Preço de BALCOR em Houston/SP: R$ 14,41

BALCOR

BALDACCI

Atualizado em 03/06/2015

Balcor
30/60 mg

Balcor retard
90/120/180 mg

Diltiazem
Antiisquêmico
Anti-hipertensivo

Composição de Balcor

Cada comprimido de BALCOR contém: 30 mg: Cloridrato de diltiazem 30 mg; excipiente q.s.p. 1 comp. 60 mg: Cloridrato de diltiazem 60 mg; excipiente q.s.p. 1 comp. Cada cápsula de BALCOR RETARD contém: 90 mg: Cloridrato de diltiazem (microgrânulos de ação prolongada): 90 mg; excipiente q.s.p. 1 cáps. 120 mg: Cloridrato de diltiazem (microgrânulos de ação prolongada) 120 mg; excipiente q.s.p. 1 cáps. 180 mg: Cloridrato de diltiazem (microgrânulos de ação prolongada) 180 mg; excipiente q.s.p. 1 cáps.

Informações Técnicas de Balcor

BALCOR e BALCOR RETARD obedecem às normas internacionais de produção e controle de qualidade. BALCOR e BALCOR RETARD pertencem ao grupo dos antagonistas do cálcio. Sua ação se dá ao nível dos canais lentos de cálcio das membranas celulares miocárdicas e da musculatura lisa dos vasos, durante e fase de despolarização, provocando a inibição do influxo de cálcio. Age como antiisquêmico nos casos de insuficiência1 coronária e na angina2 do peito3 por espasmos4 coronarianos, devido à vasodilatação específica das artérias5 coronarianas epicárdicas e subendocárdicas. Possui ação anti-hipertensiva devido à diminuição da resistência capilar6 periférica provocada pela vasodilatação dos vasos periféricos. BALCOR e BALCOR RETARD possuem também ação antioxidante indireta, por não permitirem a formação de radicais livres, elementos de potente ação lesiva celular, oferecendo um efeito cardioprotetor.

Indicações de Balcor

BALCOR está indicado no tratamento da insuficiência1 coronária, em todas as formas de angina2 do peito3 (de repouso, de esforço, de Prinzmetal e angina2 pós-infarto7 agudo8 do miocárdio9); no tratamento da isquemia10 silenciosa; nas arritmias11 supraventriculares e na prevenção de arritmias11 pós-infarto7. BALCOR RETARD está indicado no tratamento de hipertensão arterial12.

Contra-Indicações de Balcor

Na hipotensão arterial13, bradicardia14, bloqueio AV de 2º e 3º graus, no período de lactação15, gravidez16 (durante o 1ºtrimestre) e nos casos de hipersensibilidade ao diltiazem.

Precauções de Balcor

Interações medicamentosas: O uso concomitante com betabloqueador ou digitálicos pode ocasionar aumento do tempo da condução elétrica ou potencializar seus efeitos; entretanto, estudos indicam que podem ser utilizados juntos. Deve-se tomar cuidado com pacientes nefropatas ou hepatopatas.

Reações Adversas de Balcor

São raras, entretanto podem ocorrer edema17. cefaléia18, náusea19, tontura20, reações cutâneas21, astenia22, rubor facial e hipotensão23.

Posologia de Balcor

BALCOR 30/60 MG: 1 comprimido de 30 ou 60 mg, 3 a 4 vezes ao dia. BALCOR RETARD 90/120/180 mg: 1 cápsula de 90,120 ou 180 mg de 12 em 12horas.

Apresentações de Balcor

BALCOR 30 MG: Caixas com 20 ou 50 comprimidos. BALCOR 60 MG: Caixa com 24 comprimidos. BALCOR RETARO 90/120/180 mg: Caixa com 20 cápsulas cada.

BALCOR - Laboratório

BALDACCI
Rua Pedro de Toledo, 519/520
São Paulo/SP - CEP: 04039-031
Tel: 55 (011) 549-3222
Fax: 55 (011)549-4371
Email: lbadacci@lbadacci.com.br
Site: http://www.lbaldacci.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "BALDACCI"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Insuficiência: Incapacidade de um órgão ou sistema para realizar adequadamente suas funções.Manifesta-se de diferentes formas segundo o órgão comprometido. Exemplos: insuficiência renal, hepática, cardíaca, respiratória.
2 Angina: Inflamação dos elementos linfáticos da garganta (amígdalas, úvula). Também é um termo utilizado para se referir à sensação opressiva que decorre da isquemia (falta de oxigênio) do músculo cardíaco (angina do peito).
3 Peito: Parte superior do tronco entre o PESCOÇO e o ABDOME; contém os principais órgãos dos sistemas circulatório e respiratório. (Tradução livre do original
4 Espasmos: 1. Contrações involuntárias, não ritmadas, de um ou vários músculos, podendo ocorrer isolada ou continuamente, sendo dolorosas ou não. 2. Qualquer contração muscular anormal. 3. Sentido figurado: arrebatamento, exaltação, espanto.
5 Artérias: Os vasos que transportam sangue para fora do coração.
6 Capilar: 1. Na medicina, diz-se de ou tubo endotelial muito fino que liga a circulação arterial à venosa. Qualquer vaso. 2. Na física, diz-se de ou tubo, em geral de vidro, cujo diâmetro interno é diminuto. 3. Relativo a cabelo, fino como fio de cabelo.
7 Infarto: Morte de um tecido por irrigação sangüínea insuficiente. O exemplo mais conhecido é o infarto do miocárdio, no qual se produz a obstrução das artérias coronárias com conseqüente lesão irreversível do músculo cardíaco.
8 Agudo: Descreve algo que acontece repentinamente e por curto período de tempo. O oposto de crônico.
9 Miocárdio: Tecido muscular do CORAÇÃO. Composto de células musculares estriadas e involuntárias (MIÓCITOS CARDÍACOS) conectadas, que formam a bomba contrátil geradora do fluxo sangüíneo. Sinônimos: Músculo Cardíaco; Músculo do Coração
10 Isquemia: Insuficiência absoluta ou relativa de aporte sanguíneo a um ou vários tecidos. Suas manifestações dependem do tecido comprometido, sendo a mais frequente a isquemia cardíaca, capaz de produzir infartos, isquemia cerebral, produtora de acidentes vasculares cerebrais, etc.
11 Arritmias: Arritmia cardíaca é o nome dado a diversas perturbações que alteram a frequência ou o ritmo dos batimentos cardíacos.
12 Hipertensão arterial: Aumento dos valores de pressão arterial acima dos valores considerados normais, que no adulto são de 140 milímetros de mercúrio de pressão sistólica e 85 milímetros de pressão diastólica.
13 Hipotensão arterial: Diminuição da pressão arterial abaixo dos valores normais. Estes valores normais são 90 milímetros de mercúrio de pressão sistólica e 50 milímetros de pressão diastólica.
14 Bradicardia: Diminuição da freqüência cardíaca a menos de 60 batimentos por minuto. Pode estar associada a distúrbios da condução cardíaca, ao efeito de alguns medicamentos ou a causas fisiológicas (bradicardia do desportista).
15 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
16 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
17 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
18 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
19 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
20 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
21 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
22 Astenia: Sensação de fraqueza, sem perda real da capacidade muscular.
23 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre BALCOR?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.