Zilaben Emulsão 25% - frasco de 100 ml

CRISTALIA

Atualizado em 09/12/2014

Zilaben Emulsão 25% - frasco de 100 ml

ZILABEN 25%
Benzoato de Benzila
Emulsão tópica

Apresentação de Zilaben Emulsão

Frasco contendo 100 ml.USO PEDIÁTRICO OU ADULTO

Composição de Zilaben Emulsão

Cada ml contém:
Benzoato de Benzila (DCB 0116.03-3) .................... 0,25 ml
Veículo q.s.p. .................... 1 ml
(Veículo: ácido esteárico, trietanolamina, água purificada)
USO TÓPICO1 EXTERNO

Informações ao Paciente de Zilaben Emulsão

Conservar o produto à temperatura ambiente, entre 15 e 30oC, protegido da luz.O prazo de validade do produto é de 24 meses, impresso na embalagem. Não utilize medicamento com o prazo de validade vencido. O produto é destinado para aplicação exclusivamente tópica externa. Deve-se evitar o contato com os olhos2 e mucosas3.
Não deve ser usado em feridas abertas na pele4 ou do couro cabeludo.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Como normas de Higiene adotar os seguintes cuidados:
•  Ferver a roupa de cama, banho e de uso pessoal, mantendo-as limpas.
•  Manter as unhas5 curtas e limpas. No caso de piolhos e chatos, manter os cabelos curtos e limpos.
•  Evitar o exagero no coçar e colocar luvas de proteção nas crianças.
•  Procurar descobrir possíveis portadores e evitar possíveis contatos com eles e seus objetos de uso.

Informação Técnica de Zilaben Emulsão

O benzoato de benzila é preparado pela esterificação6 do ácido benzóico com álcool benzílico.
O mecanismo de ação não é conhecido, mas em função dos efeitos do medicamento em vertebrados, acredita-se que o benzoato de benzila possa atuar no sistema nervoso7 do parasita8, resultando em sua morte.
O benzoato de benzila, in vitro, demonstrou matar o ácaro do Sarcoptes em 5 minutos.
Não existem dados sobre a absorção percutânea de benzoato de benzila. Relatos mais antigos sugerem alguma absorção percutânea, mas não existe quantificação para a mesma.
Se o benzoato de benzila tópico1 for absorvido sistemicamente, o mesmo é hidrolisado rapidamente para ácido benzóico e álcool benzílico, sendo este último oxidado para ácido benzóico. O ácido benzóico é conjugado com a glicina para formar o ácido hipúrico.
O benzoato de benzila é excretado na urina9 primariamente como ácido hipúrico.

Indicações de Zilaben Emulsão

O ZILABEN é indicado no tratamento da escabiose10 (sarna11), da ftiriase (chatos), pediculose (piolhos) e outras doenças parasitárias cutâneas12 e do couro cabeludo.

Contra-Indicações de Zilaben Emulsão

Para pacientes13 com história de hipersensibilidade ao benzoato de benzila ou aos componentes da fórmula.
Também é contra-indicado em casos de presença de lesões14 na pele4.

Precauções de Zilaben Emulsão

ZILABEN não deve ser ingerido. Seu uso é exclusivamente tópico1 externo (sobre a pele4).O produto não deve ser usado por pacientes grávidas, a não ser que seja considerado essencial. Recomenda-se a suspensão da amamentação15 durante o tratamento.
Deve-se alertar os responsáveis por instituições coletivas frequentadas pelo portador do parasita8.
Se for absolutamente necessário usar o ZILABEN na presença de lesões14 causadas pelo ato de coçar, recomenda-se pedir a orientação médica.
Pacientes idosos podem ser mais susceptíveis aos efeitos secativos e irritantes do benzoato de benzila.

