EFEITOS COLATERAIS ANGIODARONA

Atualizado em 25/05/2016

Praticamente não são observados. Em pacientes particularmente sensíveis, e em doses elevadas, às vezes assinalam-se manifestações cutâneas1 (eritema2, coloração da pele3, prurido4), o que significa depósito de iodo a esse nível, ou microdepósitos localizados na córnea5, que se reduzem com a administração intermitente6 do produto.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
2 Eritema: Vermelhidão da pele, difusa ou salpicada, que desaparece à pressão.
3 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
4 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.
5 Córnea: Membrana fibrosa e transparente presa à esclera, constituindo a parte anterior do olho.
6 Intermitente: Nos quais ou em que ocorrem interrupções; que cessa e recomeça por intervalos; intervalado, descontínuo. Em medicina, diz-se de episódios de febre alta que se alternam com intervalos de temperatura normal ou cujas pulsações têm intervalos desiguais entre si.

Tem alguma dúvida sobre EFEITOS COLATERAIS ANGIODARONA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.