulas paratiróides). Recentemente, considera-se que a hipomagnesemia (nível baixo de magnésio no sangue) é também um dos fatores causais desta situação clínica.
28 Osteoporose: Doença óssea caracterizada pela diminuição da formação de matriz óssea que predispõe a pessoa a sofrer fraturas com traumatismos mínimos ou mesmo na ausência deles. É influenciada por hormônios, sendo comum nas mulheres pós-menopausa. A terapia de reposição hormonal, que administra estrógenos a mulheres que não mais o produzem, tem como um dos seus objetivos minimizar esta doença.
29 Osteomalácia: Enfraquecimento e desmineralização dos ossos nos adultos devido a uma deficiência em vitamina D (na criança esta situação denomina-se raquitismo). O crescimento do osso normal requer um aporte adequado de cálcio e fósforo através da alimentação, mas o organismo não consegue absorver estes minerais sem que haja uma quantidade suficiente de vitamina D. O organismo obtém esta vitamina de certos alimentos e da ação da luz solar sobre a pele; a sua carência resulta em amolecimento e enfraquecimento dos ossos, que se tornam vulneráveis a fraturas.
30 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
31 Hipercalciúria: Eliminação de quantidade anormalmente grande de cálcio na urina.
32 Patologia: 1. Especialidade médica que estuda as doenças e as alterações que estas provocam no organismo. 2. Qualquer desvio anatômico e/ou fisiológico, em relação à normalidade, que constitua uma doença ou caracterize determinada doença. 3. Por extensão de sentido, é o desvio em relação ao que é próprio ou adequado ou em relação ao que é considerado como o estado normal de uma coisa inanimada ou imaterial.
33 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
34 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
35 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.

Tem alguma dúvida sobre CALCICHELL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.