Restrições e Cuidados de Zilaben Emulsão

Este medicamento deve ser usado sob orientação médica.
Deve ser evitado o contato com olhos2 e mucosas3.
Não deve ser usado em feridas abertas, como cortes ou na pele4 ou no couro cabeludo, para minimizar a absorção sistêmica.
Se necessário, outras pessoas pertencentes à família ou de contato próximo, também devem ser examinadas e tratadas.
Após aplicação do produto, as mãos16 devem ser lavadas imediatamente.

Reações Adversas / Colaterais de Zilaben Emulsão

O benzoato de benzila aplicado topicamente nas doses recomendadas, parece apresentar baixa toxicidade17.Se for inadvertidamente ingerido, o produto pode causar estimulação do SNC18 e convulsões. Pode também ocorrer dermatite19 de contato após o uso repetido.
Com incidência20 menos frequente pode ocorrer leve irritação da pele4, com sensação de queimação ou coceira.

Posologia de Zilaben Emulsão

O frasco deve ser agitado antes do uso.
ZILABEN é exclusivamente para uso externo.
Tratamento da Pediculose (piolhos):
Uso tópico1, aplicar o produto 1 vez nas áreas afetadas. O produto deve permanecer nas áreas por 24 horas. O tratamento pode ser repetido duas ou três vezes, se necessário, nos casos de infestações graves.
Tomar banho quente, com auxílio de um sabonete neutro. Secar os cabelos e a pele4 e aplicar o ZILABEN, umectando bem todas as áreas. Deixar o produto nas áreas afetadas por 24 horas. Tomar banho quente, com o auxílio de sabonete neutro, para remover o produto. Secar os cabelos e a pele4. Pentear os cabelos com pente fino para remover ovos remanescentes.
Tratamento da Escabiose10 (sarna11):
Uso tópico1, aplicar o produto ao corpo inteiro exceto a cabeça21 e a face22 e deixar em contato por 24 horas. O tratamento pode ser repetido a qualquer momento, se necessário, dentro de 5 dias. Alternativamente, o ZILABEN pode ser aplicado três vezes em intervalos de 12 horas.
Tomar banho quente, com auxílio de sabonete neutro. Secar bem os cabelos e a pele4.
Aplicar o produto na pele4 seca, a partir do pescoço23, incluindo as solas do pé. Deixar o produto em contato por 24 horas.
Para remover o produto, tomar banho quente novamente com o auxílio de sabonete neutro e secar-se, colocando roupas limpas.
Limite da Dose Adulto: Não deve haver mais de três aplicações dentro de 5 dias.
Dose Pediátrica Usual: Seguir a Posologia do Adulto. Para minimizar o risco de irritação, o ZILABEN deve ser diluído da seguinte forma:
Para crianças com menos de 2 anos de idade: Diluir 1 parte do produto com 3 partes de água.
Para crianças maiores: Diluir 1 parte do produto com 1 parte de água.

Ingestão Acidental de Zilaben Emulsão

Se houver ingestão acidental, deve-se induzir o vômito24. Manter o paciente em repouso e procurar orientação médica.
O tratamento envolve aspiração e lavagem gástrica25, além de medidas sintomáticas. Para o controle de convulsões, administrar anticonvulsivantes.
Se ocorrer contato com os olhos2, lavá-los com bastante água e procurar um oftalmologista26.
SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR: NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS27, PROCURE
ORIENTAÇÃO MÉDICA
N.º de lote, data de fabricação, prazo de validade: vide rótulo.
Reg. MS N.º 1.0298.0105
Farm. Resp.: Dr. Joaquim A. dos Reis - CRF-SP N.º 5061

SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente): 0800-7011918

CRISTÁLIA - Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda.
Rod. Itapira-Lindóia, km 14 - Itapira - SP
CNPJ N.º 44.734.671/0001-51
Indústria Brasileira

