MUCOSOLVAN Injetável

Boehringer Ingelheim

Atualizado em 09/12/2014

Composição de Mucosolvan Injetável

cada ampola de 2 ml contém: cloridrato de ambroxol 15 mg. Excipientes: ácido cítrico, fosfato dissódico, cloreto de sódio, água bidestilada.

Posologia e Administração de Mucosolvan Injetável

adultos e adolescentes: 1 a 2 ampolas, 2 a 3 vezes ao dia. Crianças até 2 anos: 1/2 ampola, 2 vezes ao dia. Crianças de 2 a 5 anos: 1/2 ampola, 3 vezes ao dia. Crianças de 5 a 10 anos: 1 ampola, 2 a 3 vezes ao dia. Administrar as ampolas por via IM, IV, ou SC. Em caso de infusão endovenosa, Mucosolvan injetável pode ser adicionado a soluções de glicose1, levulose, cloreto de sódio a 0,9% e à solução de Ringer. O produto não deve ser misturado a soluções com pH superior a 6,3 para evitar possível turvação ou floculação. - Superdosagem: se ocorrer, recomenda-se tratamento sintomático2.

Reações Adversas de Mucosolvan Injetável

Mucosolvan é geralmente bem tolerado. Foram relatadas, sobretudo após administração parenteral, manifestações gastrintestinais leves (principalmente pirose3, dispepsia4 e ocasionalmente náuseas5 e vômitos6). Em raros casos ocorreram reações alérgicas, sobretudo erupções cutâneas7. Em casos excepcionais foram relatadas graves reações agudas do tipo anafilático; entretanto, a sua relação com ambroxol é duvidosa; alguns destes pacientes tinham apresentado também reações alérgicas a outras substâncias. - Observação: não existem restrições ou precauções especiais para o uso do produto em pacientes com idade acima de 65 anos.

Contra-Indicações de Mucosolvan Injetável

hipersensibilidade conhecida ao ambroxol e a outros componentes da fórmula. Gravidez8 e lactação9: estudos pré-clínicos e a ampla experiência clínica com o emprego após a 28ª semana não evidenciaram efeitos prejudiciais durante a gravidez8. Mesmo assim, devem ser observadas as precauções habituais a respeito do uso de fármacos durante a gravidez8, sobretudo durante o primeiro trimestre. O fármaco10 passa para o leite materno; entretanto, não é provável que atue sobre o lactente11 quando administrado em doses terapêuticas. - Interações medicamentosas: a administração de ambroxol juntamente com antibióticos (amoxicilina, cefuroxima, eritromicina, doxiciclina) produz concentrações antibióticas mais elevadas no tecido12 pulmonar. Desconhecem-se interações prejudiciais de importância clínica com outras medicações.

Indicações de Mucosolvan Injetável

processos agudos e crônicos das vias respiratórias, que exijam tratamento expectorante mucolítico, tais como, bronquite aguda13 e crônica, enfisematosa e asmática, traqueobronquites, pneumopatias inflamatórias, bronquiectasias e pneumoconiose14. Profilaxia de complicações pulmonares no pré e pós-operatório, especialmente em cirurgia geriátrica e, sobretudo, em UTI. Para facilitar a expulsão de esputo, para fins diagnósticos, e para acelerar a expectoração15 de líquidos intrabrônquicos (por exemplo, soluções de contraste).

Apresentação de Mucosolvan Injetável

embalagem com 5 ampolas de 2 ml.


MUCOSOLVAN Injetável - Laboratório

Boehringer Ingelheim
Av. Maria Coelho Aguiar,215-Bl. F - 3ºand
São Paulo/SP - CEP: 05804-970
Tel: 55 (011) 3741-2181
Fax: 55 (011) 3741-1648
Site: http://www.boehringer-ingelheim.com/

Ver outros medicamentos do laboratório "Boehringer Ingelheim"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
2 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
3 Pirose: Sensação de dor epigástrica semelhante a uma queimadura, ela pode ser acompanhada de regurgitação de suco gástrico para dentro do esôfago; azia.
4 Dispepsia: Dor ou mal-estar localizado no abdome superior. O mal-estar pode caracterizar-se por saciedade precoce, sensação de plenitude, distensão ou náuseas. A dispepsia pode ser intermitente ou contínua, podendo estar relacionada com os alimentos.
5 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
6 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
7 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
8 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
9 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
10 Fármaco: Qualquer produto ou preparado farmacêutico; medicamento.
11 Lactente: Que ou aquele que mama, bebê. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
12 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
13 Bronquite aguda: Inflamação dos brônquios produzida em geral por diferentes vírus respiratórios, que se manifesta por febre, tosse e expectoração de muco à tosse.
14 Pneumoconiose: Reação fibrosa crônica dos pulmões à inalação de poeiras, marcada especialmente por perda da expansibilidade, fibrose e pigmentação. Ela recebe nomes diversos segundo o tipo de poeira inalada.
15 Expectoração: Ato ou efeito de expectorar. Em patologia, é a expulsão, por meio da tosse, de secreções provenientes da traqueia, brônquios e pulmões; escarro.

Tem alguma dúvida sobre MUCOSOLVAN Injetável?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.