Preço de PROSTAT em Fairfield/SP: R$ 35,08

PROSTAT

MARJAN

Atualizado em 09/12/2014

Prostat

Identificação do Produto de Prostat

Serenoa repens (Bartr.) Small.MEDICAMENTO FITOTERÁPICO TRADICIONAL

Nomenclatura botânica

Nome científico: Serenoa repens (Bartr.) Small

Nome popular: Saw palmetto

Família: Arecaceae

Forma Farmacêutica e Apresentação de Prostat

Cápsulas gelatinosas moles: caixas com 30 cápsulas
USO ADULTO

Composição de Prostat

Cada cápsula contém:

Extrato lipidoesterólico de Serenoa repens (Bartr.) Small .................. 160 mg

Excipientes: gelatina, glicerina, água destilada, corantes vermelho amaranto e azul brilhante, dióxido de titânio, metilparapeno e propilparabeno.

Cada cápsula contém 160mg de Serenoa repens (Bartr.) Small contendo 85 a 95% de ácidos graxos, 0,15 a 0,30% de álcoois graxos, 0,2 a 0,4% de esteróis totais e 0,1 a 0,3% de b-sitosterol.

Informação ao Paciente de Prostat

Ação esperada do medicamento

Aliviar os problemas urinários decorrentes dos transtornos funcionais da Hiperplasia1 Prostática Benigna.

Cuidados de armazenamento

O medicamento deve ser conservado à temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C).

Proteger da luz e da umidade.

Prazo de validade

24 meses após a data de fabricação impressa no cartucho.

Não utilize medicamentos com o prazo de validade vencido.

Cuidados de administração

Deve ser administrado principalmente às refeições. Não administrar com o estômago2 vazio para não ocorrerem náuseas3.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Interrupção do tratamento

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Reações adversas

Dores epigástricas, gosto amargo, urticária4 e diarréia5 poderão ocorrer eventualmente. Náuseas3 poderão ocorrer com a administração com o estômago2 vazio.

Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS.

Ingestão concominante com outras substâncias

Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento.

Contra-indicações e precauções

Prostat não deve ser utilizado por pacientes com problemas epigástricos graves pré-existentes.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SE

 

Informações Técnicas de Prostat

Partes utilizadas da planta: fruto.

Características químicas e farmacológicas

O extrato lipidoesterólico de Serenoa repens (Bartr.) Small possui uma fração composta por 85 a 95% de ácidos graxos, 0,15 a 0,30% de álcoois graxos, 0,1 a 0,3% de b-sitosterol e 0,2 a 0,4% de esteróis totais.

O extrato de Serenoa repens (Bartr.) Small atua inibindo a enzima6 5-a-redutase que transforma a testosterona em diidrotestosterona (DHT) e também bloqueando a ligação do DHT aos receptores citosólicos da próstata7.

Estudos in vitro e em animais demonstraram que o extrato de Serenoa repens (Bartr.) Small inibe a atividade da fosfolipase A2 e libera o ácido aracdônico, diminuindo a síntese das prostaglandinas8. Estas influenciam o tônus e a motilidade do trato urinário9 inferior e as interações hormonais.

O extrato de Serenoa repens (Bartr.) Small possui também uma ação descongestionante, diminuindo a permeabilidade10 capilar11.

Prostat diminui os sintomas12 da Hiperplasia1 Prostática Benigna devido, portanto, a seus efeitos antiandrogênico e descongestionante.

Indicações de Prostat

Tratamento dos transtornos funcionais da Hiperplasia1 Prostática Benigna: diminuição da força do jato urinário, polaciúria, nictúria13 e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga14.

Contra-Indicações de Prostat

Doenças epigástricas graves pré-existentes.

Precauções e advertências

Não ingerir o medicamento com o estômago2 vazio.

Interações Medicamentosas de Prostat

Até o momento não são conhecidas interações medicamentosas.

Os estudos clínicos realizados até o momento não evidenciaram interações medicamentosas com a administração conjunta com medicamentos freqüentemente prescritos para esta patologia15 (antibióticos, anti-sépticos urinários e antiinflamatórios).

Reações Adversas de Prostat

Foram relatados, em casos isolados, dores epigástricas, alterações do paladar16 como gosto amargo, diarréia5 e urticária4. Poderão ocorrer náuseas3 se administrado com o estômago2 vazio.

Posologia de Prostat

Duas cápsulas de 160mg cada ao dia, em duas tomadas, preferencialmente às refeições (café da manhã e jantar).