REVISADO EM 26/09/01

Zilaben Emulsão 25% - frasco de 100 ml - Laboratório

CRISTALIA
Escritório central - Unidade II: Av. Paoletti, 363 - Nova Itapira
Itapira/SP - CEP: 13970-000
Tel: (19) 3863-9500
Fax: (19) 3863-9500
Site: http://www.2cristalia.com.br/fale_conosco.php
Escritório comercial
Av. Corifeu de Azevedo Marques, 1847 - Butantã
São Paulo /SP
CEP: 05581-001
Tel./Fax: (11) 3723-6400

Unidade I
Rod. Itapira-Lindóia, Km 14 - Ponte Preta
Itapira /SP
CEP: 13970-000
Tel./Fax: (19) 3843-9500

Unidade III
Av. Nossa Senhora Assunção, 574 - Butantã
São Paulo /SP
CEP: 05359-001
Tel./Fax: (11) 3732-2250

Ver outros medicamentos do laboratório "CRISTALIA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
2 Olhos:
3 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
4 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
5 Unhas: São anexos cutâneos formados por células corneificadas (queratina) que formam lâminas de consistência endurecida. Esta consistência dura, confere proteção à extremidade dos dedos das mãos e dos pés. As unhas têm também função estética. Apresentam crescimento contínuo e recebem estímulos hormonais e nutricionais diversos.
6 Esterificação: Reação química reversível na qual um ácido carboxílico reage com um álcool produzindo éster e água. Essa reação, em temperatura ambiente, é lenta, no entanto os reagentes podem ser aquecidos na presença de um ácido mineral para acelerar o processo.
7 Sistema nervoso: O sistema nervoso é dividido em sistema nervoso central (SNC) e o sistema nervoso periférico (SNP). O SNC é formado pelo encéfalo e pela medula espinhal e a porção periférica está constituída pelos nervos cranianos e espinhais, pelos gânglios e pelas terminações nervosas.
8 Parasita: Organismo uni ou multicelular que vive às custas de outro, denominado hospedeiro. A presença de parasitos em um hospedeiro pode produzir diferentes doenças dependendo do tipo de afecção produzida, do estado geral de saúde do hospedeiro, de mecanismos imunológicos envolvidos, etc. São exemplos de parasitas: a sarna, os piolhos, os áscaris (lombrigas), as tênias (solitárias), etc.
9 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
10 Escabiose: Doença contagiosa da pele causada nos homens pelo Sarcoptes scabiei e nos animais por diversos ácaros. Caracteriza-se por intenso prurido e eczema. Popularmente conhecida como sarna ou pereba.
11 Sarna: Doença produzida por um parasita chamado Sarcoptes scabiei. Infesta a superfície da pele produzindo coceira e vesículas branco peroladas juntamente com lesões por coçadura. Localiza-se mais freqüentemente nas pregas interdigitais, inguinais e submamárias. É contagiosa, passando de pessoa para pessoa por contato íntimo, e por isto muito freqüente em aglomerações humanas (asilos, creches, abrigos). Nestes casos toda a população deve ser tratada ao mesmo tempo.
12 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
13 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
14 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
15 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
16 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
17 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
18 SNC: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
19 Dermatite: Inflamação das camadas superficiais da pele, que pode apresentar-se de formas variadas (dermatite seborreica, dermatite de contato...) e é produzida pela agressão direta de microorganismos, substância tóxica ou por uma resposta imunológica inadequada (alergias, doenças auto-imunes).
20 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
21 Cabeça:
22 Face: Parte anterior da cabeça que inclui a pele, os músculos e as estruturas da fronte, olhos, nariz, boca, bochechas e mandíbula.
23 Pescoço:
24 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
25 Lavagem gástrica: É a introdução, através de sonda nasogástrica, de líquido na cavidade gástrica, seguida de sua remoção.
26 Oftalmologista: Médico especializado em diagnosticar e tratar as doenças que acometem os olhos. Podem prescrever óculos de grau e lentes de contato.
27 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.

Tem alguma dúvida sobre Zilaben Emulsão 25% - frasco de 100 ml?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.