Preço de Vitônico em Fairfield/SP: R$ 0,00

Vitônico

LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA

Atualizado em 06/08/2019

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Vitônico®
sulfato ferroso + ácido fosfórico + tintura de babosa (Aloe humilis) + tintura de mirra (Commiphora myrrha) + tintura de noz moscada (Myristica fragans) + tintura de cravo da índia (Eugenia caryophyllata) + tintura de canela (Cinnamomum ceylanicum)
Solução oral

APRESENTAÇÕES

Solução Oral
Frascos contendo 250 mL, 350 mL ou 500 mL

USO ORAL
USO ADULTO E PEDIÁTRICO

COMPOSIÇÃO

Composição

IDR * (Calculado a partir da posologia diária máxima)

Adulto
posologia diária de 60 ml

Crianças 1-3 anos
posologia diária de 30 ml

Crianças 4-6 anos
posologia diária de 30 ml

Crianças de 7-10 anos
posologia diária de 30 ml

Sulfato ferroso

0,1466 mg

13,00 %

15,00 %

15,00 %

10,00 %

Ácido fosfórico

4,0 mg

10,85 %

8,25 %

7,59 %

3,04 %

Tintura de Aloe humilis (babosa)

0,0008 ml

-

-

-

-

Tintura de Commiphora myrrha (mirra)

0,0001 ml

-

-

-

-

Tintura de Myristica fragans (noz moscada)

0,02 ml

-

-

-

-

Tintura de Eugenia caryophyllata (cravo da índia)

0,008 ml

-

-

-

-

Tintura de Cinnamomum ceylanicum (canela)

0,01 ml

-

-

-

-

Veículo** q.s.p

1 ml

 

 

 

 

*Ingestão Diária Recomendada
** metilparabeno, propilparabeno, hidróxido de sódio, sacarina1 sódica, ciclamato de sódio, sorbitol2, mentol, corante caramelo e água purificada.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Vitônico® é indicado como estimulante do apetite e nos estados de inapetência3 (perda da vontade de se alimentar).

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

Vitônico® é um revigorante à base de ferro e fósforo que atua no metabolismo4, sendo indicado no tratamento dos sintomas5 de desgaste físico e mental, da anemia6 e convalescença.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Este medicamento é contraindicado nos casos de hipersensibilidade (alergia7) aos componentes da fórmula e nos casos de tuberculose8 pulmonar e hipertensão9 (pressão alta).

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Existem relatos de distúrbios gastrintestinais (náuseas10, vômito11 e diarréia12) devido ao uso de Vitônico®. Deve ser mantido um controle na administração a crianças.

Pacientes idosos

Não constam na literatura relatos sobre advertência ou recomendações especiais do uso adequado por pacientes idosos.

Gravidez13 e lactação14

Informe seu médico a ocorrência de gravidez13 na vigência do tratamento ou após o seu término.

Informar ao médico se está amamentando.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Interações medicamentosas

A ingestão concomitante de medicamentos que contenham ferro com antiácidos15 e tetraciclina oral pode alterar a absorção do sulfato ferroso.

Por causar hipoglicemia16, a mirra pode interferir na terapia anti-diabética. Por isso, pacientes com diabetes17 devem ser monitorados.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Manter em temperatura ambiente (15ºC a 30ºC). Proteger da luz e manter em lugar seco.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem. Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características do medicamento

Solução límpida, na cor castanha escuro, com sabor e odor característico, isenta de partículas e impurezas.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Vitônico® deve ser administrado por via oral e antes das principais refeições (almoço e jantar).

Posologia

  • Adulto: 2 colheres de sopa (30 mL).
  • Crianças: 1 colher de sopa (15 mL).

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas5, procure orientação de seu médico ou cirurgião- dentista.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Tome a dose assim que se lembrar dela. Entretanto, se estiver próximo do horário da dose seguinte, salte a dose esquecida e continue o tratamento conforme prescrito ou posologia desta bula. Não utilize o dobro da dose para compensar uma dose esquecida.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

O uso deste medicamento pode causar diarréia12, dores abdominais e náuseas10.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Em caso de superdosagem, suspenda o uso e procure assistência médica. Com a superdosagem, podem surgir diarréia12, dores abdominais e náuseas10.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS


Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas5 procure orientação médica.
 

Reg. MS nº 1.6773.0247
Farm. Resp. Dra. Maria Betânia Pereira CRF – SP nº. 37.788

Registrador por:
LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA
Rod. Jornalista F. A. Proenca, km 08
Bairro Chácara Assay
CEP 13186-901 - Hortolandia/SP
CNPJ: 05.044.984/0001-26 INDÚSTRIA BRASILEIRA

Fabricado por:
EMS S/A Hortolândia – SP


SAC 0800 500600

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sacarina: Adoçante sem calorias e sem valor nutricional.
2 Sorbitol: Adoçante com quatro calorias por grama. Substância produzida pelo organismo em pessoas com diabetes e que pode causar danos aos olhos e nervos.
3 Inapetência: Ausência de apetite, de vontade de comer; anorexia. Por extensão de sentido, é a falta de desejo ou de vontade.
4 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
5 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
6 Anemia: Condição na qual o número de células vermelhas do sangue está abaixo do considerado normal para a idade, resultando em menor oxigenação para as células do organismo.
7 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
8 Tuberculose: Doença infecciosa crônica produzida pelo bacilo de Koch (Mycobacterium tuberculosis). Produz doença pulmonar, podendo disseminar-se para qualquer outro órgão. Os sintomas de tuberculose pulmonar consistem em febre, tosse, expectoração, hemoptise, acompanhada de perda de peso e queda do estado geral. Em países em desenvolvimento (como o Brasil) aconselha-se a vacinação com uma cepa atenuada desta bactéria (vacina BCG).
9 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
10 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
11 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
12 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
13 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
14 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
15 Antiácidos: É uma substância que neutraliza o excesso de ácido, contrariando o seu efeito. É uma base que aumenta os valores de pH de uma solução ácida.
16 Hipoglicemia: Condição que ocorre quando há uma queda excessiva nos níveis de glicose, freqüentemente abaixo de 70 mg/dL, com aparecimento rápido de sintomas. Os sinais de hipoglicemia são: fome, fadiga, tremores, tontura, taquicardia, sudorese, palidez, pele fria e úmida, visão turva e confusão mental. Se não for tratada, pode levar ao coma. É tratada com o consumo de alimentos ricos em carboidratos como pastilhas ou sucos com glicose. Pode também ser tratada com uma injeção de glucagon caso a pessoa esteja inconsciente ou incapaz de engolir. Também chamada de reação à insulina.
17 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.

Tem alguma dúvida sobre Vitônico?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.