Superdosagem de Prostat

Em ratos, camundongos e cobaias o DL50 é maior do que 10g/kg. Altas doses administradas a ratos por 6 semanas (360 vezes a dose terapêutica17 humana de 5mg/kg) não causaram alterações hematológicas, histológicas18 ou bioquímicas. Um estudo a longo prazo por 6 meses em ratos, utilizando dose 80 vezes superior à dose humana, também não encontrou influências negativas.

Como até o momento não foram relatados casos de superdosagem, recomendamos provocar o esvaziamento gástrico logo após o acidente.

ESTE PRODUTO É UM NOVO MEDICAMENTO E EMBORA AS PESQUISAS TENHAM INDICADO EFICÁCIA E SEGURANÇA, QUANDO CORRETAMENTE INDICADO, PODEM OCORRER REAÇÕES ADVERSAS IMPREVISÍVEIS, AINDA NÃO DESCRITAS OU CONHECIDAS, EM CASO DE SUSPEITA DE REAÇÃO ADVERSA O MÉDICO RESPONSÁVEL DEVE SER NOTIFICADO.

 

Informações de Rodapé de Prostat

M.S. 1.0155.0038 •  Farm. Resp: Regina H. V. Souza / CRF-SP nº 6394

Marjan Ind. e Com. Ltda •  Rua Gibraltar,165 •  Sto. Amaro -São Paulo/SP •  CEP:04755-070

TEL:(11)5642-9888 •  CNPJ nº 60.726.692/0001-81

PROSTAT - Laboratório

MARJAN
Rua Gibraltar, 165
São Paulo/SP - CEP: 04755-070
Tel: (11) 5642-9888

Ver outros medicamentos do laboratório "MARJAN"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Hiperplasia: Aumento do número de células de um tecido. Pode ser conseqüência de um estímulo hormonal fisiológico ou não, anomalias genéticas no tecido de origem, etc.
2 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
3 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
4 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
5 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
6 Enzima: Proteína produzida pelo organismo que gera uma reação química. Por exemplo, as enzimas produzidas pelo intestino que ajudam no processo digestivo.
7 Próstata: Glândula que (nos machos) circunda o colo da BEXIGA e da URETRA. Secreta uma substância que liquefaz o sêmem coagulado. Está situada na cavidade pélvica (atrás da parte inferior da SÍNFISE PÚBICA, acima da camada profunda do ligamento triangular) e está assentada sobre o RETO.
8 Prostaglandinas: É qualquer uma das várias moléculas estruturalmente relacionadas, lipossolúveis, derivadas do ácido araquidônico. Ela tem função reguladora de diversas vias metabólicas.
9 Trato Urinário:
10 Permeabilidade: Qualidade dos corpos que deixam passar através de seus poros outros corpos (fluidos, líquidos, gases, etc.).
11 Capilar: 1. Na medicina, diz-se de ou tubo endotelial muito fino que liga a circulação arterial à venosa. Qualquer vaso. 2. Na física, diz-se de ou tubo, em geral de vidro, cujo diâmetro interno é diminuto. 3. Relativo a cabelo, fino como fio de cabelo.
12 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
13 Nictúria: Aumento da eliminação de urina durante a noite. Pode ser um sinal de insuficiência cardíaca, doença renal ou distúrbios edematosos.
14 Bexiga: Órgão cavitário, situado na cavidade pélvica, no qual é armazenada a urina, que é produzida pelos rins. É uma víscera oca caracterizada por sua distensibilidade. Tem a forma de pêra quando está vazia e a forma de bola quando está cheia.
15 Patologia: 1. Especialidade médica que estuda as doenças e as alterações que estas provocam no organismo. 2. Qualquer desvio anatômico e/ou fisiológico, em relação à normalidade, que constitua uma doença ou caracterize determinada doença. 3. Por extensão de sentido, é o desvio em relação ao que é próprio ou adequado ou em relação ao que é considerado como o estado normal de uma coisa inanimada ou imaterial.
16 Paladar: Paladar ou sabor. Em fisiologia, é a função sensorial que permite a percepção dos sabores pela língua e sua transmissão, através do nervo gustativo ao cérebro, onde são recebidos e analisados.
17 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
18 Histológicas: Relativo à histologia, ou seja, relativo à disciplina biomédica que estuda a estrutura microscópica, composição e função dos tecidos vivos.

Tem alguma dúvida sobre PROSTAT?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.