PRECAUÇÕES DE USO AERODIOL

Atualizado em 28/05/2016

Cuidados especiais: O risco de câncer1 endometrial está aumentado, quando os estrogênios são administrados isoladamente durante períodos prolongados. Portanto, recomenda-se fortemente combinar um progestágeno durante, pelo menos, 10 a 14 dias por ciclo. Precauções especiais para o uso: Um exame médico completo incluindo um exame ginecológico e anamnese2 concernente ao histórico familiar é necessário, antes e nos intervalos, durante o tratamento com estrogênio. A terapia de reposição hormonal somente será instituída após terem sido avaliadas as doenças vasculares3 e/ou metabólicas e o monitoramento regular será conduzido nestes casos. O emprego de AERODIOL em pacientes idosos a princípio não apresenta maiores restrições, visto que destina-se à reposição hormonal, mesmo em pacientes em pós-menopausa4 já bem estabelecida. Contudo, incorre nas mesmas precauções descritas anteriormente nesta bula. Gravidez5 e lactação6: AERODIOL não deve ser usado durante a gravidez5 ou a lactação6. Os estudos mostram que a administração acidental de AERODIOL durante a gravidez5 não provocaria efeitos adversos, já que a suplementação7 de estradiol fornecida permaneceria dentro dos limites fisiológicos. Efeitos sobre a aptidão de condução de veículos e utilização de máquinas: Não existem dados clínicos sugerindo que AERODIOL possa interferir com a capacidade de dirigir ou manusear máquinas.

- Interações medicamentosas e outras formas de interação
A ação dos estrogênios pode estar prejudicada por medicamentos que provocam indução hepática8 de enzima9, tais como: barbitúricos, hidantoína e compostos relacionados, carbamazepina, meprobamato, fenilbutazona e rifampicina. Não se sabe se tais interações podem ocorrer após a administração nasal de AERODIOL. Nenhuma interação entre AERODIOL e outros medicamentos tem sido relatada, já que não existe o efeito de primeira passagem hepática8.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
2 Anamnese: Lembrança pouco precisa, reminiscência, recordação. Na filosofia platônica, é a rememoração gradativa através da qual o filósofo redescobre dentro de si as verdades essenciais e latentes que remontam a um tempo anterior ao de sua existência empírica. Na medicina, é o histórico de todos os sintomas narrados pelo paciente sobre o seu caso clínico. É uma espécie de â쐃ntrevistaâ feita pelo profissional da saúde, em que o paciente é submetido a perguntas que ajudarão na condução a um diagnóstico mais preciso. Ela precede o exame físico em uma consulta médica.
3 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
4 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
5 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
6 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
7 Suplementação: Que serve de suplemento para suprir o que falta, que completa ou amplia.
8 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
9 Enzima: Proteína produzida pelo organismo que gera uma reação química. Por exemplo, as enzimas produzidas pelo intestino que ajudam no processo digestivo.

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta ser enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dvidas j respondidas.