COLPIST MT

ATIVUS

Atualizado em 08/12/2014

Colpist MT
Benzoilmetronidazol
Nistatina
Cloreto de Benzalcônio

 

Formas Farmacêuticas e Apresentações de Colpist Mt

Creme vaginal - caixa com 10 aplicadores descartáveis pré-envasados de 4 g.

USO ADULTO

Composição de Colpist Mt

Creme vaginal - cada 4 gramas contém: Benzoilmetronidazol 250 mg

Nistatina 100.000 U.I.

Cloreto de Benzalcônio 5 mg

Excipiente: Base Neutra Hidrossolúvel, Óleo mineral, Metilparabeno, Propilparabeno, Álcool Cetílico e Água Destilada.

Informações ao Paciente de Colpist Mt

COLPIST MT creme vaginal apresenta em sua formulação, uma associação de agentes específicos de ampla e comprovada eficácia contra infecções1 causadas por Trichomonas vaginalis, Gardnerella vaginalis, Candida albicans e bactérias inespecíficas.


Cuidados na Conservação: O medicamento deve ser conservado ao abrigo do calor excessivo, da umidade, da luz e em temperatura ambiente (entre 15 e 30ºC).


Prazo de validade:24 meses após a data de fabricação.

Verifique a data de fabricação no cartucho.

Não use medicamento com prazo de validade vencido.


CONDUTA NA GRAVIDEZ2 E LACTAÇÃO3: Não é recomendada a utilização de COLPIST MT no primeiro trimestre de gravidez2 e durante a amamentação4, uma vez que o metronidazol atravessa a placenta e está presente no leite materno. Embora não existam evidências de que o metronidazol seja prejudicial durante o último estágio de gravidez2, é aconselhável que antes da utilização de COLPIST MT seja feita uma avaliação dos benefícios do tratamento contra os possíveis riscos para a mãe e o feto5. Informe seu médico a ocorrência de gravidez2 na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe o seu médico se estiver amamentando.


CUIDADOS NA ADMINISTRAÇÃO: Para um tratamento eficaz é indispensável que a aplicação de COLPIST MT seja feita consecutivamente até o término do tratamento. A interrupção de qualquer tratamento médico pode prejudicar a cura da doença.

Se ocorrer irritação local, interromper o uso e comunicar seu médico.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.


Modo de Usar
1. Rasgue o envelope.

2. Retire a tampa e coloque o êmbolo6 na extremidade oposta.

3. Coloque o aplicador até o fundo da vagina7 e empurre o êmbolo6 até o final.

4. Despreze o aplicador e guarde o êmbolo6 até o final do tratamento.


NÃO INTERROMPER O TRATAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO.


REAÇÕES ADIVERSAS: Informe a seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, tais como urticária8, secura da vagina7 ou vulva9 e febre10.


TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.


INGESTÃO CONCOMITANTE COM OUTRAS SUBSTÂNCIAS: Evite o uso de bebidas alcóolicas durante o tratamento, pois, o álcool produz acúmulo de acetaldeído por interferência com a oxidação do mesmo, dando lugar a efeitos semelhantes ao dissulfiram (cãimbras abdominais, náuseas11, vômitos12, dores de cabeça13 e "Flushing").


CONTRA-INDICAÇÕES : COLPIST MT está contra-indicado em pacientes que apresentem manifestações alérgicas a qualquer um dos componentes da formulação.

Informar a seu médico sobre qualquer medicamento, que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.


NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE14.

Informações Técnicas de Colpist Mt

COLPIST MT é um creme vaginal que apresenta em sua formulação, uma associação de agentes específicos de ampla e comprovada eficácia contra infecções1 causadas por Trichomonas vaginalis, Gardnerella vaginalis,Candida albicans e bactérias inespecíficas.

Apresenta em sua formulação os seguintes princípios ativos :

Benzoilmetronidazol : O benzoilmetronidazol é hidrolizado e transformado em metronidazol, quando então é absorvido. Possui uma potente e direta ação tricomonicida. Após a administração de uma dose única intravaginal de 3,75 mg de metronidazol, uma concentração máxima sérica de 237 ng/ml foi relatada, segundo pesquisa realizada com 12 pacientes normais. O pico foi obtido em um período de 6 a 12 horas após a administração por via vaginal. A extensa exposição (AUC) do metronidazol, quando administrado em uma concentração aproximada de 37,5 mg por dose intravaginal única, teve, aproximadamente, 4% do AUC de uma dose oral de 500 mg de metronidazol. As comparações das doses dos AUCs demonstraram que, em comparação da base (mg/mg), a absorção de metronidazol, quando administrado vaginalmente foi metade daquela observada na dosagem oral. O metronidazol é um ativo antimicrobiano contra protozoários15, incluindo Balantidium coli, Blastocystis hominis, Entamoeba histolystica, Giardia intestinalis (Giardia lamblia) e Trichomonas vaginalis. Muitas bactérias obrigatoriamente anaeróbias, incluindo Bacteroides e Clostridium sp, são sensíveis "in vitro" ao metronidazol. A concentração mínima de inibição para susceptibilidade16 da bactéria17; anaeróbia geralmente varia de 0,1 à 8 mcg/ml. Também possui atividade contra bactérias anaeróbias facultativas como Gardnerella vaginalis e Helicobacter pylori.

