AGREAL (Retirado do mercado)

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda

Atualizado em 03/06/2015

Agreal®    

Veraliprida

Tratamento sintomático1 dos fogachos e dos distúrbios psicofuncionais da menopausa2

AGREAL encerra como componente ativo a veraliprida, neuroléptico3 não-hormonal e não-esteróide atuante sobre os distúrbios da menopausa2. A veraliprida apresenta atividade antagonista4 da dopamina5 e antigonadotrófica, além de estimular a secreção de prolactina6. A veraliprida é bem absorvida por via oral.

Indicação de Agreal

Tratamento sintomático1 dos fogachos e dos distúrbios psicofuncionais da menopausa2

Contra-Indicações de Agreal

Este medicamento pode produzir galactorréia7, principalmente nas pacientes cujo secreção endógena de estradiol ainda não se reduziu; por esta razão, a veraliprida não é indicada antes da menopausa2 confirmada. Em virtude afeito hiperprolactinemiante, é contra-indicado nas pacientes que apresentem uma hiperprolactinemia não funcional (microadenomas e adenomas hipofisários com produção de prolactina6).

Precauções de Agreal

O tratamento não corrige a hipoestrogenia da menopausa2 e não pode constituir uma terapêutica8 desta carência, em particular nas mucosas9 genitais e no sistema ósseo. No estágio atual de conhecimento, é prudente não prescrever a veraliprida em pacientes com suspeita de feocromocitoma10 sem controle médico rigoroso.

Reações Adversas de Agreal

O produto é normalmente bem tolerado. Efeitos colaterais11 raros incluem ganho ponderal12, galactorréia7, sedação13, sonolência, discinesias,  neuromusculares e síndrome14 extrapiramidal.

Posologia de Agreal

Uma cápsula ao dia durante 20 dias. Geralmente a melhora dos sintomas15 dos fogachos ocorre após 48 a 72 horas do inicio do tratamento e a dos distúrbios neurovegetativos após a primeira semana de tratamento. A terapia poderá ser renovada, se permanecerem os fogachos e os distúrbios psicofuncionais, a critério do médico assistente. Aconselha-se observar um intervalo de 10 dias entre os tratamentos.

Superdosagem de Agreal

Poderão ocorrer crises discinéticas neuromusculares, localizadas ou generalizadas, o tratamento é sintomático1.

Apresentação e Composição de Agreal

Caixa com 20 cápsulas. Cada cápsula contém: Veraliprida 100 mg.


SYNTHELABO ESPASIL - Química e Farmacêutica Ltda.

AGREAL (Retirado do mercado) - Laboratório

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda
Rua Conde Domingos Papais, 413
Suzano/SP - CEP: 08613-010
Site: http://www.sanofi-aventis.com.br
C.N.P.J. 02.685.377/0008-23 - Indústria Brasileira

Ou

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda
Av Brasil, 22.155- Rio de Janeiro - RJ
CNPJ 02.685.377/0019-86 - Indústria Brasileira
Atendimento ao Consumidor 0800-703-0014
www.sanofi-aventis.com.br

Ver outros medicamentos do laboratório "Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
2 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
3 Neuroléptico: Medicamento que exerce ação calmante sobre o sistema nervoso, tranquilizante, psicoléptico.
4 Antagonista: 1. Opositor. 2. Adversário. 3. Em anatomia geral, que ou o que, numa mesma região anatômica ou função fisiológica, trabalha em sentido contrário (diz-se de músculo). 4. Em medicina, que realiza movimento contrário ou oposto a outro (diz-se de músculo). 5. Em farmácia, que ou o que tende a anular a ação de outro agente (diz-se de agente, medicamento etc.). Agem como bloqueadores de receptores. 6. Em odontologia, que se articula em oposição (diz-se de ou qualquer dente em relação ao da maxila oposta).
5 Dopamina: É um mediador químico presente nas glândulas suprarrenais, indispensável para a atividade normal do cérebro.
6 Prolactina: Hormônio secretado pela adeno-hipófise. Estimula a produção de leite pelas glândulas mamárias. O aumento de produção da prolactina provoca a hiperprolactinemia, podendo causar alteração menstrual e infertilidade nas mulheres. No homem, gera impotência sexual (por prejudicar a produção de testosterona) e ginecomastia (aumento das mamas).
7 Galactorréia: Secreção mamária anormal de leite fora do período de amamentação. Pode ser produzida por distúrbios hormonais ou pela ação de medicamentos.
8 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
9 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
10 Feocromocitoma: São tumores originários das células cromafins do eixo simpático-adrenomedular, caracterizados pela autonomia na produção de catecolaminas, mais freqüentemente adrenalina e/ou noradrenalina. A hipertensão arterial é a manifestação clínica mais comum, acometendo mais de 90% dos pacientes, geralmente resistente ao tratamento anti-hipertensivo convencional, mas podendo responder a bloqueadores alfa-adrenérgicos, bloqueadores dos canais de cálcio e nitroprussiato de sódio. A tríade clássica do feocromocitoma, associado à hipertensão arterial, é composta por cefaléia, sudorese intensa e palpitações.
11 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
12 Ponderal: Relativo a peso, equilíbrio. Exemplos: Perda ponderal = perda de peso, emagrecimento. Ganho ponderal = ganho de peso.
13 Sedação: 1. Ato ou efeito de sedar. 2. Aplicação de sedativo visando aliviar sensação física, por exemplo, de dor. 3. Diminuição de irritabilidade, de nervosismo, como efeito de sedativo. 4. Moderação de hiperatividade orgânica.
14 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
15 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre AGREAL (Retirado do mercado)?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.