Trialgex Pomada

KLEY HERTZ S.A - Indústria e Comércio

Atualizado em 09/12/2014

Trialgex® Pomada

Salicilato de metila 0,0444ml
Cânfora 0,0444g
Mentol 0,0200g

HERTZ®

Forma Farmacêutica e Apresentação de Trialgex Pomada

Pomada: Cartucho contendo bisnaga de 20g.

USO TÓPICO1

USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Composição de Trialgex Pomada

Cada g contém:
Salicilato de metila .................... 0,0444 ml
Cânfora .................... 0,0444 g
Mentol .................... 0,0200 g
Excipiente q.s.p. .................... 1,0000 g
(Excipiente: petrolato branco, propilenoglicol, terebintina, metilparabeno, propilparabeno)

Informações ao Paciente de Trialgex Pomada

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?O salicilato de metila provoca analgesia e hiperemia2 na região onde é aplicado. A cânfora produz leve anestesia3 local e o mentol causa sensação de frio seguida de anestesia3 discreta.

POR QUE ESTE MEDICAMENTO FOI INDICADO?
O produto é indicado para uso exclusivamente tópico1, nos casos de reumatismos, nevralgias, torcicolos, contusões e dores musculares. Os sinais4 de melhora nos sintomas5 podem ocorrer em um prazo variável de dias, após o início do tratamento.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Contra-Indicações
: O uso do produto está contra-indicado para pacientes6 com hipersensibilida-de aos componentes da fórmula. Como com qualquer medicamento, o médico deve fornecer orientação adequada em caso de gravidez7 ou lactação8 antes de o paciente usar este produto.
Informe seu médico a ocorrência de gravidez7 na vigência do tratamento ou após o seu término.
Informar ao médico se está amamentando.
O produto é contra indicado para crianças menores de 2 anos de idade.
Advertência
: Suspender o uso, em caso de hipersensibilidade na pele9. Não deverá ser aplicado sobre feridas abertas.
Interações medicamentosas, alimentares e em exames laboratoriais: Não ingerir bebidas alco-
ólicas durante o tratamento.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Características do produto:
Trialgex é uma pomada homogênea de cor branca, e odor de mentol e cânfora.
Posologia e Modo de Usar:
USO TÓPICO1
Friccione a parte dolorida durante alguns minutos, com pequena quantidade do produto, envol- vendo-a depois com um pano de flanela ou lã, 2 a 3 vezes ao dia.
A interrupção repentina deste medicamento não causa efeitos desagradáveis, nem risco, apenas cessará o efeito terapêutico.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR.
NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS5, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE CAUSAR?
Ainda não são conhecidas a intensidade e a fre-
qüência das reações adversas.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA GRANDE QUANTIDADE DESTE MEDICAMENTO DE UMA SÓ VEZ?
Na eventual superdosagem acidental, imediatamente suspender a medicação e procurar assistência médica. Recomenda-se tratamento de suporte sintomático10.

ONDE E COMO DEVO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Conservar o produto em temperatura ambiente (15 a 30º) e proteger da luz e umidade.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido, pois pode ser prejudicial à sua saúde11.

Informações Técnicas Aos Profissionais de Saúde11 de Trialgex Pomada

Características farmacológicas: O salicilato de metila é um revulsivo orgânico volátil, age produzindo ação local irritante, com efeitos indiretos de atividade à distância sobre estruturas somáticas (músculos12), serosas, articulações13, vísceras e de estimulação reflexa dos centros bulbares. Provoca analgesia e hiperemia2 nas regiões cutâneas14 em que é aplicado, inervadas pelo mesmo segmento do sistema nervoso central15. A cânfora possui ação irritante cutânea16, revulsiva, útil nos processos dolorosos de estruturas profundas, tipo fibrosite, mialgia17, lumbago. Produz ainda leve anestesia3 local. O mentol, aplicado localmente, causa sensação de frio por estímulo específico dos receptores e, em seguida, anestesia3 discreta.
O Trialgex possui a essência de terebintina que age como rubefaciente, produzindo dilatação local e aliviando a dor das estruturas profundas.

Indicações de Trialgex Pomada

Indicado para reumatismo18, nevralgias, torcicolos, contusões e dores musculares.

Contra-Indicações de Trialgex Pomada

Antecedentes de sensibilização aos componentes do produto.

Posologia e Modo de Usar de Trialgex Pomada

USO TÓPICOFriccione a parte dolorida durante alguns minutos, com pequena quantidade do produto, envol- vendo-a depois com um pano de flanela ou lã, 2 a 3 vezes ao dia.
O produto é contra indicado para crianças menores de 2 anos de idade.

Precauções e Advertências de Trialgex Pomada

Não deverá ser aplicado sobre feridas abertas.
Em caso de irritação, suspender o uso.

Uso em Idosos de Trialgex Pomada

Não foram relatadas restrições quanto ao uso do produto em pacientes maiores de 65 anos de idade.

Interações Medicamentosas de Trialgex Pomada

Durante o tratamento, recomenda-se evitar a ingestão de bebidas alcoólicas.

Reações Adversas e Alteração de Exames Laboratoriais de Trialgex Pomada

Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis.

Superdosagem de Trialgex Pomada

Na eventual superdosagem acidental, imediatamente suspender a medicação e procurar assis-
tência médica. Recomenda-se tratamento de suporte sintomático10.

Armazenagem de Trialgex Pomada

Conservar o produto em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz e umidade.

Data de fabricação, data de vencimento e lote:
Vide cartucho.

SAC 0800 704 9001

KLEY HERTZ S.A. Indústria e Comércio
Rua Com. Azevedo, 224 - Porto Alegre - RS
Farmacêutica Resp.: Paula Carniel Antonio
CRF-RS 4228 - Reg. M.S. nº 1.0689.0152.001-7
C. N. P. J. nº 92.695.691/0001-03
Indústria Brasileira

Trialgex Pomada - Laboratório

KLEY HERTZ S.A - Indústria e Comércio
Rua Comendador Azevedo, 224
Porto Alegre/RS
Tel: 0800512517
Site: http://www.grupohertz.com/

Ver outros medicamentos do laboratório "KLEY HERTZ S.A - Indústria e Comércio"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
2 Hiperemia: Congestão sanguínea em qualquer órgão ou parte do corpo.
3 Anestesia: Diminuição parcial ou total da sensibilidade dolorosa. Pode ser induzida por diferentes medicamentos ou ser parte de uma doença neurológica.
4 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
5 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
6 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
7 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
8 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
9 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
10 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
11 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
12 Músculos: Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
13 Articulações:
14 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
15 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
16 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
17 Mialgia: Dor que se origina nos músculos. Pode acompanhar outros sintomas como queda no estado geral, febre e dor de cabeça nas doenças infecciosas. Também pode estar associada a diferentes doenças imunológicas.
18 Reumatismo: Termo que é utilizado em geral para se referir ao conjunto de doenças inflamatórias e degenerativas que afetam as articulações e estruturas vizinhas.

Tem alguma dúvida sobre Trialgex Pomada?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.