CICLADOL PO ORAL

FARMALAB

Atualizado em 08/12/2014

Composição de Cicladol Po Oral

CADA ENVELOPE CONTEM: BETA-CICLODEXTRINA-PIROXICAM 191,2 (EQUIVALENTE A 20 MG DE PIROXICAM).

Posologia e Administração de Cicladol Po Oral

O CONTEUDO DE 1 (UM) ENVELOPE AO DIA.

Precauções de Cicladol Po Oral

O PIROXICAM, COMO OUTROS FARMACOS ANTIINFLAMATORIOS NAO ESTEROIDES, DIMINUI A AGREGACAO PLAQUETARIA E PROLONGA O TEMPO DE COAGULACAO1; ISTO DEVE SER LEMBRADO NO CASO EM QUE SEJAM REALIZADAS PROVAS HEMATOLOGICAS E QUANDO O PACIENTE E TRATADO CONCOMITANTEMENTE COM ANTIAGREGANTES PLAQUETARIOS.

Reações Adversas de Cicladol Po Oral

AS MAIS COMUNS SAO: NAUSEA2, PIROSE3, DOR EPIGASTRICA, DISPEPSIA4 E DIARREIA5. SAO RAROS: ULCERA GASTRICA6 COM OU SEM HEMORRAGIA7, VOMITO8, EDEMA9 DE NATUREZA ALERGICA DE FACE10 E MAOS11, ANEMIA12 APLASTICA, TROMBOCITOPENIA13, ELEVACAO DOS INDICES DOS TESTES DA FUNCAO HEPATICA14, INSUFICIENCIA RENAL15 AGUDA, EDEMA9 NOS TORNOZELOS, HIPERTENSAO16, INSUFICIENCIA CARDIACA CONGESTIVA17. - INTERACOES MEDICAMENTOSAS: NAO DEVE SER ADMINISTRADO A PACIENTES NOS QUAIS O ACIDO ACETILSALICILICO OU OUTROS FARMACOS ANTIINFLAMATORIOS NAO HORMONAIS PROVOQUEM SINTOMAS18 DE ASMA19, RINITE20 E URTICARIA21. CICLADOL NAO DEVE SER ADMINISTRADO CONCOMITANTEMENTE COM ANTICOAGULANTES22 E LITIO.

Contra-Indicações de Cicladol Po Oral

HIPERSENSIBILIDADE AO MEDICAMENTO, ULCERA23 GASTRODUODENAL, GASTRITE24, DISTURBIOS HEPATICOS E RENAIS GRAVES, INSUFICIENCIA CARDIACA25 GRAVE, HIPERTENSAO ARTERIAL26 SEVERA, DIATESE HEMORRAGICA27, GRAVIDEZ28 CONFIRMADA OU SUSPEITA, LACTACAO29. NAO DEVERA SER ADMINISTRADO EM CRIANCAS.

Indicações de Cicladol Po Oral

TRATAMENTO DOS ESTADOS DOLOROSOS AGUDOS, COMO DORES POR AFECCOES30 REUMATICAS ARTICULARES E EXTRA-ARTICULARES, DORES MUSCULOESQUELETICAS, DISMENORREIA31, CEFALEIA32, DOR POS-TRAUMATISMO33 E POS-OPERATORIA E ODONTALGIA.

Apresentação de Cicladol Po Oral

PO ORAL: CAIXA COM 5 ENVELOPES.

CICLADOL PO ORAL - Laboratório

FARMALAB
Av. Brig. Faria Lima, 1734 - 2º e 3º and
São Paulo/SP - CEP: 01452-001
Tel: 55 (011) 867- 0012
Fax: 55 (011) 813-0500
Email: chiesi.brasil@ibm.net
Site: http://www.farmalabchiesi.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "FARMALAB"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Coagulação: Ato ou efeito de coagular(-se), passando do estado líquido ao sólido.
2 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
3 Pirose: Sensação de dor epigástrica semelhante a uma queimadura, ela pode ser acompanhada de regurgitação de suco gástrico para dentro do esôfago; azia.
4 Dispepsia: Dor ou mal-estar localizado no abdome superior. O mal-estar pode caracterizar-se por saciedade precoce, sensação de plenitude, distensão ou náuseas. A dispepsia pode ser intermitente ou contínua, podendo estar relacionada com os alimentos.
5 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
6 Úlcera gástrica: Lesão na mucosa do estômago. Pode ser provocada por excesso de ácido clorídrico produzido pelo próprio estômago ou por medicamentos como antiinflamatórios ou aspirina. É uma doença infecciosa, causada pela bactéria Helicobacter pylori em quase 100 % dos casos.
7 Hemorragia: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
8 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
9 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
10 Face: Parte anterior da cabeça que inclui a pele, os músculos e as estruturas da fronte, olhos, nariz, boca, bochechas e mandíbula.
11 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
12 Anemia: Condição na qual o número de células vermelhas do sangue está abaixo do considerado normal para a idade, resultando em menor oxigenação para as células do organismo.
13 Trombocitopenia: É a redução do número de plaquetas no sangue. Contrário de trombocitose. Quando a quantidade de plaquetas no sangue é inferior a 150.000/mm³, diz-se que o indivíduo apresenta trombocitopenia (ou plaquetopenia). As pessoas com trombocitopenia apresentam tendência de sofrer hemorragias.
14 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
15 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
16 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
17 Insuficiência Cardíaca Congestiva: É uma incapacidade do coração para efetuar as suas funções de forma adequada como conseqüência de enfermidades do próprio coração ou de outros órgãos. O músculo cardíaco vai diminuindo sua força para bombear o sangue para todo o organismo.
18 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
19 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
20 Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
21 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
22 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
23 Úlcera: Ferida superficial em tecido cutâneo ou mucoso que pode ocorrer em diversas partes do organismo. Uma afta é, por exemplo, uma úlcera na boca. A úlcera péptica ocorre no estômago ou no duodeno (mais freqüente). Pessoas que sofrem de estresse são mais susceptíveis a úlcera.
24 Gastrite: Inflamação aguda ou crônica da mucosa do estômago. Manifesta-se por dor na região superior do abdome, acidez, ardor, náuseas, vômitos, etc. Pode ser produzida por infecções, consumo de medicamentos (aspirina), estresse, etc.
25 Insuficiência Cardíaca: É uma condição na qual a quantidade de sangue bombeada pelo coração a cada minuto (débito cardíaco) é insuficiente para suprir as demandas normais de oxigênio e de nutrientes do organismo. Refere-se à diminuição da capacidade do coração suportar a carga de trabalho.
26 Hipertensão arterial: Aumento dos valores de pressão arterial acima dos valores considerados normais, que no adulto são de 140 milímetros de mercúrio de pressão sistólica e 85 milímetros de pressão diastólica.
27 Hemorrágica: Relativo à hemorragia, ou seja, ao escoamento de sangue para fora dos vasos sanguíneos.
28 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
29 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
30 Afecções: Quaisquer alterações patológicas do corpo. Em psicologia, estado de morbidez, de anormalidade psíquica.
31 Dismenorréia: Dor associada à menstruação. Em uma porcentagem importante de mulheres é um sintoma normal. Em alguns casos está associada a doenças ginecológicas (endometriose, etc.).
32 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
33 Traumatismo: Lesão produzida pela ação de um agente vulnerante físico, químico ou biológico e etc. sobre uma ou várias partes do organismo.

Tem alguma dúvida sobre CICLADOL PO ORAL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.