Besomed

FARMÁCIA E LABORATÓRIO HOMEOPÁTICO ALMEIDA PRADO LTDA

Atualizado em 01/02/2021

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Besomed
Fucus vesiculosus + Thyroidinum + Calcarea carbonica
Comprimido

Medicamento homeopático

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO:

Comprimido
Blíster com 60 comprimidos 

USO ORAL
USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 2 ANOS

COMPOSIÇÃO:

Cada comprimido de Besomed contém:

Fucus vesiculosus 1CH 0,0084 mL
Thyroidinum 5CH 0,0083 mL
Calcarea carbonica 5CH 0,0083 mL
excipiente q.s.p. 1 comprimido

Excipientes: lactose1, celulose, PEG e estearato de magnésio vegetal.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Este medicamento é utilizado como auxiliar no tratamento da obesidade2.

A indicação deste medicamento somente poderá ser alterada a critério do prescritor.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

As indicações terapêuticas deste medicamento foram definidas conforme dados publicados na literatura homeopática, antroposófica ou anti-homotóxica.

Este medicamento não foi submetido a estudos clínicos para comprovação de eficácia.

Todo medicamento homeopático pode ser indicado de acordo com as Escolas Médicas Homeopáticas existentes: Unicista ou Complexista.

Na Unicista, “o medicamento homeopático é indicado segundo a individualidade de cada paciente e não para doenças específicas e a dose do medicamento homeopático é individualizada para cada paciente.”

Na Complexista, o medicamento homeopático é indicado para o tratamento de enfermidades específicas, com comprovada ação terapêutica3 descrita nas Matérias Médicas Homeopáticas e com a similitude (semelhança) dos sincomas dessa doença. Este medicamento homeopático é preparado segundo os fundamentos da homeopatia e de acordo com as técnicas descritas na Farmacopeia Homeopática Brasileira. Age através do princípio da Lei dos Semelhantes.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Quando o paciente for hipersensível aos componentes da fórmula.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Gravidez4 e Lactação5

Informe ao seu prescritor sobre a gravidez4 durante o tratamento ou após o seu término. Informe ao seu prescritor se estiver amamentando

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação do médico ou do cirurgião-dentista.

Não foram realizados estudos em animais e nem em mulheres grávidas.

Informações importantes sobre um dos componentes do medicamento

Este medicamento contém LACTOSE1

Interações medicamentosas

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cuidados de conservação

Manter o medicamento em temperatura ambiente (15–30°C). Fechar a embalagem adequadamente logo após o uso.

Proteger da luz solar e de fontes de radiação eletromagnética, como por exemplo: forno de microondas, aparelho celular, televisão etc.

O prazo de validade deste medicamento é de 24 meses a partir da data de fabricação (vide embalagem), desde que o medicamento seja conservado em local fresco, seco e ao abrigo da luz.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas do produto

Os comprimidos são brancos e com um símbolo AP gravado em um dos lados.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto do medicamento, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Posologia sugerida:

Tomar o comprimido três vezes ao dia por via oral.

Mantenha sempre a dose e a frequência indicadas pelo prescritor ou o modo de tomar sugerido nesta bula, até a melhora dos sintomas6.

Os comprimidos poderão ser dissolvidos na boca7 ou com água.

Se você se esquecer de tomar uma dose, você não deve duplicar a dose na próxima.

Não é neessário acordar à noite para tomar o medicamento homeopático.

As orientações e recomendações previstas na bula estão relacionadas à vida de administração indicada. O uso por outras vias pode envolver risco e devem estar sob a responsabilidade do prescritor.

Não se automedique, pode ser prejudicial à saúde8 e dificultar o diagnóstico9 correto do médico.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas6, procure orientação do médico ou cirurgião-dentista.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista o aparecimento de sintomas6 novos, agravação de sintomas6 atuais ou retorno de sintomas6 antigos.

O uso inadequado do medicamento pode mascarar ou agravar sintomas6.

Consulte um clínico regularmente. Ele avaliará corretamente a evolução do tratamento. Siga corretamente suas orientações.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou do médico ou do cirurgião-dentista. Caso você se esqueça de usar o medicamento, não duplique a quantidade de medicamento na próxima tomada.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Não são relatados e conhecidos males e limitações de uso dos medicamentos homeopáticos. 

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do Serviço de Atendimento. Em caso de sintomas6 que causem mal estar durante o tratamento, procure seu médico ou farmacêutico.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO

A melhor conduta numa destas situações é a de espera e observação. Aumente a ingestão de líquidos. Caso ocorram vômitos10 ou enjôos, procure ajuda emergencial médica.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se precisar de mais orientações.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Lactose: Tipo de glicídio que possui ligação glicosídica. É o açúcar encontrado no leite e seus derivados. A lactose é formada por dois carboidratos menores, chamados monossacarídeos, a glicose e a galactose, sendo, portanto, um dissacarídeo.
2 Obesidade: Condição em que há acúmulo de gorduras no organismo além do normal, mais severo que o sobrepeso. O índice de massa corporal é igual ou maior que 30.
3 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
4 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
5 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
6 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
7 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
8 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
9 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
10 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.

Tem alguma dúvida sobre Besomed?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.