MODO DE USO MICOSTATIN CREME VAGINAL

Atualizado em 25/05/2016
Aspecto físico e características organolépticas
MICOSTATIN (nistatina) Creme Vaginal é um creme com aparência lisa, levemente rugoso com coloração amarelada podendo apresentar eventuais grumos castanhos.
Como usar
Siga as instruções de uso conforme ilustração abaixo.
1. Remova a tampa e perfure completamente o lacre da bisnaga utilizando o lado externo da tampa.
2. Adapte o aplicador ao bico do tubo
3. Puxe o êmbolo1 até o final do curso e em seguida aperte delicadamente a base do tubo de maneira a forçar a entrada do creme no aplicador, preenchendo todo o espaço vazio do mesmo.
4. Desencaixe o aplicador e tampe o tubo imediatamente.
5. Para aplicar o produto a paciente deve deitar-se de costas2 e o aplicador deve ser introduzido na vagina3 suavemente sem causar desconforto. Em seguida, empurrar lentamente o êmbolo1 com o dedo indicador até o final de seu curso, depositando assim todo o creme na vagina3.
6. Após a aplicação o aplicador deve ser imediatamente descartado.
Durante a gestação deve-se tomar precaução no sentido de evitar pressão excessiva do aplicador contra o colo uterino4.
Precauções Higiênicas
A fim de afastar a possibilidade de reinfecção, você deve manter rigorosa higiene pessoal. As mãos5 devem ser cuidadosamente lavadas antes de se aplicar o medicamento.
Além das medidas higiênicas habituais, as seguintes precauções são de grande vantagem para prevenir reinfecção: 1) Após cada micção6, enxugar a vulva7, sem esfregar o papel higiênico. 2) A fim de evitar uma possível propagação de germes do reto8 ao trato genital, após defecação, cuidar que o material possivelmente infectado não entre em contato com a genitália9. 3) Tolhas e lençóis, assim como a roupa íntima devem ser mudados diariamente e lavados com detergente. 4) Enquanto persistir a infecção10, existe a possibilidade de transmissão a outras pessoas.
Posologia
Você deve manter o tratamento pelo prazo recomendado pelo seu médico.
Geralmente uma aplicação diária (um aplicador cheio) durante 14 dias é suficiente. Em casos mais graves quantidades maiores (dois aplicadores cheios) poderão ser necessárias, dependendo da duração do tratamento, da resposta clínica e laboratorial.
As aplicações não deverão ser interrompidas durante o período menstrual.
Nas reinfecções e nos casos de suspeita de foco de candidíase11 nas porções terminais do aparelho digestivo12, o médico poderá recomendar o uso oral associado de MICOSTATIN (nistatina) Drágeas13.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do medicamento
.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Êmbolo: 1. Cilindro ou disco que se move em vaivém no interior de seringas, bombas, etc. 2. Na engenharia mecânica, é um cilindro metálico deslizante que recebe um movimento de vaivém no interior de um cilindro de motor de combustão interna. 3. Em artes gráficas, é uma haste de ferro com um cilindro, articulada para comprimir e lançar o chumbo ao molde. 4. Em patologia, é um coágulo ou outro tampão trazido pela corrente sanguínea a partir de um vaso distante, que obstrui a circulação ao ser forçado contra um vaso menor. 5. Na anatomia zoológica, nas aranhas, é um prolongamento delgado no ápice do aparelho copulador masculino.
2 Costas:
3 Vagina: Canal genital, na mulher, que se estende do ÚTERO à VULVA. (Tradução livre do original
4 Colo Uterino: Porção compreendendo o pescoço do ÚTERO (entre o ístmo inferior e a VAGINA), que forma o canal cervical.
5 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
6 Micção: Emissão natural de urina por esvaziamento da bexiga.
7 Vulva: Genitália externa da mulher, compreendendo o CLITÓRIS, os lábios, o vestíbulo e suas glândulas.
8 Reto: Segmento distal do INTESTINO GROSSO, entre o COLO SIGMÓIDE e o CANAL ANAL.
9 Genitália: Órgãos externos e internos relacionados com a reprodução. Sinônimos: Órgãos Sexuais Acessórios; Órgãos Genitais; Órgãos Acessórios Sexuais
10 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
11 Candidíase: É o nome da infecção produzida pela Candida albicans, um fungo que produz doença em mucosas, na pele ou em órgãos profundos (candidíase sistêmica).As infecções profundas podem ser mais freqüentes em pessoas com deficiência no sistema imunológico (pacientes com câncer, SIDA, etc.).
12 Aparelho digestivo: O aparelho digestivo ou digestório realiza a digestão, processo que transforma os alimentos em substâncias passíveis de serem absorvidas pelo organismo. Os materiais não absorvidos são eliminados por este sistema. Ele é composto pelo tubo digestivo e por glândulas anexas.
13 Drágeas: Comprimidos ou pílulas contendo preparado farmacêutico.

Tem alguma dúvida sobre MODO DE USO MICOSTATIN CREME VAGINAL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.