Preço de Octifen em Fairfield/SP: R$ 26,71

Octifen

UNIÃO QUÍMICA FARMACÊUTICA NACIONAL S/A

Atualizado em 13/08/2019

IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO

Octifen
fumarato de cetotifeno
Solução oftálmica

MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO

Solução oftálmica estéril 0,25 mg/mL
Embalagem contendo frasco de 5 mL

USO OFTÁLMICO
USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 3 ANOS

COMPOSIÇÃO:

Cada mL (39 gotas) contém:

fumarato de cetotifeno (equivalente a 0,25 mg de cetotifeno) 0,345 mg*
veículo q.s.p. 1 mL

Veículo: cloreto de benzalcônio, glicerol, hidróxido de sódio e água para injetáveis.

Cada gota1 contém 0,0064 mg cetotifeno.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Octifen colírio2 é indicado para aliviar os sinais3 e sintomas4 da conjuntivite5 alérgica.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

Octifen colírio2 contém cetotifeno, que é um agente antialérgico.

Octifen colírio2 alivia a reação alérgica6 bloqueando os efeitos da histamina7, substância produzida pelo corpo, que causa vermelhidão, inchaço8, coceira e cansaço dos olhos9.

Octifen colírio2 tem um rápido início de ação o qual dura de 8 a 12 horas.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Octifen colírio2 não deve ser usado se você é alérgico ao cetotifeno ou a qualquer um dos outros componentes do produto Octifen colírio2.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Tenha cuidado com Octifen colírio2 se você usa lentes de contato gelatinosas. Octifen colírio2 contém cloreto de benzalcônio como conservante, que pode ser absorvido pelas lentes de contato gelatinosas e descolori-las. Por isso, Octifen colírio2 não deve ser aplicado quando você estiver usando lentes de contato gelatinosas. As lentes de contato devem ser retiradas antes da aplicação de Octifen colírio2 e não devem ser recolocadas por pelo menos 15 minutos após sua aplicação.

Uso em idosos

Octifen colírio2 pode ser usado por pacientes acima de 65 anos.

Uso em crianças

Octifen colírio2 é indicado para uso em crianças acima de 3 anos de idade.

Gravidez10 e lactação11

Se você está grávida ou está planejando uma gravidez10, pergunte ao seu médico ou farmacêutico antes de iniciar o tratamento com Octifen colírio2.

Octifen colírio2 pode ser usado durante o período de amamentação12.

Seu médico irá discutir com você sobre o risco potencial do uso de Octifen colírio2 durante a gravidez10.

Categoria C – Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Efeitos sobre a habilidade de dirigir veículos e/ou operar máquinas

Se após o uso do colírio2 sua visão13 tornar-se turva ou você sentir sonolência, espere até que estes sintomas4 desapareçam antes de dirigir ou operar máquinas.

Interações medicamentosas

Avise seu médico se está tomando ou tomou recentemente qualquer medicamento. Lembre-se também daqueles não prescritos pelo médico.

Se você estiver utilizando outras medicações nos olhos9, deve haver um intervalo de pelo menos 5 minutos entre a utilização de cada uma.

Informe seu médico ou cirurgião-dentista se você estiver fazendo uso de algum outro medicamento. Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde14.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Manter o produto em sua embalagem original e conservar em temperatura ambiente (entre 15º e 30ºC).

O prazo de validade é de 24 meses após a data de fabricação (vide cartucho).

Octifen colírio2 permanece estéril até que o lacre seja rompido. Para evitar contaminação, não toque o gotejador em nenhuma superfície. Feche o frasco imediatamente após o uso.

Após aberto, válido por 30 dias.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original. Aspecto físico: solução límpida e incolor.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

A dose é de uma gota1 no canto interno de cada olho15, duas vezes ao dia (pela manhã e à noite).

A dose máxima é de uma gota1 em cada olho15, quatro vezes ao dia.

Como usar

  1. Lave suas mãos16.
  2. Incline sua cabeça17 para trás.
  3. Puxe a pálpebra inferior para baixo e segure o frasco invertido sobre os olhos9 com a outra mão18.
  4. Pressione o fundo do frasco com seus dedos para que caia uma gota1 dentro dos olhos9. Sempre evite tocar a ponta do frasco.
  5. Pressione o canto dos olhos9 com o dedo por 1-2 minutos para evitar que a gota1 escorra pelo ducto lacrimal para a garganta19. Desta forma, a maior parte da gota1 permanece nos olhos9 para aliviar a doença.
  6. Coloque a tampa no frasco imediatamente após o uso. Para evitar a contaminação, não toque nenhuma superfície com o gotejador.

Se você sentir que o efeito de Octifen colírio2 é muito forte ou muito fraco, ou se você apresentar qualquer reação indesejada avise seu médico ou farmacêutico.

A duração do tratamento é conforme indicação médica.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Se você esquecer uma dose, aplique assim que você lembrar e continue normalmente. Tenha certeza que você realmente colocou uma gota1 no olho15.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Octifen colírio2 pode causar algumas reações adversas em algumas pessoas.

