FARMACOCINÉTICA INIBEX S

Atualizado em 25/05/2016
A anfepramona é facilmente absorvida através do trato gastrointestinal após administração oral.
É metabolizada no fígado1. Muitos de seus metabólitos2 são biologicamente ativos e podem contribuir na ação terapêutica3 do produto.
A anfepramona e seus metabólitos2 são excretados principalmente pelos rins4.
Tempo de meia-vida: 4 - 6 horas.
Duração da ação: comprimidos - 4 horas; comprimidos de desintegração lenta - 12 horas.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
2 Metabólitos: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.
3 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
4 Rins: Órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.

Tem alguma dúvida sobre FARMACOCINÉTICA INIBEX S?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.