CIRCANETTEN

EVERSIL

Atualizado em 08/12/2014

Composição de Circanetten

cada cápsula contém: queratina parcialmentehidrolisada 0,400 g; pó de folhas de sene (Cassia acutifolia) 0,040 g; enxofre sublimado lavado 0,040 g; bitartarato de potássio 0,040 g; excipiente q.s.p. 1 cápsula.

Posologia e Administração de Circanetten

via oral: as cápsulas devem ser ingeridas sem mastigar, 1 cápsula 3 vezes ao dia, ou segundo critério médico. Conforme a gravidade dos casos, deverão ser tomadas consecutivamente, até 200 cápsulas. Caso não desapareçam os sintomas1, recomenda-se nova administração do produto, após o intervalo de 4 semanas.

Precauções de Circanetten

condições orgânicas indispensáveis para processar a ação terapêutica2 do Circanetten: metabolismo3 normal do fígado4: se o metabolismo3 hepático estiver perturbado, como sucede nos casos de hepatites5 e cirrose6, não haverá a associação de produtos de polimerização parcial, tornando ineficaz a ação dos polímeros da queratina. Velocidade normal da circulação7 sangüínea: se a velocidade da circulação7 sangüínea não estiver normal, como pode suceder-se nos casos de insuficiências crônicas do setor da pequena circulação7, surge uma completa dissociação dos produtos de polimerização, tornando-os completamente ineficazes. Não se incluem neste particular certas afecções8 vasculares9 como: angina10 no peito11, endoartrite obliterante, etc., por tratarem-se de enfermidades do setor arterial da circulação7, sobre os quais o Circanetten não exerce qualquer ação. Não foi determinado ainda se o uso da queratina parcialmente hidrolisada é seguro durante a gravidez12. Não deve ser utilizado durante a lactação13.

Contra-Indicações de Circanetten

não deve ser usado em pacientes com hipersensibilidade alérgica a qualquer dos componentes da fórmula.

Indicações de Circanetten

síndromes varicosas, tais como: hemorróidas14, varizes15 dos membros inferiores, varicocele16 e varizes15 esofagianas.

Apresentação de Circanetten

caixa com 30 cápsulas.


CIRCANETTEN - Laboratório

EVERSIL
Rua Agostinho Teixeira de Lima, 344
São Paulo/SP - CEP: 04826-230
Tel: (011 )520-4199
Fax: (011 )520-9427
Site: http://www.eversil.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "EVERSIL"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
2 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
3 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
4 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
5 Hepatites: Inflamação do fígado, caracterizada por coloração amarela da pele e mucosas (icterícia), dor na região superior direita do abdome, cansaço generalizado, aumento do tamanho do fígado, etc. Pode ser produzida por múltiplas causas como infecções virais, toxicidade por drogas, doenças imunológicas, etc.
6 Cirrose: Substituição do tecido normal de um órgão (freqüentemente do fígado) por um tecido cicatricial fibroso. Deve-se a uma agressão persistente, infecciosa, tóxica ou metabólica, que produz perda progressiva das células funcionalmente ativas. Leva progressivamente à perda funcional do órgão.
7 Circulação: 1. Ato ou efeito de circular. 2. Facilidade de se mover usando as vias de comunicação; giro, curso, trânsito. 3. Movimento do sangue, fluxo de sangue através dos vasos sanguíneos do corpo e do coração.
8 Afecções: Quaisquer alterações patológicas do corpo. Em psicologia, estado de morbidez, de anormalidade psíquica.
9 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
10 Angina: Inflamação dos elementos linfáticos da garganta (amígdalas, úvula). Também é um termo utilizado para se referir à sensação opressiva que decorre da isquemia (falta de oxigênio) do músculo cardíaco (angina do peito).
11 Peito: Parte superior do tronco entre o PESCOÇO e o ABDOME; contém os principais órgãos dos sistemas circulatório e respiratório. (Tradução livre do original
12 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
13 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
14 Hemorróidas: Dilatações anormais das veias superficiais que se encontram na última porção do intestino grosso, reto e região perianal. Pode produzir sangramento junto com a defecação e dor.
15 Varizes: Dilatação anormal de uma veia. Podem ser dolorosas ou causar problemas estéticos quando são superficiais como nas pernas. Podem também ser sede de trombose, devido à estase sangüínea.
16 Varicocele: Dilatação venosa do cordão espermático. Em geral é assintomática e manifesta-se pelo aumento de tamanho da bolsa escrotal, mas podem ser dolorosas e causar infertilidade.

Tem alguma dúvida sobre CIRCANETTEN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.