ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES ANNITA

Atualizado em 19/07/2016

As seguintes medidas higiênicas são recomendadas para combater as parasitoses:

Lavar bem as frutas e verduras;

Lavar bem os utensílios domésticos;

Manter os alimentos e depósitos de água cobertos;

Manter as mãos1 sempre limpas e as unhas2 cortadas, evitar levá-las a boca3 e lavá-las antes das refeições e após ir ao banheiro;

Utilizar água tratada, filtrada ou fervida e não beber água em recipientes impróprios;

Manter local adequado para depósito de fezes humanas ou de animais (fossas e latrinas), evacuar em local apropriado (vaso sanitário) e manter as instalações sanitárias limpas;

Não utilizar fezes humanas como adubo;

Não comer carne suína e/ou bovina crua ou mal cozida;

Não adquirir carne de procedência duvidosa;

Não andar descalço em locais possivelmente infectados.

Lactação4 (amamentação5)

Annita® somente deve ser utilizado por mulheres que estejam amamentando se o médico avaliar que os benefícios justificam o risco potencial para o lactente6 (criança que está sendo amamentada).

Gravidez7

Annita® somente deve ser utilizado durante a gravidez7 se o médico avaliar que os benefícios justificam o risco potencial para o feto8.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Atenção: Este medicamento contém açúcar9, portanto, deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes10.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
2 Unhas: São anexos cutâneos formados por células corneificadas (queratina) que formam lâminas de consistência endurecida. Esta consistência dura, confere proteção à extremidade dos dedos das mãos e dos pés. As unhas têm também função estética. Apresentam crescimento contínuo e recebem estímulos hormonais e nutricionais diversos.
3 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
4 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
5 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
6 Lactente: Que ou aquele que mama, bebê. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
7 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
8 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
9 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
10 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.

Tem alguma dúvida sobre ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES ANNITA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.