POSOLOGIA E MODO DE USAR FLOGAN

Atualizado em 24/05/2016

FLOGAN® Comprimido
Os comprimidos devem ser ingeridos com um pouco de líquido, preferencialmente antes de refeições.
Adultos - A posologia inicial é de 100 a 150mg por dia, divididos em duas ou três tomadas ao dia.
Crianças acima de 14 anos (ou mais de 45kg de peso) - 100mg por dia, divididos em duas tomadas ao dia.
FLOGAN® Supositório pediátrico
Crianças com peso de 11 a 15kg e idade entre 18 meses e 4 anos - um supositório de 12,5mg de 12 em 12 horas.
Crianças com peso de 15 a 20kg e idade entre 4 e 6 anos - um supositório de 12,5mg de 8 em 8 horas.
FLOGAN® Supositório
Crianças acima de 14 anos e adultos - um supositório de 75mg de 12 em 12 horas.
Observação
Se os supositórios (12,5mg ou 75mg) estiverem amolecidos no momento do uso, colocar em refrigerador durante algum tempo antes de aplicá-los.

FLOGAN® Gotas
As gotas devem ser tomadas de preferência antes das refeições. Agitar o frasco com as gotas antes de usar. Durante o gotejamento, manter o frasco na vertical, com o bico para baixo.
Para crianças a dose diária total, na dependência da gravidade do caso, varia de 1 a 3 gotas por quilograma de peso corporal, fracionada em duas ou três tomadas.
FLOGAN® lnjetável
Recomenda-se usualmente uma ampola diária, injetada profundamente no quadrante superior externo da região glútea1.
Em estados dolorosos muito intensos, excepcionalmente, podem ser aplicadas duas ampolas diárias, com intervalo de algumas horas, uma em cada nádega. Na cólica renal2, a segunda ampola pode ser aplicada 30 minutos após a primeira.
Por se tratar de medicação para situações agudas, FLOGAN® Injetável não deve ser usado por mais de dois dias. Quando for necessário o uso mais prolongado de agentes antiinflamatórios/analgésicos3, deve-se continuar o tratamento com outra forma de FLOGAN®.

Pacientes idosos
Os pacientes idosos são mais sensíveis à ocorrência de efeitos colaterais4 com antiinflamatórios não-hormonais (em especial, redução do volume urinário e irritação da mucosa5 gastrintestinal). Devem, portanto, utilizar a menor posologia capaz de produzir os efeitos terapêuticos desejados, pelo menor tempo possível.

Conduta na superdosagem a nas reações adversas
São raros os relatos de superdosagem de antiinflamatórios não-hormonais. Isso decorre de serem essas substâncias gastro-irritantes (provocando vômito6, quando em doses elevadas) e de fácil excreção pelos rins7.
Considerando a curta duração da meia-vida do diclofenaco, pode-se esperar grande margem de segurança.
O tratamento da superdosagem e da intoxicação aguda consiste, essencialmente, em medidas de suporte e tratamento sintomático8 se surgirem complicações (hipotensão9, depressão respiratória, insuficiência renal10, convulsões, irritação gastrintestinal etc).
Em caso de ingestão excessiva de comprimidos ou gotas, o tratamento compreende também lavagem gástrica11 e uso de carvão ativado.

Venda sob prescrição médica.


Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Região Glútea:
2 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
3 Analgésicos: Grupo de medicamentos usados para aliviar a dor. As drogas analgésicas incluem os antiinflamatórios não-esteróides (AINE), tais como os salicilatos, drogas narcóticas como a morfina e drogas sintéticas com propriedades narcóticas, como o tramadol.
4 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
5 Mucosa: Tipo de membrana, umidificada por secreções glandulares, que recobre cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
6 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
7 Rins: Órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.
8 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
9 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
10 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
11 Lavagem gástrica: É a introdução, através de sonda nasogástrica, de líquido na cavidade gástrica, seguida de sua remoção.

Tem alguma dúvida sobre POSOLOGIA E MODO DE USAR FLOGAN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.