EFEITOS COLATERAIS COZAAR

Atualizado em 24/05/2016

COZAAR tem-se mostrado em geral bem tolerado; os efeitos colaterais1 têm sido em geral de natureza leve e transitória e não têm requerido a descontinuação da terapia. A incidência2 global de efeitos colaterais1 relatados com COZAAR foi comparável à do placebo3. Em estudos clínicos controlados em hipertensão4 essencial, tontura5 foi o único efeito colateral6 relatado como relacionado à droga, que ocorreu com incidência2 superior à do placebo3 em 1% ou mais dos pacientes tratados com COZAAR. Ainda, efeitos ortostáticos relacionados à dose foram observados em menos de 1% dos pacientes. Raramente foi relatada erupção7 cutânea8, embora a incidência2 em estudos clínicos controlados tenha sido inferior à do placebo3. Foram relatados os seguintes efeitos colaterais1 após o início da comercialização do produto: hipersensitividade; foi raramente relatado angioedema9 (envolvendo inchaço10 da face11, dos lábios e (ou) da língua12) em pacientes tratados com losartan. Achados laboratoriais: Em estudos clínicos controlados, alterações clinicamente importantes em parâmetros laboratoriais padrões foram raramente associados com a administração de COZAAR. Hipercalemia13 (potássio sérico > 5,5 mEq/L) ocorreu em 1,5% dos pacientes, porém, nestes estudos não foi necessário descontinuar o tratamento com COZAAR devido à hipercalemia13. Raramente ocorreram elevações nos valores de ALT que, em geral, voltaram aos valores iniciais com a descontinuação da terapia.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
2 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
3 Placebo: Preparação neutra quanto a efeitos farmacológicos, ministrada em substituição a um medicamento, com a finalidade de suscitar ou controlar as reações, geralmente de natureza psicológica, que acompanham tal procedimento terapêutico.
4 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
5 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
6 Efeito colateral: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
7 Erupção: 1. Ato, processo ou efeito de irromper. 2. Aumento rápido do brilho de uma estrela ou de pequena região da atmosfera solar. 3. Aparecimento de lesões de natureza inflamatória ou infecciosa, geralmente múltiplas, na pele e mucosas, provocadas por vírus, bactérias, intoxicações, etc. 4. Emissão de materiais magmáticos por um vulcão (lava, cinzas etc.).
8 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
9 Angioedema: Caracteriza-se por áreas circunscritas de edema indolor e não-pruriginoso decorrente de aumento da permeabilidade vascular. Os locais mais acometidos são a cabeça e o pescoço, incluindo os lábios, assoalho da boca, língua e laringe, mas o edema pode acometer qualquer parte do corpo. Nos casos mais avançados, o angioedema pode causar obstrução das vias aéreas. A complicação mais grave é o inchaço na garganta (edema de glote).
10 Inchaço: Inchação, edema.
11 Face: Parte anterior da cabeça que inclui a pele, os músculos e as estruturas da fronte, olhos, nariz, boca, bochechas e mandíbula.
12 Língua:
13 Hipercalemia: É a concentração de potássio sérico maior que 5.5 mmol/L (mEq/L). Uma concentração acima de 6.5 mmol/L (mEq/L) é considerada crítica.

Tem alguma dúvida sobre EFEITOS COLATERAIS COZAAR?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.