Alguns efeitos podem ser sérios:

  • se você tem um sangramento visível no branco dos olhos9 (sintomas4 da hemorragia20 subconjuntival  afetam menos que 1 a cada 100 pacientes)
  • se você tiver lesões21 localizadas na camada celular externa da córnea22 (sintomas4 de erosão epitelial pontuada da córnea22 afetam entre 1 e 10 a cada 100 pacientes)

Se você apresentar qualquer uma destas reações, avise seu médico imediatamente.

Você pode também apresentar algumas das reações adversas a seguir quando estiver usando Octifen colírio2.

Comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): queimação ou ardor23 dos olhos9.

Menos comum (ocorre em menos de 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): visão13 turva temporária imediatamente após aplicação, ressecamento dos olhos9, desordem da pálpebra, secreção dos olhos9 com coceiras, vermelhidão e inchaço8 (sintomas4 da conjuntivite5), dor nos olhos9 ou aumento da sensibilidade dos olhos9 à luz.

Efeitos adversos podem também ocorrer em outras partes do corpo:

Incomum (ocorre em menos de 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): dor de cabeça17, sonolência, eczema24, urticária25, boca26 seca e rash27, coceiras (sintomas4 de reações alérgicas).

Se qualquer um destes efeitos afeta você severamente, avise seu médico.

Se você notar outras reações adversas não relatadas nesta bula, informe seu médico ou farmacêutico.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Você não deve se preocupar se mais de uma gota1 cair dentro dos seus olhos9.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS

 

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

 

Registro MS – 1.0497.1358

Farm. Resp.: Florentino de Jesus Krencas CRF-SP n° 49136

 

UNIÃO QUÍMICA FARMACÊUTICA NACIONAL S/A

Rua Cel. Luiz Tenório de Brito, 90 Embu-Guaçu – SP – CEP: 06900-000

CNPJ 60.665.981/0001-18

Fabricado na unidade fabril:

Avenida Prefeito Olavo Gomes de Oliveira, 4.550 Bairro São Cristovão

Pouso Alegre – MG – CEP: 37550-000 CNPJ: 60.665.981/0005-41

Indústria Brasileira

 

SAC 0800 11 1559

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Gota: 1. Distúrbio metabólico produzido pelo aumento na concentração de ácido úrico no sangue. Manifesta-se pela formação de cálculos renais, inflamação articular e depósito de cristais de ácido úrico no tecido celular subcutâneo. A inflamação articular é muito dolorosa e ataca em crises. 2. Pingo de qualquer líquido.
2 Colírio: Preparação farmacológica líquida na qual se encontram dissolvidas diferentes drogas que atuam na conjuntiva ocular.
3 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
4 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
5 Conjuntivite: Inflamação da conjuntiva ocular. Pode ser produzida por alergias, infecções virais, bacterianas, etc. Produz vermelhidão ocular, aumento da secreção e ardor.
6 Reação alérgica: Sensibilidade a uma substância específica, chamada de alérgeno, com a qual se entra em contato por meio da pele, pulmões, deglutição ou injeções.
7 Histamina: Em fisiologia, é uma amina formada a partir do aminoácido histidina e liberada pelas células do sistema imunológico durante reações alérgicas, causando dilatação e maior permeabilidade de pequenos vasos sanguíneos. Ela é a substância responsável pelos sintomas de edema e irritação presentes em alergias.
8 Inchaço: Inchação, edema.
9 Olhos:
10 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
11 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
12 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
13 Visão: 1. Ato ou efeito de ver. 2. Percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista; sentido da vista. 3. Algo visto, percebido. 4. Imagem ou representação que aparece aos olhos ou ao espírito, causada por delírio, ilusão, sonho; fantasma, visagem. 5. No sentido figurado, concepção ou representação, em espírito, de situações, questões etc.; interpretação, ponto de vista. 6. Percepção de fatos futuros ou distantes, como profecia ou advertência divina.
14 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
15 Olho: s. m. (fr. oeil; ing. eye). Órgão da visão, constituído pelo globo ocular (V. este termo) e pelos diversos meios que este encerra. Está situado na órbita e ligado ao cérebro pelo nervo óptico. V. ocular, oftalm-. Sinônimos: Olhos
16 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
17 Cabeça:
18 Mão: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
19 Garganta: Tubo fibromuscular em forma de funil, que leva os alimentos ao ESÔFAGO e o ar à LARINGE e PULMÕES. Situa-se posteriormente à CAVIDADE NASAL, à CAVIDADE ORAL e à LARINGE, extendendo-se da BASE DO CRÂNIO à borda inferior da CARTILAGEM CRICÓIDE (anteriormente) e à borda inferior da vértebra C6 (posteriormente). É dividida em NASOFARINGE, OROFARINGE e HIPOFARINGE (laringofaringe).
20 Hemorragia: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
21 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
22 Córnea: Membrana fibrosa e transparente presa à esclera, constituindo a parte anterior do olho.
23 Ardor: 1. Calor forte, intenso. 2. Mesmo que ardência. 3. Qualidade daquilo que fulge, que brilha. 4. Amor intenso, desejo concupiscente, paixão.
24 Eczema: Afecção alérgica da pele, ela pode ser aguda ou crônica, caracterizada por uma reação inflamatória com formação de vesículas, desenvolvimento de escamas e prurido.
25 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
26 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
27 Rash: Coloração avermelhada da pele como conseqüência de uma reação alérgica ou infecção.

Tem alguma dúvida sobre Octifen?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.