INFORMAÇÃO TÉCNICA ESPINHEIRA-SANTA

Atualizado em 28/05/2016
ESPINHEIRA-SANTA HERBARIUM é constituída pelo extrato seco de espinheira santa (Maytenus ilicifolia), padronizado em taninos.
A espinheira-santa demonstrou provocar um efeito protetor no desenvolvimento de úlcera gástrica1 em animais Experimentais, equivalente àquele obtido com cimetidina e ranitidina.
Embora alguns trabalhos tenham indicado que a atividade antiúlcera poderia ser explicada pela presença de princípios ativos inibidores da bomba de prótons, etapa final das vias reguladoras da secreção ácida gástrica, seu mecanismo de ação terapêutica2 ainda não está totalmente esclarecido. Sugere-se que a atividade farmacológica ocorre por via sistêmica, visto que os estudos em ratos demonstraram que tanto a administração oral, quanto a administração intraperitonial, produziram o mesmo efeito protetor à mucosa3 gástrica.
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Úlcera gástrica: Lesão na mucosa do estômago. Pode ser provocada por excesso de ácido clorídrico produzido pelo próprio estômago ou por medicamentos como antiinflamatórios ou aspirina. É uma doença infecciosa, causada pela bactéria Helicobacter pylori em quase 100 % dos casos.
2 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
3 Mucosa: Tipo de membrana, umidificada por secreções glandulares, que recobre cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.

Tem alguma dúvida sobre INFORMAÇÃO TÉCNICA ESPINHEIRA-SANTA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.