RISCOS ANESTALCON

Atualizado em 19/05/2016

CONTRA-INDICAÇÃO: Você não deve usar ANESTALCON se tiver alergia1 conhecida a qualquer ingrediente do medicamento. Você não deve utilizar este medicamento por conta própria. Somente o seu médico deve utilizar ANESTALCON para fazer os exames oculares.

ADVERTÊNCIAS: ANESTALCON Solução Oftálmica deve ser utilizado somente nos olhos2. Não toque a ponta do conta-gotas em qualquer superfície para evitar a contaminação da solução. O uso prolongado de anestésicos locais oculares pode causar perda da visão3.

PRECAUÇÕES: Você deve ter cuidado ao usar ANESTALCON Solução Oftálmica se tiver história de alergia1, doença cardíaca ou hipertireoidismo4. Não se conhece a toxicidade5 do uso da proximetacaína por longo prazo; é possível que seu uso prolongado possa retardar a cicatrização de feridas. Embora seja raro, podem ocorrer efeitos desagradáveis no organismo pelo uso de anestésicos locais oftálmicos. Você deve proteger os seu olhos2 e não tocá-los enquanto estiverem anestesiados.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS: Não há interações conhecidas de ANESTALCON Solução Oftálmica com outros medicamentos.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que estejam amamentando sem orientação médica. Informe seu médico se ocorrer gravidez6 ou iniciar amamentação7 durante o uso deste medicamento.

Este medicamento deve ser utilizado em crianças somente a critério médico. Informe ao médico o aparecimento de reações indesejáveis.
Informe ao seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde8.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
2 Olhos:
3 Visão: 1. Ato ou efeito de ver. 2. Percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista; sentido da vista. 3. Algo visto, percebido. 4. Imagem ou representação que aparece aos olhos ou ao espírito, causada por delírio, ilusão, sonho; fantasma, visagem. 5. No sentido figurado, concepção ou representação, em espírito, de situações, questões etc.; interpretação, ponto de vista. 6. Percepção de fatos futuros ou distantes, como profecia ou advertência divina.
4 Hipertireoidismo: Doença caracterizada por um aumento anormal da atividade dos hormônios tireoidianos. Pode ser produzido pela administração externa de hormônios tireoidianos (hipertireoidismo iatrogênico) ou pelo aumento de uma produção destes nas glândulas tireóideas. Seus sintomas, entre outros, são taquicardia, tremores finos, perda de peso, hiperatividade, exoftalmia.
5 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
6 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
7 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
8 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.

Tem alguma dúvida sobre RISCOS ANESTALCON?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.