Nistatina: Atua como antibiótico fungistático e fungicida ativo contra todas as espécies de Candidas que infectam a espécie humana.

Seu mecanismo de ação consiste na sua união aos esteróis na membrana celular18 fúngica19, que ocasiona a incapacidade da membrana para funcionar como barreira seletiva, com perda de componentes celulares essenciais. É muito pouco absorvida no trato gastrintestinal e é excretada quase que totalmente com as fezes como fármaco20 inalterado. É quase inabsorvível quando aplicado de forma tópica sobre a pele21 ou membranas mucosas22.

Cloreto de Benzalcônio: Atua como germicida de amplo espectro, ativo contra microrganismos Gram-positivos e Gram-negativos.

Indicações de Colpist Mt

Leucorréias por Trichomonas, Gardnerella vaginalis, Candida albicans ou bactérias inespecíficas;

Vulvovaginites;

Colpites;

Cervicites.

Contra-Indicações de Colpist Mt

COLPIST MT está contra-indicado em pacientes que apresentem manifestações alérgicas a qualquer um dos componentes de sua formulação.

Interações Medicamentosas de Colpist Mt

Não há evidências suficientes que confirmem a ocorrência de interações clinicamente relevantes, mas deve haver cuidado em pacientes que recebam tratamento com anticoagulante23 devido a potencialização deste.

Reações Adversas de Colpist Mt

Pode ocorrer urticária8, "Rush" eritematoso24, "Flushing", Congestão nasal, Secura da vagina7 ou vulva9 e Febre10.

Posologia de Colpist Mt

Uma aplicação ao dia durante 10 dias consecutivos.

Superdosagens de Colpist Mt

Até o momento, não há relatos de superdosagem com COLPIST MT. Em casos de reações alérgicas, o tratamento deverá ser suspenso de acordo com instrução médica.

Advertências e Recomendações Para Pacientes25 com Idade Superior a 65 Anos de Colpist Mt

Não existem evidências de qualquer tipo de alteração quanto a utilização de COLPIST MT, em pacientes idosas.

COLPIST MT - Laboratório

ATIVUS
Rua Fonte Mécia, 2050 - São Pedro
Valinhos/SP - CEP: 13270-000
Tel: (19) 3849 8600
Site: http://www.ativus.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "ATIVUS"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
2 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
3 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
4 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
5 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
6 Êmbolo: 1. Cilindro ou disco que se move em vaivém no interior de seringas, bombas, etc. 2. Na engenharia mecânica, é um cilindro metálico deslizante que recebe um movimento de vaivém no interior de um cilindro de motor de combustão interna. 3. Em artes gráficas, é uma haste de ferro com um cilindro, articulada para comprimir e lançar o chumbo ao molde. 4. Em patologia, é um coágulo ou outro tampão trazido pela corrente sanguínea a partir de um vaso distante, que obstrui a circulação ao ser forçado contra um vaso menor. 5. Na anatomia zoológica, nas aranhas, é um prolongamento delgado no ápice do aparelho copulador masculino.
7 Vagina: Canal genital, na mulher, que se estende do ÚTERO à VULVA. (Tradução livre do original
8 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
9 Vulva: Genitália externa da mulher, compreendendo o CLITÓRIS, os lábios, o vestíbulo e suas glândulas.
10 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5°C e temperatura retal acima de 38°C. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
11 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
12 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
13 Cabeça:
14 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
15 Protozoários: Filo do reino animal, de classificação suplantada, que reunia uma grande parcela dos seres unicelulares que possuem organelas celulares envolvidas por membrana. Atualmente, este grupo consiste em muitos e diferentes filos unicelulares incorporados pelo reino protista.
16 Susceptibilidade: 1. Ato, característica ou condição do que é suscetível. 2. Capacidade de receber as impressões que põem em exercício as ações orgânicas; sensibilidade. 3. Disposição ou tendência para se ofender e se ressentir com (algo, geralmente sem importância); delicadeza, melindre. 4. Em física, é o coeficiente de proporcionalidade entre o campo magnético aplicado a um material e a sua magnetização.
17 Bactéria: Organismo unicelular, capaz de auto-reproduzir-se. Existem diferentes tipos de bactérias, classificadas segundo suas características de crescimento (aeróbicas ou anaeróbicas, etc.), sua capacidade de absorver corantes especiais (Gram positivas, Gram negativas), segundo sua forma (bacilos, cocos, espiroquetas, etc.). Algumas produzem infecções no ser humano, que podem ser bastante graves.
18 Membrana Celular: Membrana seletivamente permeável (contendo lipídeos e proteínas) que envolve o citoplasma em células procarióticas e eucarióticas.
19 Fúngica: Relativa à ou produzida por fungo.
20 Fármaco: Qualquer produto ou preparado farmacêutico; medicamento.
21 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
22 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
23 Anticoagulante: Substância ou medicamento que evita a coagulação, especialmente do sangue.
24 Eritematoso: Relativo a ou próprio de eritema. Que apresenta eritema. Eritema é uma vermelhidão da pele, devido à vasodilatação dos capilares cutâneos.
25 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.

Tem alguma dúvida sobre COLPIST MT?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.